quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

TRAGÉDIA: - PARA ONDE CAMINHAS FUTEBOL !!!!!

Infelizmente em todo o Mundo a violência invadiu o futebol. O fanatismo atingiu limites incríveis e insustentáveis onde se mata o semelhante como se mata uma peste daninha.
O respeito entre os adeptos, não existe mais na maioria das claques e/ou uma grande parte de apoiantes dos clubes.
Claro que não existe regra sem excepção. Infelizmente a excepção já é a regra.
Temos inúmeros exemplos do que acabo de escrever.
Vou reportar-me ao que aconteceu ontem num jogo de futebol entre o Al-Ahli, clube treinado pelo português Manuel José, e o Al Masry, realizado no Egipto, o qual terminou, da mais vil forma, com violentos confrontos entre os adeptos que terminou com mais de 74 mortos confirmados e centenas de feridos.

O jogo realizou-se no campo do Al-Marsry, sendo os adeptos deste clube quem invadiu o campo, agredindo jogadores, técnico e apoiantes do Al-Ahly, gerando um clima de autêntico TERROR, onde a vida de cada um de nada valia.

Dir-me-ão que foi um caso esporádico. Na minha opinião não foi. Há muito tempo que embora escondido no nosso subconsciente se espera uma tragédia destas. Foi no Egipto, como poderia ter sido em Portugal, ou noutro País qualquer.
Imaginemos um jogo de futebol entre o Benfica e o Porto.
Metam pouca Policia no recinto, haja um ou outro lance duvidoso que prejudique uma das equipas, haja um empurrão como rastilho e vão ver se não acontece a tragédia.

Não me refiro a incidentes como aquele que, infelizmente, matou um apoiante do Sporting numa final da Taça de Portugal, atingido por um very-ligt. Reporto-me a violência como aquela que vimos via tv no Egipto.
Ainda à pouco tempo adeptos do Sporting incendiaram uma das bancadas do Estádio da Luz. Não houvesse tanta Policia no local e viriam o que tinha acontecido.
Mesmo assim e peço desculpa a quem seja do Norte, parece-me que os apoiantes do Porto, são os mais violentos.

Nem quero pensar o que seria o Benfica ir jogar ao Porto, ganhar o jogo com um golo como existem tantos outros, validado quando o não deveria ser, e sagrar-se campeão.
Nem quero sequer pensar nisso.
Imaginem por exemplo que o Benfica é campeão, como todos os benfiquistas anseiam. Será que os benfiquistas do Porto, e são milhares, podem festejar o titulo na Avª dos Aliados, naquela cidade? Não, não podem. Já tivemos esse exemplo.
Pergunto porquê? Não é a Avª dos Aliados uma Avª de Portugal?
Se calhar se o Porto for campeão em Lisboa e os seus adeptos forem festejar para o Marquês de Pombal, acontecem os mesmos confrontos. Mas porquê? Não faz sentido num País de direito, livre, que estas coisas aconteçam, pondo-se o ódio clubista acima da própria vida humana.

A TRAGÉDIA ocorrida no Egipto deveria fazer parar o Mundo desportivo, fazê-lo pensar e fazer algo que parasse a onda de violência, tanto verbal, como fisica, que actualmente gira em torno do desporto.
Ontem morreram muitos inocentes. Pessoas que apenas foram ver um jogo de futebol. Outros estão feridos. Manuel José é um dos feridos. Foi agredido, maltratado, violentado na sua honra e dignidade.
Haverá alguma coisa que valha esse sofrimento ???

Para onde caminhas futebol !!!!!!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...