quarta-feira, 13 de agosto de 2008

A novela mal contada de Koresma

Por vezes a razão tem razões que a própria razão desconhece. Não deixa de ser um chavão, mas o certo é que por vezes é um chavão verdadeiro.

Quis a gula e a má fé, que o Portoregional, na finda época transferisse para os seus malfadados destinos dois grandes problemas.
Um deles, a contratação do traidor a quem lhe estão a pagar um salário principesco, qual reforma antecipada para um jogador de 22 anos. Terão futuramente, digo eu, o que merecem.
A revolta dos hinos menores, como lucho, Lizandro e outros.
Fizeram bem. Se tal não tem acontecido, não teria o Benfica contratado José António Reyes, simplesmente uma Estrela Maior e, decerto, a ganhar muito menos do que ganhará C.Rodriguez.
Essa aquisição tinha porém, no seu substrato, como sustentação, a venda de Koresma.
Koresma à muito que está farto do clube assumidamente corrupto.
Frases como “Na próxima época não me assobiarão mais” ; “Está na hora de sair”, enfim, estas entre outras pérolas ditas pela “Estrela”.
Anunciado o Inter de Milão, treinado que é por José Mourinho, como destino do jogador, logo Pinto “O Suspenso”, anunciou com pompa e circunstância o preço da transacção: 40 milhões menos 1 euro.
Até aí tudo certo. Vinha o dinheiro, saía o jogador, e tudo ficava com um sorriso nos lábios e alguns inchados que nem dragões extintos.
O Professor Jesualdo Ferreirote, deixou de imediato de convocar o espécime de atleta dando como consumada a transferência.
Moratti, presidente do Inter, talvez bem aconselhado pelo homem (Mourinho) que já muitos euros – alguns duvidosos – deu a ganhar aos dragonezes, experiente como é, não só não comprou o Koresma, como até parece glosar com a situação aflitiva e quase de oferta que o Portoregional lhes está a fazer.
Koresma, dizem as boas línguas aufere um vencimento muito acima da média. Não é um jogador barato mas, se caro, só é possivel, olhando aos píncaros que os jornaleiros avençados o colocam e não pelo real valor da sua perfomance futebolistica.
Mas muito menos é a tal jóia da coroa que valha os milhões que pedem por ele.
Quem (se houver quem) mostrar interesse na sua compra, sabe disso.
Em desespero de causa surge agora saído do nada o interesse do Real Madrid.
Verdade ou pura forma de “forçar” o Inter? Parece-me mais esta última hipótese.
O certo é que a venda fantasma do Koresma está a ser o calcanhar de aquiles do Portoregional.
A verdade, ao que parece é que, para vender Koresma, terá o Portoregional de baixar e muito a fasquia e só assim se virão livres de um jogador que, se fosse bom, nunca o desejariam vender, como é o caso, por muito que digam que não.
Koresma, a novela, sem fim, de um principio duvidoso e por enquanto muito mal explicado.
O tempo, sem tempo, mostrará em tempo, o tempo (de validade) que o Koresma tem. (para sair ou não)

Sem comentários:

Publicar um comentário

Todos os comentários menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...