sábado, 14 de janeiro de 2012

BENFICA - V. SETÚBAL ... 15ª JORNADA

Benfica 4 * 1 V. Setúbal
.
Local: Estádio da Luz - Lisboa
Árbitro: Helder Malheiro (AF Lisboa)
Árbitros Assistentes: Paulo Ramos ... Rui Silva

Transmissão: Sporttv1

Espectadores: 56 195 ... Simplesmente Fantástico

Constituição das equipas:

BENFICA: Artur; Maxi, Luisão, Jardel, Emerson; Bruno César, Witsel, Matic, Nolito; Rodrigo e Cardozo.
Suplentes: Eduardo, Luís Martins, Miguel Vítor, André Almeida, Nélson Oliveira, Saviola, Gaitán

Marcaram: Nolito, 24m ; Óscar Cardozo 33m, 44m, Matic 71m

V. SETÚBAL: Diego; Ney Santos, Ricardo Silva, Anderson do Ó, Igor; Neca, Tengarrinha, Bruno Amaro; Jorge Gonçalves, Rafael Lopes e Bruno Gallo.
Suplentes: Matos, Hugo Leal, João Silva, Graça, Pitbull, Kiko e Gonçalo Dias

Marcou: Neca 6m ( Ou seria Auto Golo de Luisão... de cabeça ??? ...)

Garay e Aimar, não jogam por se encontrarem lesionados.
Javi Garcia, não joga por se encontrar castigado.

Jogam nos seus lugares, Jardel, Bruno César e Matic, respectivamente.

NOTAS Soltas:
- O Benfica não acabava uma primeira volta invicto, há 28 anos.
- Não acabava a 1.ª volta em 1.º lugar, há 18 anos.
--------

Uma 1.ª parte totalmente dominada pelo Benfica. Grande exibição do Glorioso.

O V. Setúbal marcou o golo aos 6 minutos. Remate de Neca, a bola embate na cabeça de Luisão, e trai o nosso guarda-redes Artur, entrando na baliza.
Foi um golo a frio, digamos que, caído de Céu. "Balde" de água gelada na Luz.
Momentos antes tinha o Benfica, através de Rodrigo, tido uma oportunidade flagrante de golo. Não marcámos e acabámos por sofrer o golo num lance infeliz do Luisão.
Quando aos 24 minutos Nolito marcou o golo do empate, já veio tardio. Há muito que o merecíamos.
A partir daí aumentámos o nosso caudal ofensivo, quiçá arte de bem jogar, massacrando totalmente a equipa do Vitória de Setúbal.
Valeu-lhes alguma sorte e uma grande exibição do seu guarda-redes Diego, que fez duas ou três enormes defesas.
Aos 33 e 44 minutos, apareceu o nosso marcador-mor, Óscar Cardozo. Marcou dois golos de enorme categoria, com remates só ao alcance dos predestinados.
Ambos culminaram com jogadas de elevado recorte técnico por parte dos jogadores do Benfica, os quais, actuando em perfeito harmónio, qual Carrocel, em triangulações perfeitas, deliciavam que assistia ao jogo in-loco, ou através da TV.
Neca ainda assustou ao rematar ao poste da baliza de Artur. No entanto coube-lhe a ele também ter tirado sobre a linha de golo a bola, que se encaminhava para a baliza, após remate de Óscar Cardozo.

Uma 2.ª parte um pouco diferente que aquilo que havia sido a 1.ª. O Benfica baixou o ritmo embora sempre dono do controlo do jogo não dando azo a que a aguerrida equipa do Setúbal pensasse sequer em empatar.
Quando Matic, aos 71m, a centro de Gaitán, marca de cabeça o 4.º golo, o Benfica relaxou um pouco permitindo que existissem alguns erros de concentração na nossa defesa que nos poderiam ter custado um golo ou outro.
Aos 85 minutos o árbitro que havia permitido algumas entradas violentas aos jogadores do Setúbal e nem amarelo havia mostrado, não teve pejo nenhum em mostrar o 2.º amarelo - já o 1.º é discutível - e expulsar Óscar Cardozo, quando esse, saltou por cima do guarda-redes Diego, do V. Setúbal. Enfim... critérios.

Continuamos na frente e a jogar bom futebol

VIVA O BENFICA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...