quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Insultos



Perder as estribeiras acontece até ao mais pacato e calmo dos cidadãos.

Seja de que forma for e em qualquer situação em que se percam as ditas, a razão que o insultador normalmente julgar ser-lhe inata, facilmente se perde pois diz-se quase sempre o que se queria dizer mas da forma que não se devia.

Há quem se vicie neste prazer do insulto e depois vá perdendo qualidade na sua lógica insultadora caindo na brejeirice e nas expressões sem sentido, que normalmente deixam o insultado com aquela cara "wtf???"... (espero que não se importem de eu usar estes termos mais "facebuquianos" mas na minha ideia para participarmos num blog temos de "entrar na onda" e sermos "cool" para que até os mais novos nos entendam).

Todos nós alguma vez na vida já tivemos vontade de explodir em impropérios porque algo ou alguém nos fez perder a calma ao ponto de lhes querermos tanto bem como eu, no meu caso pessoal, quero por exemplo a alguns elementos que tiveram a honra de passar pela Gloriosa Instituição de que sou o associado n.º 42424, para depois desonrar vergonhosamente o nosso Grandioso Benfica.

A verdade é que o insulto rápido ou a pronto (e para perceberem a expressão "a pronto" podia dar-vos como exemplo alguns negócios dos meandros do futebol que nos insultam a todos nós como Portugueses) é algo que para resultar, requer especialização e também alguma pesquisa, bem como a prática necessária para que o insultador consiga do insultado a também já familiar expressão "com essa é que já me lixaste..."

Apenas aqueles que já viram um bom insulto acertar na mouche e criar total desconforto no insultado é que percebem a expressão que usei acima e sabem bem o quão prazenteiro ou desagradável tal pode ser, dependo da ponta do insulto onde se encontrem.

É certo também, que qualquer prazer ou desprazer que um insulto cause é efémero, volátil e apenas um paliativo que não resolve nenhum problema e apenas nos proporciona a momentânea ilusão de estarmos por cima de algo ou alguém quando na realidade nos encontramos bem abaixo do nível civilizacional que a todos nos assiste.

Sei por experiência própria como se sente uma pessoa quando é insultada e também quando insulta. Tudo o que escrevi acima é baseado na minha vida e em várias situações possíveis e imaginárias em que tive a oportunidade de "partir a loiça toda" ou acabei por "pôr o pé na poça".

Eu entendo que para insultar é necessária convicção, uma boa dose de loucura mas também muita cultura.

"Espera! Para lá..! Cultura??? Do que é este gajo está a falar?"

Pois... cultura... Como penso que já vos disse um pouco mais atrás neste texto, insultar alguém com qualidade é uma arte. E, nos tempos que correm, com tanto mastim atrás das canelas do Benfica, parece-me a mim importante (senão transcendental) que todos possam ser cultivados na arte do insulto.

Para finalizar e para cumprir o objectivo deste texto, deixo-vos a recomendação de lerem a obra de Sérgio Luís de Carvalho (ver link no final da página), "Dicionários de Insultos - A estranha origem e a bizarra história dos insultos Portugueses". Prometo que não se vão arrepender.

Vamos até fazer um pequeno suponhamos...

Imaginem que eu era um dos entrevistadores do Talisca (vade retro!) no final do jogo com o "bechictas" (para citar o gajo do microfone da transmissão televisiva) e que por acaso, apenas por acaso é claro, até sabia da questão contratual do empréstimo do jovem Brasileiro de perna fina...

Já imaginaram? Então vamos à conversa (para clarificar T é de Talisca e A de avençado):

T - O Benfica me destratrou. Pagou a toda a gente menos a mim e logo no mês em que nasceu minha filha... Pouca vergonha!

A - Ó Deus meu, se o reino dos Céus é dos pobres de espírito eu estou no paraíso...

T - Isso aí mê irmão. Amen! Pai Todo Poderoso!

A - Ó Talisca olha que eu não sou religioso... Eu estava a querer dizer que te estava a ver a careca...

T - Bonita nê? Fiz na Vivianne. É Vivianne com dois n viu? Não vai na outra não. Essa da esquina do Leblon tira até teu escalpe...

A - Eheh, faz lembrar alguns dos cabeleireiros que nos governam aqui na Tuga...

T - Uai? Na Tuga tem cabeleireiro na política?

A - Qual é o espanto? No Brasil não tem palhaço na política e no futebol também?

T - Ahahahah! O Tiriririca nê? Mais palhaço no futebol? Conheço não... Quem?

A - Talisca... Não tem espelho em casa?

T - Gente! Que curiosidade mê irmão! Tem sim senhor! Como cê tá sabendo disso? Até que comprei um bem novinho assim que cheguei na Turquia... Novo salário... Você sabe nê....

A - Ui então não sei... Sei, mas isso não vende jornal, não dá audiência nem põe pão na boca dos meus filhos.

T - É isso aí. O mundo tá cheio de ingrato.

A - Assim como os teus colegas de equipa não é?

T - Isso. Eu nunca quis deixar o Benfica. Bom demais aqui.

A - Mas muitos dos seus colegas disseram que o Talisca era uma boa aventesma...

T - Lógico. Eles me conhece. Sou bom de aventesma ou dji trivela... Posso cobrar falta até de perna trocada. Minha mãe diz sempre que eu bato bem porque até de cabeça bati quando ela me pariu.

A - Pois... Mas olha que os adeptos até ficaram contentes por regressares à Luz. Até te bateram palmas...

T - Mê irmão eles sabe reconhecer quem ama este club. Eu nunca tive ideia de sair djo Benfica.

A - Sério? Mas a verdade é que para muitos o Talisca era o melhor aquecedor de banco que o Benfica tinha.

T - Ah... Num sei nada disso não. Não percebo nada desse negócio de aquecedor de banco. Uis banco do Benfica até que já tão bem quentinho quando nóis vai pra sentar nelis.

A - Pois... É muita experiência acumulada... O que sentiu o Talisca ao assinar por um clube como o Bejicas?

T - Oi? Tá me ofendendo?

A - Não pá... O Bejicas? O teu actual clube... Não assinaste contrato?

T - Tá doido? Assinar contrato? Eu num sei nada não disso de assinar contrato... Espera que vou mandar SMS e perguntar pró Jesuis... Ele sabe tudo e dá conselho. Jesuis é meu Pai.

A - Opa... Afinal sempre era verdade que o Talisca era o bufo que andava pelo balneário do Benfica...

T - Qué isso aí cara? Eu não sou de bufas não... Se alguém empestava balneário era o Jesuis pois tirava sempre o sapato quando entrava no clube para não gastar sola. Tadinho, dava pena sabe... Meia rota... sapato roto... Sem grana para levar pra casa... Assim como eu né?

A - É... Dá Deus nozes a quem não tem dentes...

T - Deus é grande!!! Pai Todo Poderoso! Amen!

A - Santa Ignorância... *facepalm*


Fiquem bem... Fiquem BENFICA!

PS: Peço desculpa aos Brasileiros pela minha torpe tentativa de imitar o vosso peculiar sotaque. Devo ter sido tão ignóbil quanto um Zuca quando tentar imitar o sotaque de um Tuga... lol


À venda na FNAC:

http://www.fnac.pt/Dicionario-de-Insultos-Sergio-Luis-de-Carvalho/a753474







8 comentários:

  1. Um merdas de um mentiroso e vingativo sem personalidade que preste, é o que este palerma é.

    ResponderEliminar
  2. Um texto fabuloso, parabéns ao seu autor.
    Que se lixe o Talisca, VIVA O BENFICA.

    ResponderEliminar
  3. O contrato de empréstimo de Talisca mostra que o Benfica não tem qualquer dívida ao jogador. O brasileiro revelou que as águias não lhe pagaram salário de julho, mas o acordo de empréstimo ao Besiktas iliba o clube da Luz do pagamento de qualquer verba.

    O ponto 13 do documento, assinado a 21 de agosto pelos dois clubes e pelo próprio Talisca, deixa tudo bem claro.

    "Com a assinatura do presente acordo, o jogador dá o seu total consentimento a todos os termos e condições aqui expressos e declara que não tem qualquer montante a receber ou a reclamar do Benfica relacionado com a época completa 2016/17 (para evitar qualquer dúvida, o Benfica não terá de pagar ao jogador qualquer montante relativo ao período de 1 de julho de 2016 a 30 de junho de 2017)."
    .
    Limpinho, limpinho, limpinho... como diria o mestre da táctica...

    ResponderEliminar
  4. É importante recordar que o mentiroso ao receber o mês de JULHO na sua nova entidade patronal,recebeu o DOBRO do que teria recebido se tivesse sido pago pelo SLB !

    ResponderEliminar
  5. Talisca, na minha opinião, não vai vestir mais a camisola do Benfica. Um homem INGRATO e mau carácter.

    Texto fabuloso fazendo do humor uma coisa muita séria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vai vestir o Manto Sagrado, vai de empréstimo a empréstimo mas...não vamos ganhar mais nada com ele...

      O que diz o Talisca, nota-se bem qual o grau de inteligência que vai pela cabeça daqueles a quem nós apelidamos de ídolos. O Talisca é um analfabeto...nem sequer sabe interpretar o que assinou.

      Eliminar
  6. "O que diz o Talisca, nota-se bem qual o grau de inteligência que vai pela cabeça daqueles a quem nós apelidamos de ídolos. O Talisca é um analfabeto...nem sequer sabe interpretar o que assinou."
    Onde se diz "Talisca" leia-se "condenado vieira" e a coisa fica bem mais real.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mééééééé.
      Anónimo carneiro,méééééééééééméééé´..........

      Eliminar

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...