quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A vaca...




Dando continuidade aos textos que dizem muito sem dizerem absolutamente nada, resolvi hoje falar apenas de animais.

Com a devida autorização da SPA eis que é chegado o momento de analisarmos um paradigma da nossa "societá" futebolística que se prende exatamente com os animais portadores de marfim. No nosso caso específico, e tal como o "títalo" deixa adivinhar... As fêmeas dos bois.

Estava eu de conversa com um amigo de longa data a jantar descansadamente e eis que na TV começa a passar uma peça sobre a produção leiteira nacional. A crise toca a todos e ao que parece poderá em breve afetar também determinado tipo de leite que alguns consomem.

Não sendo grande consumidor deste produto específico, não dei no momento muita importância ao tema, mas eis senão que o sacana do meu amigo me questiona quanto à minha opinião acerca da qualidade da vaca leiteira portuguesa.

Parvo como sou no que toca a tudo o que diz respeito à engenharia "ingrícola", levei o assunto a sério e toca de me armar aos cucos e afirmar veementemente que apesar de haver muito boa vaca na produção nacional a boa vaca brasileira ainda é a que melhor carne e leite dá.

Eis então que esse meu amigo me pergunta: "Mas qual? A branca ou a preta?"

Mau! Queres ver que temos o caldo entornado? Atão a cor da vaca tem alguma coisa a ver com o rendimento da dita cuja? Sempre pensei que o trato que se dispensa a um animal era importante para o comportamento do bicho, independentemente de ser animal de trazer por casa ou apenas animal de estábulo. Agora a cor do bicho fazer diferença é que foi algo que nunca tinha pensado.

"Mas porque é que o raio da cor interessa?" Perguntei eu inocentemente.
"Ó pá atenta nisto." disse ele. "Vamos fazer um suponhamos! Era uma vez um homem que tinha uma vaca muito rara, uma vaca verde. Chamou um jornalista seu conhecido para a ver e quando ele chega disse: Como a minha vaca não está habituada a estranhos e ao estrelato vou ter que contar até três até poder abrir a porta. ok?
O homem conta: - um .. dois .. Três! E puff... a vaca desaparece!"

Confesso que fiquei assim a modos que abismado. Com um olhar estranho como quem tivesse levado uma bofetada inesperada à frente de toda a gente e não soubesse como reagir. Era suposto rir? (Pensei eu com os meus botões).

Mas o meu amigo não desistiu. "Ó pá mas porquê essa cara de parvo?". Mau Mau Mau! Assim este assunto das vacas ainda descamba prá ignorância. "Atão mas houve lá ó meu grande sacravina (sempre achei que esta expressão Alentejana era um cruzamento entre sacana e águia de rapina, mas à luz de eventos recentes agora me apercebo que talvez queira dizer águia vitória) tás me a querer fazer de burro?"

"Ainda não percebeste? Então houve lá esta."



"Um estudante de jornalismo vai visitar uma fazenda, vai ter com o fazendeiro e de repente vê que por detrás de uma cerca estão duas vacas. Uma branca e uma preta.

Diz então o rapazito... Meu caro senhor eu estou a fazer uma investigação jornalística e se o senhor não se importa podia me ajudar respondendo a umas perguntinhas. Podia-me dizer qual das vacas é que dá mais leite?

(para facilitar na compreensão do diálogo vamos considerar que AJ é o aspirante a jornalista e FZ é o fazendeiro)

FZ: Ah! É a branca!
AJ: Mas dá bom leite?
FZ: Sim sim excelente.
AJ: Mas... então e a preta?
FZ: A preta também!
AJ: Então e qual das vacas é que lhe dá menos problemas de veterinários e coisas assim?
FZ: Ah! Isso é a branca.
AJ: Então e a preta?
FZ: A preta também.
AJ: Hummm... Olhe... Então e a qualidade do leite? Qual é a que tem o leite melhor?
FZ: Ah! Isso é a branca.
AJ: Então e a preta?
FZ: A preta também.
AJ: Epá, desculpe lá mas não estou a perceber isto. Eu cada vez que lhe pergunto o senhor diz que é a branca que é melhor e depois diz que a preta também. Afinal como é que é?
FZ: Ah! É que a branca é minha!
AJ: Então e a preta?
FZ: A preta também!"

Esbandalhei-me a rir imediatamente!!!!!! Não sei porquê mas esta analogia das vacas fez-me ver as coisas com mais clareza...

Como nota final deixo-vos o exercício seguinte:

Quem é o dono da vaca verde?
Quem é a vaca verde?
Para onde foi a danada da vaca verdusca?
Quem é a vaca preta?
Quem é a vaca branca?
Quem é o fazendeiro que se diz dono da vaca branca e preta?
Quem é o jornalista da anedota 1 e 2?
Quem é o sacana do meu amigo?

:DDDDDDDD

BOAS FESTAS A TODOS E QUE 2012 NOS TRAGA UM BENFICA CAMPEÃO!!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...