domingo, 14 de novembro de 2010

11ª Jornada - Liga Zon Sagres

Benfica 4 * 0 Naval
.
Data: 14-11-2010
Hora: 18:15
Local: Estádio da luz - Lisboa
Árbitro: Vasco Santos (A.F.Porto)
Árbitros assistentes: João Santos e Alexandre Freitas
Delegados ao jogo: Henrique Conceição e Fernando Arrojado

Transmissão: TVI

Equipas:

BENFICA: Roberto, Rúben Amorim, Sidnei, David Luiz, Fábio Coentrão, Airton, Salvio, Aimar, Gaitán, Kardec e Saviola.
Suplentes: Júlio César, Roderick, César Peixoto, Luís Filipe, Felipe Menezes, Jara, Nuno Gomes

NAVAL: Salin, Carlitos, Rogério Conceição, Gómis, Daniel Cruz, Orestes, Camora, Marinho, Hugo Machado, Bolívia, Fábio Júnior.
Suplentes: Jorge Batista, Real, Godinho, Alex Hauw, Previtali, Michel Simplício, João Pedro.
Marcaram: Alan kardec 10m; Nicolás Gaitán 47 e 62m (2) e Nuno Gomes 89m

Sentindo a pressão do resultado do jogo da semana passado em que perdemos por 5-0 no Porto, o Benfica entrou temeroso, com alguns nervos à mistura, muito ansioso.

Perderam-se várias oportunidades de marcar, sendo Aimar o mais perdulário, e a naval aproveitou o ensejo para jogar um futebol aberto, construindo boas jogadas, rematando ao poste esquerdo da baliza do Benfica, por duas vezes. Merecia o golo a equipa da Naval.

Na 2.ª parte o Benfica entrou melhor. Marcou logo um grande golo por Gaitan o que tranqüilizou a equipa, partindo a partir daí para uma exibição convincente e agradável de seguir.

Sálvio está a jogar muito bem, fazendo o corredor direito, com mestria, saindo dos seus pés algumas das jogadas mais perigosas do Benfica, dando inclusive azo aos 2.ªs e 3.ºs golos.

Nicolas Gaitan marcou dois golos. Mas uma verdade é que Jorge Jesus tem que o ensinar que no futebol moderno um jogador tem que saber defender e não só atacar. Um defeito que DI Maria também tinha mas que na época passada foi retificado. Depois de Maxi Pereira, Oscar Cardozo e Javi Garcia, estarem lesionados, coube agora a vez a Alan Kardec. Que malapata anda pelos lados dos jogadores do Benfica

Nuno Gomes entrou para jogar poucos minutos. Entrou e marcou. Chorou de emoção como só os grandes HOMENS o sabem fazer. Grande Nuno Gomes, o nosso capitão, um homem que sente a MISTICA encher-lhe o coração.

Grande exibição de Aimar que jogou e fez jogar, e por tudo isso, bem merecia ter marcado um golo, que tudo fez para que acontecesse. Fica para a próxima.

Saviola também esteve em bom plano, como aliás toda a equipa, com excepção da 1,ª parte em que a oscilação esteve presente entre o bom e o menos bom.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...