domingo, 29 de maio de 2011

ÓSCAR CARDOZO:- "AMOR" EM PALMAS. .OU. . ASSOBIOS EM "ÓDIO".

Óscar René Cardozo Marin, nascido aos 20 de Maio de 1983, conhecido no seu País - Paraguai - por "Tacuará", sendo um dos melhores jogadores do Benfica, está perante os seus sócios/adeptos, num patamar intermédio entre o Amor/ódio.
Jogava no Newell`s, tendo custado em 2007, 9,15 milhões de euros por 80% do seu passe. Actualmente os seus direitos desportivos pertencem totalmente ao Benfica que pagou pelos restantes 20%, 2,5 milhões de euros.
Depois do final da Copa América, Cardozo foi de imediato para o Estádio da Luz. O cansaço e o processo natural de habituação ao futebol português e europeu, levaram a que não fosse de imediato decisivo.
Mas a meio da época, já era o principal marcador da equipa, com 10 golos em todas as competições. Terminou as provas com 23 golos, numa equipa que se classificou em 4º lugar, num plantel com as constantes dificuldades técnicas que teve o Benfica durante a temporada 2007-2008.
Na época 2008/2009, apesar ter perdido a titularidade, foi o melhor marcador do clube, e o segundo melhor marcador da liga com 17 golos, a maior parte deles feitos na recta final da Liga devido à lesão de David Suazo, titular da frente atacante do Benfica, que abriu uma vaga para o paraguaio dar mostras da sua qualidade.
Na época 2009/2010, sagrou-se campeão nacional e individualmente, no último jogo, recebeu o prémio de melhor marcador do campeonato, tendo apontado 26 golos, apesar de ter falhado sensivelmente metade das grandes penalidades a que foi chamado a converter. Foi igualmente o melhor marcador da Liga Europa.
Na edição n.º 15 da Mistica, Óscar cardozo, dá uma longa entrevista onde fala dos seus anseios, preocupações, alegrias.
Fala dos seus amigos Nuno Gomes e Luisão, aos quais se sente agradecido por muito o terem ajudado aquando do seu ingresso no Glorioso, tanto dentro como fora dos relvados.
Tacuará, finda a época de 2010/2011, tornou-se o melhor marcador estrangeiro - se sempre - da história do Benfica.
Reconhece não ser um jogador de fintar "meio mundo", mas tem consciência de que chegando-lhe a bola, o seu "faro" pela baliza é quase letal. Agradece aos seus companheiros pelo trabalho e grande ajuda que sempre lhe deram.
Na minha modesta opinião, Óscar Cardozo, é um incompreendido no Benfica. Chegou inclusive na última época a ser assobiado no Estádio da Luz o que é lamentável. Também já uma vez mandou calar os adeptos. Não foi bonito e para aqueles mais agarrados ao símbolo benfiquista não é fácil de esquecer. Não podemos no entanto também reconhecer que não é fácil para um atleta ouvir os assobios do próprio público do seu clube.
Óscar Cardozo é um grande jogador. Não é um fora de série como muitos que existem, uns verdadeiros como Messi, quiçá Cristiano Ronaldo, outros menos, mas feitos pelos média.

Está na "calha" para partir. Tem 28 anos e se calhar está na hora certa. Tacuará sabe como é visto na Luz e decerto o seu coração não será insensível, tanto aos momentos de euforia, como aos tristes momentos em que ouve, ou já ouviu, os assobios.

Fiques ou partas para outras paragens, desejo-te boa sorte, Óscar Cardozo.

VIVA ÓSCAR CARDOZO
VIVA O BENFICA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...