quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Vieiristas, Veiguistas, Rangelistas...

Mas está tudo parvo?

Vieiristas? Veiguistas? Rangelistas?

Muito sinceramente... Não há pachorra para gente parva. Então e o Benfica?

Quer dizer... Então a ideia não é sermos Benfiquistas? Apontar o dedo a quem, se a culpa é de todos? Quem é que votou na candidatura vencedora das últimas eleições? Quem é que sendo oposição não se mostrou competente para ser alternativa? Quem é que decidiu não ir sequer votar?

E o passado mais recente é para esquecer?

Toda esta gente que apanhou esta semana o embalo da Corruptolândia e seus acessores nos avençados vem agora falar esquecendo as suas responsabilidades no passado recente do nosso clube?

Enquanto falo em assumir os erros e assumir as responsabilidades, talvez abrindo caminho a um Benfica mais democrático do que o é agora (ou como era num passado não tão distante), vêem outros, com culpas mais que óbvias no cartório, falar como se nada se tivesse passado ou nada tivesse começado com eles?

Haja vergonha na cara e coragem de se ser Benfiquista a 100% e não apenas um oportunista de cartilha mal cartilhada ou um diplomata de pacotilha.

Todos temos de assumir a responsabilidade. E apoiar. Onde é que já se viu agora os Benfiquistas deixarem de apoiar a equipa?

Dizem-me agora que não podemos fazer nada? Que nem sequer os estatutos poderemos alterar para que o Benfica seja mais aberto aos seus sócios? Mas estamos a brincar? Então onde estão a pessoas válidas e aqueles que sabendo de leis podem realmente mudar o azimute do nosso clube para horizontes mais democráticos?

Será possível que apenas nos reste o silêncio resignado? O protesto silencioso não apoiando a equipa como já se fala que irá ocorrer no próximo jogo?

Porra pá! Eu quero lá saber do Vieira, do Veiga e do Rangel pá! Se for preciso corre-se com essa gente toda do Benfica e para sempre. Estou-me perfeitamente nas tintas para eles e outros iguais. Vamos continuar todos num tom politicamente correcto? Vamos manter a passividade exasperante que afecta a grande maioria dos Benfiquistas?

Mas está tudo louco? Medo da secção de boxe? Dos guarda-costas? Então agora não se fala nas Assembleias porque alguém julga que os outros não sabem o que é uma ditadura? E depois põem-se na alheta à primeira oportunidade política que lhe surge no caminho?

E nós? Nós ficamos de braços cruzados enquanto isto tudo acontece? Impavidos e serenos a coberto de uns 83% plastificados por uns estatutos incongruentes e absolutistas?

Ditadura de opinião? Ditadura de silêncio? Abanar a cabeça como um chocalho para não ir contra a corrente vigente?

Benfica pá! Não me venham com mais tretas de eleições, de jogadores estrangeiros ao pontapé, de falsas intenções em apostar no jogador formado no Benfica, de promessas ocas ou vitórias inexistentes.

O segundo lugar é o primeiro dos últimos. Quando o Benfica ou os Benfiquistas afirmam que do mal o menos talvez ainda consigamos ir à liga dos Campeões, revoltam-se-me as entranhas e só me apetece começar à lambada. Ao fim da primeira jornada?

Mas que é isto?

E depois dizem-me que não tem condições de apoiar? Que não se sentem motivados para lutar? Que o Vieira é isto, que o Jesus é aquilo, que o Artur isto, que o Cardozo aquilo... Então eles são e nós não fazemos nada? Deixamos andar a coisa de braços cruzados sem reagir?

ONDE ESTÁ A MÍSTICA? ONDE ESTÁ A VONTADE DE VENCER? ONDE ESTÁ O APOIO INDEFECTÍVEL? ONDE ESTÁ O GRITO DE REVOLTA? ONDE ESTÁ A VONTADE DE MUDAR?

No próximo fim-de-semana apoiem. Façam o que quiserem mas apoiem. Entrem no estádio, encham o estádio, apoiem a equipa do princípio ao fim. No Benfica não há lugar para facções ou divisionismos enquanto existir uma vitória por alcançar.

E Pluribus Unum.

Só apoiando venceremos o próximo jogo. Entrar para não apoiar é dar todas as cartas ao adversário.

Depois do jogo façam o que quiserem. Partam a loiça toda, protestem, clamem pelo Benfica à Benfica. Façam-no porque a nossa voz terá de ser ouvida e não ignorada.

Mas o Benfica, esse o verdadeiro Benfica, tem de vir ao de cima em cada um de nós. Tem de sobressair acima das opiniões e das convicções pessoais de cada um.

Depois... Epá depois algo se terá de fazer para que o rumo se endireite. Vieira tem de sair? Jesus tem de sair? E depois? O Benfica morre por isso? A nossa responsabilidade de vencer sai diminuida com a mudança? Seremos menos Benfica sem este ou aquele?

Apoiem. Ganhemos o próximo jogo. Definamos as nossas prioridades com a vitória em mente. E depois, se não houver resultados positivos, se a incapacidade de mudar o rumo for inevitável, aí sim teremos de agir e guiar o Benfica para novos rumos.

O Benfica não é propriedade de ninguém mas pertence a todos. Mesmo que alguns agora nos digam que só eles é que são Benfiquistas.

Mas sabem o que eles são? São pequenos. Gente de pouco alcance. Que vive centrada no seu próprio umbigo. Autistas. Infelizes.

A hora é de responsabilidade primeiro. E depois saibamos ser exigentes com quem nos exige tanto e nos pede tanto em prol do Benfica. Menos que isso é sermos iguais a eles. Menos que isso é não sermos verdadeiros indefectíveis. É pertencermos à mediania que se instala e afastarmo-nos da excelência que nos deveria guindar ao sucesso.

Sintam o o clube pá. Apoiem. O Benfica não tem limites. O Benfiquismo não pode ter limites. Os Benfiquistas tem de compreender a sua importância para tudo o que é a vida do nosso clube. Assumam-se de uma vez por todas e clarifiquemos o que queremos para o nosso futuro trabalhando com todos sem excluir ninguém.

É nestas alturas, independentemente de gostar do A, B ou C que o Benfiquismo se eleva acima de qualquer outro ideal. Sejamos Benfica. Puro e duro. Até morrer como diz a canção.

VIVA O BENFICA PORRA!

27 comentários:

  1. Boa Noite Nunomaf

    Amigo...Depois de tanta revolta, li o teu brilhante artigo, e deixa-me que te diga, tens muita razão..talvez nos estejamos a precipitar, embora não nos tenham deixado margens para dúvidas, daí a revolta!!

    Com ou sem LFV e JJ apoiarei sempre o Benfica..mesmo que à distancia, com alguma magoa sim, estaria a mentir se dissesse que não, mas...



    Esperamos que melhores dias virão!!

    Só pergunto: Onde andam os bons jogadores da época passada??? é só isto!! ...Obrigado pelo brilhante artigo

    VIVA O BENFICA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço as suas palavras. Acredite que li e reli o texto antes de o publicar e a sua versão inicial era bastante mais cáustica. Segui o bom concelho que me foi dado por outra grande Benfiquista antes de publicar e resolvi rever algumas das palavras que usava pois não gosto de ser injusto com ninguém.

      Saudações Gloriosas

      Eliminar
    2. Os jogadores estão lá todos, os mesmos que empataram o primeiro jogo da época passada.

      Estamos na primeira jornada e quase toda a gente atirou a toalha ao chão!!

      Eliminar
  2. Jose Albuquerque22/08/13, 08:16

    Enormerrimo Nunomaf, Companheiro,

    Todos os Leitores d'OBELOVOAR sabem bem que, enquanto Benfiquistas, nos os dois nos encontramos nos antipodas e este teu texto (que tem paragrafos que eu aplaudo) e', apenas, mais uma prova disso mesmo.

    Nao vou comentar aquilo que nos opoe (sim, nao nos separa: coloca-nos em oposicao frontal), porque nao me parece ser um momento oportuno, mas, at'e pelo respeito Benfiquista que te tenho, quero que saibas que as copiei e vou guarder ... para melhor oportunidade.

    Entretanto, permite-me uma so' pergunta: importas-te de reproduzir, aqui mesmo, o Art. 80 dos Nossos Estatutos?

    Fico-te muito grato.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entrar numa análise mais detalhada acerca dos nossos actuais estatutos e do seu enquadramento legal não me parece oportuno nem irá ajudar a esclarecer o quer que seja neste momento. Tenho uma opinião bem formada acerca do que se pretendeu atingir quando os estatutos foram alterados e da forma como o foram. Estou a aguardar pacientemente pelos desenvolvimentos que julgo foram antecipadamente planeados e que deram origem ao texto estatutário que foi decidido submeter à aprovação da assembleia de 30 de Abril de 2010.

      Nada disto foi inocente e julgo que com o objectivo de que uma determinada data fosse salvaguardada para garantir estabilidade directiva e aparentemente uma sucessão que garantisse a manutenção do actual rumo do Benfica.

      Tenho de dar uma grande chapelada a quem quer que tenha sido o arquitecto dos actuais estatutos, pois blindou-os a futuras alterações quer por tempo (dentro do mandato de LFV parece-me que tal já não virá a acontecer), quer por exigências de vária ordem. O que acontecer em 2016 (ano das próximas eleições) dirá se todas as suposições que tenho feito (poderei explicar-lhas de forma directa em privado se assim o entender) se revelarão correctas e se o futuro do Benfica foi devidamente salvaguardado com estes estatutos. Se assim não for, então aí irei publicamente dizer tudo aquilo que penso e que aliás já tive oportunidade de discutir com algumas pessoas em privado com a salvaguarda do sigilo que lhes pedi.

      De todos os modos e quanto à sua referência directa ao artigo 80, se os estatutos não mencionassem a possibilidade de ser revistos, um prazo para tal e a forma como o fazer, não me parece que fossem aprovados. tenho a certeza que o José não o aceitaria e teno dúvidas que o nosso códivo Civil no capítulo que diz respeito às pessoas colectivas o permita, ou pelo menos que tal seja considerado váliso à luz do direito admnistrativo.

      Existe ainda o conceito de utilidade de pública que nos foi atribuído em 6 de Setembro de 1960 e que nos obriga também a respeitar o Decreto-Lei n.º 460/77 de 7 de Novembro e suas posteriores rectificações. Mas isto poderá ser falado noutra ocasião pois permitiria um post com outro teor pois existem factos curiosos que poderiam ser salientados em relação à atribuição do estatuto de utilidade pública aos clubes de futebol em Portugal.

      A sua referência ao artigo 80, é contudo incompleta, pois não me parece correcto olhar para esse artigo, sem olhar para a data de aprovação dos estatutos e também para o artigo 90. E a questão do número de anos de sócio necessários para se ser presidente ou pertencer aos corpos sociais também tem de ser escalpelizada para compreender todo o alcance e longevidade que estas datas pretenderam dar aos actuais estatutos.

      E já aqui não falo do ponto 2 do artigo 80 que com a redacção que tem, obriga a que assembleia extraordinária de revisão estatutaria, seja reunida com a maioria dos sócios efectivos. Ou seja, metade +1 num universo de sócios efectivos que eu muito sinceramente desconheço, mas que deverá certamente ser superior aos 20.000 e picos votantes das últimas eleições.

      Depois falamos se o José quiser pois como já lhe referi por várias ocasiões, nunca estive frontalmente contra si nem nos antípodas de quem quer que seja, como o José voltou a referir. Discordar é um coisa, estar contra é outra completamente diferente.

      Saudações Benfiquistas

      Eliminar
    2. Jose Albuquerque22/08/13, 12:35

      Enormerrimo Nunomaf, Companheiro,

      Fico satisfeito porque, apesar de nao teres cumprido o que te pedi (nao te agrada, especialmente neste momento, eu bem sei), demonstraste conhecer o texto do referido artigo, o que ja e' menos mau do que aquilo que eu admitia.

      Eu nao vou reler o teu texto, mas espero que ja o tenhas corrigido em tudo o que ele demonstra absoluto desconhecimento dos Estatutos (nomeadamente do Art. 80) e, sendo possivel, no que o contradiz.

      Quanto ao resto, Companheiro, prescindo dessas explicacoes pessoais (tens o meu endereco de correio, pelo que, se as quisesses ter dado, ja' o terias feito) e adianto-te, a ti e a todos os que pensam que podem "atacar" o Clube a partir de uma ou duas AG's, que o nao vao conseguir, nem de longe.

      Ficas a saber, portanto, que ha alguns (ahahahah) Companheiros teus que, tal como eu, pensam que as unicas AG's representativas sao as eleitorais, pelo menos ate' que as TIC's Nos permitam que uma AG Ordinaria possa ser acompanhada pelos Socios em qualquer parte do planeta e, claro, com direito aos seus votos.

      Se julgam que a vossa barreira sao 10 mil votos, desiludam-se!

      Aos Companheiros que tenham receio de poder vir a estar nas maos de algumas (poucas) centenas de Socios, de Lisboa e menos ocupados, podem ficar tranquilos: o Nosso Clube nunca mais sera' "gerido" de fora para dentro.

      Quanto a ti, Nunomaf, que recusaste o meu desafio para a discussao de um "Programa Eleitoral" ainda ha uma duzia de meses, chegando a confessar nunca em tal ter pensado, nao venhas, agora, vestir a pele que te nao cabe, ahahah (olha que nao cola, Companheiro) e fica a saber que me vais encontrar no outro lado da barricada, com muito Amor e muito Orgulho.

      Viva o Benfica!

      PS: fico contente por saber que, nas bancadas, poderemos estar "juntos".

      Eliminar
    3. Andamos outra vez às voltas ao assunto. Porque razão eu teria que lhe dar explicações sem as mesmas me serem pedidas? Acaso existe aqui alguma relação hierárquica entre nós?

      Então qual é a sua interpretação do artigo 80? Ou da leitura do artigo 90?

      Ou melhor, para o José quando é que os estatutos entraram em vigor? E porque razão foi decidio que apenas o sócio efectivo pode votar em assembleias de alteração estatutária?

      Existem sócios correspondentes com mais de 40 anos de filiação. Sei que uma amor de tão longa data devia ter sido fortificado em seu tempo (eu assim já o fiz pois não quero perder nenhum dos meus direitos enquanto sócio do Benfica), mas uma minoria não deveria ter decidido esta alteração da forma como o fez. Estava legalmente constituída a Assembleia? Dizem-me que sim. Mas isso não invalida o sentimento de traição que muitos hoje sentem ao aperceberem-se da enormidade que foi a revisão dos nossos estatutos.

      O José, falou do "Programa Eleitoral" como se eu me tivesse recusado a debater o assunto consigo em algum momento. A minha vida tem dado muitas voltas e como já deverá saber neste momento encontro-me em Angola. Por isso os nossos mail estão arquivados. Não esquecidos. E não são nada para aqui chamados.

      Já fiz aqui, tal como o José aliás, bastante serviço público de Benfiquismo. E as suas ideias são as suas ideias e não as usarei para ganhar qualquer tipo de protagonismo. Concordo consigo em muitos aspectos mas não concordo com a forma como sou por si tratado, pois eu nunca levei nada para o lado pessoal.

      Nunca o tratei como opositor pois sei que partilhamos a mesma doença, mas o José teima em querer fazer disto um assunto pessoal, por isso se é para me por definitivamente do outro lado da barricada informo que já o conseguiu.

      Quando o José enfrenta alguém que realmente está informado acerca de determinado assunto, começa a ser típica a sua tentativa de derivar a discussão para factos laterais numa tentativa de descredibilizar a pessoa com quem discute. E constantemente usa as conversas em privado tentando dar a entender que o outro, neste caso eu, terá algo a recear por serem revelados pequenos extractos das conversas que tivemos em privado.

      Nada mais errado companheiro. Nada mais errado mesmo. Eu não ando para aqui com o pé o preso por nada nem ninguém.

      Eu até podia agora fazer-lhe a deferência de lhe contar algumas coisas por mail, em privado, mas não o faço. Principalmente porque o José deixou de me inspirar confiança para lhe transmitir o que quer que seja.

      Veremos no fim que terá razão neste assunto todo. Estamos hà três anos a dormir à sombra da bananeira e a pensar que se não fizermos nada e nos deixarmos estar quietinhos, os outros quando forem novamente pentacampeões nos vão finalmente deixar ganhar mais um campeonato.

      Falar nestes assuntos não é mau. É doloroso, custa mas não é mau se disto tudo advier pelo menos o alerta que há muito deveria ter sido dado. Não por mim que sou uma gota de água num oceano de Benfiquistas, mas por quem como o José já vive isto há muito mais tempo do que eu e já fez boa parte do percurso desde a nascente até à foz.

      E se isto descambar, se as coisas não resultarem somos nós os mais novos que vamos ter de arcar com as consequências do silêncio, da conivência com o que se passa actualmente no Benfica.

      Um pouco à luz do que se passa com o nosso país onde toda uma geração (e para mim uma geração são 20-30 anos e não 1 como muitos pensam) se prepara para deixar como legado um mar de problemas, dívidas e incerteza quanto ao futuro.

      Eu não quero isso para o Benfica. Aguardo com ansiedade as palavras do nosso Presidente na próxima 6.ª feira. Não concordo com manifs e muito menos concordo com manifs em dias de jogo, mas também não aceito que Pedro Proença seja nomeado para ir dar palestras ao Benfica no Seixal ou no raio que o parta.

      O assunto dos estatutos não é oportuno e garanto-lhe que fica por aqui. Em 2016 veremos como vão ser as coisas.

      Eliminar
    4. Enormerrimo Nunomaf, Companheiro,

      Escrevo-te apenas para que saibas que li este teu ultimo comentario, mas nao te vou responder: seria "infertil".

      Se estas em Angola, da' um beijo meu 'a Baia de Luanda e outro ao Mossulo.
      Se fores para sul, fica a saber que eu sou do Lubango (vai visitor, olha que vale bem a pena), "xicoronho" e "branco de segunda", Benfiquista, mais que vaidoso (talvez "vaitreze", ahahah)

      Viva o Benfica!
      (Jose Albuquerque)

      Eliminar
    5. Estive no Lunda este fim-de-semana. Não consegui ainda ver grande coisa pois o trabalho é muito. Isto é um país enorme com um potencial enorme que vai dar que falar assim que conseguirem habituar este pessoal a trabalhar.

      Estou a morar perto de Benfica e já tenho bilhete para assistir ao próximo jogo do Benfica de Luanda. :D

      Eliminar
    6. Ainda guardo com deleite, o meu cartão de sócio do Benfica de Luanda e com a cota de Agosto de 1975.
      Está na minha secção de tesouros.

      Eliminar
    7. Tenho saudades de ver camisolas bem vermelhas com o nosso símbolo no relvado. Ou pelado. Ou em qualquer lugar.

      Eliminar
  3. Isto sim é falar à Benfica

    Texto de elevada qualidade e amor benfiquista. Fiquei mais forte ao deliciar-me nesta leitura que aplaudo de pé.

    Viva o Benfica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado cara Maria,

      Cumprimentos desde Angola

      Eliminar
  4. Um texto muito bem elaborado que devia ser lido por todos os benfdiquistas.

    Noutro contexto o que me dizem a isto:

    Proença deu aula aos jogadores

    FOI AO SEIXAL EXPLICAR ALTERAÇÕES ÀS LEIS DE JOGO


    O quotidiano dos jogadores do Benfica no Seixal foi ontem de manhã interrompido pela presença do árbitro internacional Pedro Proença. Não se tratou de uma visita de cortesia, obviamente, mas de uma questão oficial. É que os encarnados tinham pedido ao Conselho de Arbitragem para indicar alguém para ensinar ao grupo de trabalho as mais recentes alterações às leis de jogo, que se encontram em vigor desde o início da corrente temporada.

    E o lisboeta foi o escolhido, fazendo-se acompanhar do assistente internacional Tiago Trigo. Houve lugar à visualização de alguns vídeos e explicadas com insistência situações como as modificações em relação ao fora-de-jogo ou a mão na bola, além de outros esclarecimentos considerados importantes para um jogador de futebol.

    A sessão decorreu com a maior normalidade, com muita curiosidade da parte dos elementos que compõem o plantel. Nada como uma nova temporada para sanar eventuais divergências entre clube e árbitro, ainda por cima tratando-se do mais reputado juiz nacional, que terá presença assegurada no próximo Campeonato do Mundo.

    Esta visita de Pedro Proença ao Seixal surge na sequência de uma iniciativa do Conselho de Arbitragem que, depois de ter promovido reuniões com os treinadores, colocou-se à disposição dos clubes para iniciativas como a que ontem decorreu. Houve muitos interessados e vários árbitros internacionais envolvidos.
    ////////////////

    Acham isto normal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nome completo Júlio César Soares de Espíndola
      Data de nasc. 3 de Setembro de 1979 (33 anos)
      Local de nasc. Duque de Caxias (RJ), Brasil
      Nacionalidade Brasil
      Altura 1,86 m1
      Pé Canhoto


      Se calhar será (ou seria...) uma boa contratação, mesmo olhando a que já tem 33 anos de idade

      Eliminar
  5. superaguia190422/08/13, 10:24

    Não há pachorra para gente parva.

    Então a alteração dos estatutos seria para abrir o Benfica aos sócios? Para depois qualificar os sócios que elegeram esta Direcção (nas eleições mais concorridas de sempre), como "uns 83% plastificados"?

    Não há pachorra para gente parva.

    "Depois do jogo façam o que quiserem. Partam a loiça toda, protestem..", será isto ser Benfiquista, apoiar ou ser responsável?

    Não há pachorra para gente parva.

    Como disse Joseph Lemos "Tenham vergonha petardeiros, da vossa própria hipócrisia, da vossa própria cobardia e não digam a ninguém que são benfiquistas. Não o digam. o Benfiquista não destrói, não é vilão, cobarde, ladrão ou oportunista. O Benfiquista sofre mas acredita, constrói, apoia."

    Não há pachorra para ti, nunomaf.

    FORÇA BENFICA!
    E PLURIBUS UNUM!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mário Ventura22/08/13, 10:59

      superaguia1904

      Mesmo discordando acha necessário chamar parvos aos benfiquistas ou ao nuno maf?

      É você o único benfiquista esperto querem ver?

      Não há pachorra é para o aturar a si seu mal educado

      Eliminar
    2. superaguia190422/08/13, 11:22

      A iliteracia é tramada. O Sr. Mário Ventura faça o favor de reler o texto do nunomaf e veja quem é que insulta os Benfiquistas e desrespeita o Benfica...

      Façam todos o favor de perceber que, como diz O Marinho Neves, o "sistema nunca irá perdoar a LFV ter acabado com a SporTV" e que "há moços de recado a acenderem rastilho para que a bomba rebenta".

      Pois os Benfiquistas não são parvos e vão dizer PRESENTE, tal como disseram em Outubro passado: Não há hipótese a oportunistas nem a rapazolas tachistas, que lhes fazem estes fretes. E volto a repetir "Tenham vergonha petardeiros, da vossa própria hipócrisia, da vossa própria cobardia e não digam a ninguém que são benfiquistas. Não o digam. o Benfiquista não destrói, não é vilão, cobarde, ladrão ou oportunista. O Benfiquista sofre mas acredita, constrói, apoia" (Joseph Lemos)


      FORÇA BENFICA!
      E PLURIBUS UNUM!

      Eliminar
    3. Risível meu caro. Risível.

      Eu andava com dúvidas para saber de onde V.Exa teria vindo. Mas vendo as suas citações está tudo explicado.

      Mais uma vez lhe digo o que já lhe disse uma vez. Seja inteligente e não apenas esperto. O seu contributo neste blogue passa a ficar sem a minha resposta, pois o senhor passou a ser para mim um ignoro.

      E já que estamos numa de citações:

      "A minha força está no meu caráter, na minha firmeza e na minha paixão. Ou eu amo ou ignoro. Sempre fui assim, de dentro para fora. Tu podes-me dizer o que quiseres, quando quiseres, podes ofender e barafustar. Se eu não te amar nem sequer percebo que é comigo."

      Eliminar
  6. Mário Ventura22/08/13, 12:58

    superaguia1904

    Não vales nada. Sendo quem és ( Joseph Lemos) e vindo de onde vens, não se podia esperar outra coisa
    Trata-te enquanto consegues ter alguma hipótese de cura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, sr. Ventura, não sou o Joseph Lemos, nem sei como deduziu isso ou o que pretende insinuar com tal.

      Quanto ao resto, passe bem.





      Eliminar
  7. BOA TARDE BENFIQUISTAS.....BOA TARDE GRANDE Nunomaf!!

    Muitos parabéns ao grande artigo que aqui postou...

    Para mim considero uma lição "de vida" Gostei muito de ler, depois de reler novamente parece que me senti mais leve...Realmente vamos cortar os pulsos logo na primeira jornada??? ...Claro, temos motivos para estarmos tristes e desiludidos, mas, que caraças... começou agora, vamos lá arrebitar... vamos apoiar, vamos gritar, vamos mostrar o desagrado se necessário... claro vão chamar-me doida, mas, continuo a ser a mesma Benfiquista, ganhando ou perdendo...Só tem um diferença...é que quando ganhamos ando muito mais feliz...

    Muito mais havia a dizer sobre este maravilhoso artigo, mas deixo para os entendidos...
    Apenas lamento certas pessoas que aqui entram, só para largar besteitas!

    Um Abraço
    VIVA O BENFICA!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande Cidália,

      Um beijo grande. Fraterno pois bem :)

      Eliminar
  8. Bom post Nunomaf. Tem muito substrato e dá que pensar.

    ResponderEliminar
  9. Em virtude de comportamentos menos próprios, nem parecendo de benfiquistas, foram retirados, temporariamente, os comentários anónimos
    Quem quiser comentar, e o blogue agradece, é só registar-se através de mail

    Obrigado pela compreensão

    Viva o Benfica

    ResponderEliminar
  10. "Sintam o o clube pá. Apoiem. O Benfica não tem limites. O Benfiquismo não pode ter limites. Os Benfiquistas tem de compreender a sua importância para tudo o que é a vida do nosso clube."

    Ora aí está Caro nunomaf, é por isso que eu me debato e me criticam, apelidam-me de vieirista e outras coisas mais quando aquilo que eu digo é somente que temos de apoiar o Benfica, o assunto direção é para ser tratado nos locais apropriados....

    O texto está excelente parabéns!!!!

    ResponderEliminar
  11. Se querem saber quantos penaltis e expulsões o Pedro Proença já marcou a favor ao Porto ou Benfica e a sua influência na alteração da pontuação final, consultem o resumo de arbitragens por clubes nos últimos 5 anos no blog:
    http://influenciaarbitral.blogspot.pt

    o critério utilizado neste blog para determinar de uma forma objetiva a influência das decisões arbitrais relevantes (penalti ou expulsão) na repartição final dos pontos, classificou-se todos os pontos acrescentados diretamente por um último golo de penalti ou após uma expulsão, como pontos acrescentados com influência arbitral.
    Nos últimos 5 anos o Porto já beneficiou de 12 decisões arbitrais favoráveis nos 13 jogos arbitrados pelo Pedro Proença, aproveitando para melhorar o seu desempenho desportivo em 7 pontos acrescentados através de um último golo de penalti ou após uma expulsão do adversário. Pelo contrário nos 11 jogos do Benfica que o Pedro Proença arbitrou nas últimas 5 épocas, em consequência de penaltis e expulsões contra o Benfica acabou por sofrer golos que o obrigaram diminuir o seu rendimento desportivo em (-3) pontos. Aliás com o Pedro Proença, o Benfica só tem 39% de aproveitamento dos pontos em disputa nesses 11 jogos, quando em média nos últimos 150 jogos arbitrados por todos os árbitros teve um aproveitamento de 76,4% dos pontos em disputa.

    http://influenciaarbitral.blogspot.pt/search/label/Resumo%20de%20arbitragens%20por%20clube%20%285%20%C3%A9pocas%29

    ResponderEliminar

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...