sexta-feira, 23 de setembro de 2011

PORTO - BENFICA ( deu empate...)


Porto 2 * 2 Benfica
.
Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto)

Equipas:

FC PORTO: Helton, Otamendi, Alvaro Pereira, Fucile, Rolando, Freddy Guarín, Fernando, João Moutinho, Kléber, Hulk, Varela.

Suplentes: Bracali, Maicon, Souza, Belluschi, Defour, Walter, Cristian Rodriguez

Marcaram; Hleber: 37m; Otamendi 50m

BENFICA: Artur Moraes, Emerson, Garay, Maxi Pereira, Luisão, Witsel, Nolito, Gaitán, Aimar, Javi García, Cardozo

Suplentes: Eduardo, Jardel, Bruno César, Matic, Rúben Amorim, Rodrigo, Saviola

Marcaram: Oscar Cardoso 47m; Nico Gaitan 82m

Um clássico marcado por duas partes distintas.

O Benfica não entrou bem no jogo. As ligações meio campo - avançados, não aconteciam e o Benfica não criava situações de golo. Apenas um remate da nossa parte, o que era relativamente pouco para a categoria da nossa equipa.
Olhando às oportunidades de golo, aceitava-se o resultado, visto que, o nosso guarda-redes Artur Morais, efectuou uma defesa do outro mundo. Simplesmente fabulosa.

Na segunda parte tudo foi diferente. Fomos melhores que o nosso adversário em muitos, para não dizer todos, os aspectos.
Fizemos o empate por Oscar Cardoso aos 47 m. Demorou 3 minutos a vantagem. Fou um duro golpe que feriu e de que maneira, o nosso contentamento.
Como no 1.º golo, sofremos o 2.º em lances de bola parada. Quando a equipa parecia não conseguir pelo menos o empate, Jorge Jesus - deste vez muito bem - faz entrar Saviola e Bruno César, para os lugares de Aimar e Nolito, e tudo se modificou.
Antes destas substituições, Oscar Cardoso, teve nos pés o golo do empate. Não teve arte, engenho, ou quiçá sorte, para bater Helton, que foi muito rápido a sair da baliza, tapando o ângulo de remate, conseguindo assim a defesa.
Bruno César tem boa técnica e um bom sentido de passe. Estando Aimar claramente a perder"gás", veio este jogador criar uma força e outra dimensão ao nosso futebol, bem como, Saviola, com as sua movimentações, partiu por completo a defesa portista.
Dos pés de Saviola sai o passe para Nico Gaitan que com classe marca o nosso 2.º golo e assim repõe, não me custa nada reconhecê-lo, justiça no resultado.
Nos últimos 20 minutos tivemos futebol que considero de algum brilhantismo.
A circulação de bola junto à relva era totalmente do Benfica. Os jogadores do Porto, repeliam a bola, efectuam grandes correrias na procura do Hulk - já assim havia sido na 1.ª parte - não conseguindo contrariai o melhor futebol do Glorioso.
Não ganhando, penso que o resultado não é mau. O empate fora de casa e num estádio muito difícil por tudo o que rodeia o mesmo.
Matic entrou para o lugar de Oscar Cardoso, numa clara tentativa de segurar o resultado, pois o empate justificado, e até poderíamos ter chegado à vitória se tivéssemos arriscado um pouco mais. Não fomos ousados, porque até poderíamos acabar por perder, pelo que o resultado final de 2-2, é na minha opinião, justo
Parabéns aos nossos jogadores e a cerca de 2.500 benfiquistas que tiveram a coragem de ir ao Estádio, e mesmo quando estivemos em desvantagem, aplaudiram e puxaram pela equipa, acreditando sempre que seriamos capazes. O MEU ENORME APLAUSO.

Qual é a opinião dos benfiquistas?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...