quinta-feira, 27 de junho de 2019

E o Bruma fugiu ... E o Pintinho Piu ... E o Pintinho Piu


O Porto tinha o Bruma, O Porto tinha o Bruma 
E o Bruma fugiu ...
E o Bruma Fugiu ...
E o Bruma Fugiu ...
.
Nunca mais ninguém o viu, nunca mais ninguém o viu 
.
O Porto tinha o Bruma, O Porto tinha o Bruma
O dinheiro começou a secar 
Os adeptos a reclamar
O Porto sem dinheiro 
O Pintjnho a gritar

E o Bruma fugiu ... 
E o Bruma fugiu ...
E o Bruma fugiu ...

Nunca mais ninguém o viu, nunca mais ninguém o viu




E o Pintinho piu ...
E o Pintinho piu ...
E o Pintinho piu ...

E o Bruma fugiu ...
E o Bruma fugiu ...
E o Bruma fugiu ...

Nunca mais ninguém o viu, nunca mais ninguém o viu
.

quarta-feira, 26 de junho de 2019

Lagartos choram e desanimam ..


Pronto Acabou a novela. Vai para o " Surdos da Pinha ", clube da margem sul, por 121 milhões de euros. É o que se diz, não confirmo que seja verdade.


Pronto não chores mais. Já está resolvido o problema Bruno Fernandes
...

segunda-feira, 24 de junho de 2019

E se Brahimi ...


E se dia 1 de Julho de 2019, Brahimi fosse anunciado como jogador do Benfica?

O que pensam os benfiquistas sobre essa existente hipótese?

Seria bem vindo ao nosso plantel?
.

domingo, 16 de junho de 2019

segunda-feira, 10 de junho de 2019

O melhor estava (e está) MESMO para vir!


Na sequência da Santa Aliança, celebrada num hotel de Lisboa entre FC Porto e Sporting, e cujo objectivo era orquestrar a mais vil e nojenta campanha contra uma instituição (por sinal, a maior) em Portugal, foram divulgados ao longo de quase um ano um conjunto de informações cujo único objectivo era criar a ideia generalizada de que o Benfica só tinha ganho o tetra porque dominava os bastidores do futebol português e, simultaneamente, com essa cortina de fumo, impedir o Benfica de ganhar o penta, condicionando tudo e todos os agentes desportivos, ao mesmo tempo que assim se impedia a falência do intervencionado pela UEFA, FC Porto.



Assim, foram utilizados nessa campanha um conjunto de órgãos de comunicação social, onde se destaca um canal (Porto Canal) que conta com subsídios dos contribuintes e nos órgãos de comunicação de 3 grandes grupos de comunicação (Cofina, Impresa e Global Media) que funcionaram como caixas de ressonância do Ministro da Propaganda andrade, auxiliados por blogues pagos pelo Sporting de Bruno de Carvalho.

Essa campanha deu os seus frutos, uma vez que o FC Porto conseguiu ganhar o campeonato 17/18, mesmo com todas as ajudas externas de que beneficiou, e que, aqui, apenas vou destacar o EstorilGate, o jogo mais longo da história do futebol mundial que começou dia 15 de Janeiro de 2018 e terminou mais de um mês depois, a 21 de Fevereiro de 2018. Pelo meio, uma invasão de campo por parte dos super ladrões, 700 mil euros pagos pelo FC Porto ao Estoril e alterações nas equipas ajudaram a virar um 1-0 para o Estoril num 3-1 para o FC Porto.

Para o Sporting também deu frutos porque… bem, porque o Benfica não foi campeão e por aquelas bandas é só isso que interessa!

Durante mais de um ano, o nome do Benfica foi manchado e conspurcado de forma cirúrgica, com alegados emails a serem publicados como se fossem a verdade suprema e absoluta.

Em Junho de 2018, a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) veio-se pronunciar de forma clara, numa deliberação que não teve nem um por cento do destaque dado pelos mesmos órgãos de comunicação social aos alegados e-mails, documento que já foi publicado aqui e que está acessível através do link:

https://drive.google.com/file/d/1jyo7ax1bhu_lUdnP70DLNxrtTuZlK3oA/view?usp=sharing

A ERC decidiu "reprovar veementemente" o Porto Canal pela sua conduta e divulgação de e-mails do Benfica, da qual esteve ausente qualquer propósito sério de informar", considerando que a divulgação de e-mails do Benfica no programa Universo Porto de Bancada é susceptível de acarretar "irreparável afectação do bom nome e reputação da queixa e de terceiros".

Nessa deliberação ficou também clara a deturpação e manipulação do conteúdo dos e-mails procurando assim dar um sentido contrário ao pretendido pelos autores.

Esta deliberação da ERC é de Junho de 2018 e foi olimpicamente ignorada pela generalidade dos órgãos que serviram de charneira da estratégia dragarta e que estão identificados acima.

Convenhamos, do clube que criou e mantém um sistema corrupto no futebol português, qual polvo, que domina a Federação, Liga, Arbitragem, Disciplina, Justiça, etc…, onde abunda a fruta e o café com leite, bem como técnicas mafiosas perpetradas pelo dr macaco e seu grupo de símios, nada surpreende.

O que surpreendeu (ou talvez não) neste caso, foi a passividade e cumplicidade das autoridades que permitiram que o produto do crime fosse sendo exibido sem qualquer consequência.

Perante tudo isto (sobretudo a deliberação da ERC), confesso que foi sem surpresa que li a sentença proferida pelo Tribunal Judicial da Comarca do Porto que CONDENOU, na passada sexta-feira, o FC Porto ao pagamento de indemnização de cerca de €2 milhões ao Benfica, no chamado caso dos e-mails. A sentença pode ser consultada e descarregada aqui:

https://drive.google.com/file/d/13nWkpx-26JZuNdIen7XAi_hzzL19-UsE/view?usp=sharing

Mas logo se ouviram alguns comentadeiros dizerem que esta sentença era uma derrota (???!!!) do Benfica pela diferença entre o valor de indemnização pedido (17 milhões) e o valor decidido (2 milhões)... não atingem que, neste caso, mais do que qualquer quantia, está em causa a conduta e essa é clara.

Ficou provada a manipulação dos e-mails com o objectivo de criar uma percepção errada na opinião pública, com o consequente condicionar do desempenho de todos os agentes desportivos daí em diante.




Ouvi inclusive alguns comentadeiros dizerem que não se iriam pronunciar por não perceberem nada de direito, quando neste caso bastaria que percebessem alguma coisa de português!

Para além disso, ficou ainda por apurar (em execução de sentença) o valor relativo ao crime de espionagem industrial, uma vez que se tratam de duas sociedades anónimas cotadas em bolsa:


Ficamos por isso à espera das respectivas consequências desportivas e económicas perante uma entidade que utilizou expedientes mafiosos e criminosos para obter benefícios.






Logo no dia em que a sentença foi conhecida começaram a circular pela cartilha andrade excertos da sentença onde, alegadamente, o juiz teria dado como provado que os "emails eram genuínos".



Se soubessem ler, percebiam que esse ponto (193) não corresponde aos factos provados, mas sim à parte da contestação dos Réus (FCP), que é reproduzida entre as páginas 44 e 64 (onde se pode ler esse ponto).

Bem sabemos que hoje a literacia é coisa que não abunda, muito menos entre grunhos e símios, por isso, talvez se, em vez de 140 páginas escritas em português, estivessem uns quantos emojis e dois ou três acrónimos (LOL, OMG e WTF) os grunhos iletrados percebessem o quanto esta sentença é arrasadora para o FC Porto, sua SAD e seu Ministro da Propaganda.

Conhecido por criar e difundir mentiras, Francisco J Marques terá tido o seu maior momento de lucidez quando afirmou que o melhor estava para vir.

Na altura, poucos imaginariam o grau de acerto desta expressão, mas hoje já ninguém duvida que o melhor está MESMO para vir!

VIVA O BENFICA! RUMO AO 38 (ou, se calhar, ao 39...)

sábado, 8 de junho de 2019

Condenação - 2 milhões de euros - no caso dos E-Mails

Condenação ... AQUI: 



«EXEMPLAR CONDENAÇÃO DA CONDUTA ILÍCITA DO FCP»

Em comunicado, o Benfica congratula-se com a sentença, conhecida esta sexta-feira, que condena o FC Porto a pagar cerca de €2 milhões aos encarnados no âmbito do caso dos emails.
  
Na introdução à nota oficial emitida no site do clube, as águias destacam a «exemplar condenação da conduta ilícita» do FC Porto. 

Comunicado na íntegra: 

O Sport Lisboa e Benfica e a Benfica SAD (em conjunto “SL Benfica”) confirmam ter sido notificados hoje da sentença proferida pelo Juízo Central Cível do Porto que condenou energicamente o Futebol Clube do Porto, o Futebol Clube do Porto SAD, Francisco J. Marques e Outros, sentença essa que irá analisar detalhadamente nos próximos dias. A par da decisão de condenação, a sentença judicial decidiu ainda absolver integralmente o SL Benfica do pedido reconvencional deduzido pelo Futebol Clube do Porto.

Numa primeira apreciação, mais até que os quantitativos indemnizatórios – que em si são significativos – há aspetos que impressionam e que merecem expressa referência: 

Desde logo, a confirmação da absoluta razão que assiste ao nosso Clube e que bem andou o SL Benfica quando desde a primeira hora manifestou total confiança na justiça e nos nossos Tribunais. 

Por outro lado, a exemplar reprovação judicial da conduta ilícita levada a cabo pelo Futebol Clube do Porto e alguns dos seus colaboradores. 

Finalmente o expresso reconhecimento por parte do Tribunal que não vale tudo e que a privacidade das pessoas e das instituições bem como a proteção da concorrência e do segredo de negócio são bens dignos de tutela jurídica em Portugal. 

O Sport Lisboa e Benfica irá agora de forma profissional extrair as devidas consequências da decisão condenatória de hoje, esperando que as restantes entidades adotem idêntico procedimento.

...

COMENTE...
.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...