segunda-feira, 29 de Setembro de 2014

Leverkusen...Bruno Varela será o titular???


Na próxima Quarta-Feira, pelas 19H45, o Benfica vai jogar com o Bayer Leverkusen – Alemanha, para a Champions League. Sabemos o quanto são complicados os jogos com os alemães, não se esperando que este fuja à regra.

Ambos os clubes perderam o 1.º jogo. O Benfica no Estádio da Luz com o Zenit, e os alemães no Mónaco, contra a equipa local com o mesmo nome.
Jogando agora na Alemanha a tarefa do Benfica não se afigura fácil. A verdade é que não podemos perder porque se tal acontecer até a Liga Europa pode estar em risco.

Jorge Jesus, já disse que, o campeonato nacional está em primeiro lugar nas intenções de conquista por parte da equipa e só depois virá a Champions League ou outra competição qualquer. Concordo com ele sem qualquer objecção.
No entanto, tenho a certeza absoluta que o pensamento dos jogadores do Glorioso é apenas um: VENCER, todas as competições em que estão inseridos.

Sofre a equipa do Benfica alguns problemas no que concerne à posição de guarda-redes. Júlio César e Paulo Lopes estão lesionados. Artur Moraes está castigado.

Assim sendo, e caso Júlio César não recupere, será o jovem internacional português sub/21 a jogar a titular, tendo como suplente, outro jovem da equipa B, Miguel Santos.

Bruno Varela é um jovem guarda-redes em que os benfiquistas confiam. Reservam-lhe um futuro risonho, pois acreditam nas suas qualidades, carácter vencedor, trabalhador nato, forte vontade de vencer, na profissão sempre difícil e exigente como, sabemos, é o futebol.

Acredito que o Júlio Césas, jogador muito mais experiente, acabará por recuperar e jogar. Mas se tal não acontecer, Bruno Varela saberá dar conta do recado, embora saibamos que os primeiros 10 minutos, possa tremer como varas verdes. 

Decerto que terá nos seus companheiros a "trave" onde se poderá encostar e a "fonte" onde poderá e deverá “beber” os conselhos e ensinamentos que o farão perder a nervosite própria do momento e acabará por fazer uma exibição à altura que a todos nós satisfará. Eu confio no Bruno Varela. 

Acredito até, que Jorge Jesus fará algumas mexidas no onze que irá alinhar de inicio, considerando o que já disse sobre as suas prioridades para esta época.

O que pensam os benfiquistas sobre os factos em apreço?
.

domingo, 28 de Setembro de 2014

Benfica:- Três "relâmpagos" iluminaram os Céus....

Após o empate ocorrido entre lagartos e dragões no jogo de Sexta-Feira ali para os lados do Campo Grande em Lisboa, ficou aberto o caminho para que o LÍDER do campeonato, Sport Lisboa e Benfica, ampliasse a sua vantagem em relação a esses dois seus adversários. 

Diziam as entidades meteorológicas que se aproximava um fim de semana chuvoso, quiçá composto por relâmpagos e trovoada

O Benfica jogava no Estoril. Reza a história que o Glorioso não teria grandes problemas em vencer no Estádio Coimbra da Mota, olhando a que a última vez que o Estoril ganhou ao Benfica foi na década de 40 ainda eu não sabia o que era a luz do Sol.
Só que o presente não se faz do passado embora seja com esse que fazemos comparações.

Entrou o Benfica no jogo, super confiante, a pressionar em toda a largura do campo, acontecendo que o Estoril sentiu passar por si uma autêntica “trovoada”, pelo que, aos sete(7) minutos já dois relâmpagos de Luz, iluminavam as cores benfiquistas.

Talisma o homem que fez soltar a faísca que, ao contrário do que normalmente acontece nas noites de dilúvio, desta vez nos encheu de alegria e boa disposição.

Esta tempestade de futebol arrasador, para bem do Estoril, abrandou o ritmo, dando assim descanso aos “Bombeiros” da linha que, com maior ou menor custo, lá foram socorrendo uma ou outra chamada de maior aflição, e assim, sossegar um pouco a névoa chuvosa que pairava sobre o Estádio e os adeptos canarinhos.

A felicidade de seis milhões de benfiquistas contrastava com a tristeza de cerca de quatro ou cinco milhões que, por desgraça ou distracção da Boaventura - ou até por erro de consciência lhes ensinaram a ... - nasceram de outras cores.

Sabemos como os benfiquistas são solidários. Por vezes até com alguma sórdida capacidade de poder gerar "corridas desenfreadas" a postos de Urgência, a fim de poderem colocar ligaduras nas mãos feridas de tanto as esfregarem uma na outra.

Quando a "tempestade atacante" amainou, eis que, vindos do nada, surgiram nos céus da incredulidade, dois "trovões", um aos 36 e outro aos 53 minutos, totalmente inesperados, que fizeram mossa na acalmia benfiquista, mas por outro lado, muitas mãos feriram, e muitos pés foram torcidos, através de saltos de cadeira ou de bancada, e não estou a falar propriamente do Estádio do Estoril, mas mais ali para os lados do Campo Grande e da zona centralizada da bonita e airosa cidade do  Porto, que por maldade do destino, dá guarida aquele clube conhecido pelo clube dos rebuçadinhos, café com leite, e fruta para dormir. Coisas menores para muitos, vergonhosas para muitos mais.

Alguns saltavam à chuva dizendo inclusive que a “tempestade” vinha a caminho do Estádio da Luz, qual viagem em silêncio, na metamorfose entre essa luz feita relâmpago e a trovoada. Faltava LIMAR alguma coisa.

Os jogadores do Benfica sabiam disso mas também sabiam que, caso surgisse mais um "trovão" para os lados da baliza do Estoril, muitos ( embora poucos na qualidade…) verdes e azuis, seriam atingidos pela força misteriosa do “Estrala o Trovão” e poderiam encher os hospitais que por infelicidade de saúde – que muito respeito - já se encontram tão lotados. A tal mania da solidariedade.

Mas LIMA estava descontente e nada solidário. Os "trovões", ou a falta deles, estavam a incomodá-lo. Preferia os raios de LUZ emanada pelos "relâmpagos".

Assim sendo, decidiu aos 70 minutos, ocorrer a um lançamento sereno, qual chuva miudinha, do Derley, e dar um toque na bola, desviando-lhe o caminho na direcção certa, qual reza dos crentes, fazendo com que surgisse nos Céus da Glória e da Luz, um novo "rebombar" de alegria para todos aqueles que vivem na felicidade da cor vermelha que é a cor do sangue dos puros.

A partir daí até deu dó ver tantas mãos feridas e tantos ares de desgosto, olhos encharcados, que ainda hoje não sei se, eram lágrimas de descontentamento ou água da chuva, trazida por três "trovões" lançados no ar, em obediência a essa força da natureza, que são os relâmpagos vermelhos, que fizeram abrir os Céus, de esplendorosa LUZ, quais faíscas de beleza, alegria e felicidade, iluminando os Céus de Portugal e do Mundo.

Viva o Benfica e todos os seus heróis.
.

sábado, 27 de Setembro de 2014

Estoril vs Benfica ( Liga Portugal - 6ª jornada )

Estoril  2 * 3  Benfica
.
Árbitro: Vasco Santos ( AF Porto )
Árbitros assistentes: Alexandre Freitas * Bruno Trindade
Árbitro ( 4.º ):João Malheiro Pinto
Observador: Carlos Coelho
Delegados: Albertino Galvão * Pedro Murcela

Transmissão: Sporttv1

Constituição das equipas:

ESTORIL: Kieszek; Mano, Yohan Tavares, Bruno Miguel, Ruben Fernandes; Filipe Gonçalves e Diogo Amado; Sebá, Cabrera e Kuca; Kleber
Suplentes: Vágner, Anderson Luís, Bruno Nascimento, Babanco, Balboa, Tozé e Bruno Lopes.

Marcaram: Diogo Amado, 36 m, Kléber 53m

BENFICA: Artur; Maxi, Luisão, Jardel, Eliseu; Salvio, Samaris, Enzo, Gaitán; Talisca e Lima.
Suplentes: Bruno Varela, Lisandro López, André Almeida, Ola John, Nélson Oliveira, Derley e Cristante

Marcaram: Talisca, 3m, 7 m: Lima 70m

Estou feliz com mais uma grande vitória do Benfica... e não escrevo mais nada

Benfica...rumo ao 34º título.
.

E eu estou arrepiado...

CARREGA BENFICA!!!!!!!!!!!!!!!!



Ah! Ganda Panão!

VIVA O BENFICA PORRA!

terça-feira, 23 de Setembro de 2014

O CAMPEÃO VOLTOU...Calem-se as más línguas:

O passado defeso foi arrasador para a mente de muita boa gente, considerando os mais cépticos, e um sorriso largo para muitos anti benfiquistas. 
Saiu quase uma equipa inteira, ficando só os “velhos” e ainda por cima comprou-se um guarda-redes também “velho”. Diziam com ar jocoso ...

Os jornaleiros de pacotilha deliravam com as aquisições dos lagartos e dos dragões extintos, enquanto se banqueteavam com a desgraça do Benfica.

Éramos um clube moribundo, sem jogadores de qualidade, pelo que seriamos fortes candidatos a um 5º ou 6º lugar. A queda seria rápida, vertiginosa e fatal.

A pré-época não correu da melhor forma - ausência de jogadores que estiveram no Mundial, encontrando-se de férias, e algumas aquisições que se verificaram -  dando assim aso a que de nós falassem, muitos em tom sorridente, como se o Benfica tivesse em vias de extinção. Tremendo erro de avaliação...

Foram Jorge Jesus, o presidente Luís Filipe Vieira, os jogadores, todos postos em causa, como se, no Benfica não se trabalhasse arduamente sempre na procura do melhor para o clube.

Saíram os jogadores que tinham que sair. Começou a época e o Benfica apresentou os seus argumentos, ainda não completos, visto que, falta a aparecer… Jonas, avançado que, acredito, vai mexer com a frente de ataque, “obrigando” a que Talisca volte a reforçar o meio campo, como muito bem sabe. Jonas está a treinar afincadamente a fim de assimilar o que é...jogar no Benfica.

Samaris e Bryan Cristante, médios defensivos, ainda vão dar muito que falar. Quando melhor adaptados e mais conhecedores da manobra da equipa e das ideias de jogo de Jorge Jesus, podem crer que são dois jogadores que elevarão o nome do Benfica a altos…voos.
Não esquecer que ainda vão aparecer Rúben Amorim, Sulejman e Fejsa, quando as suas lesões (graves) estiverem debeladas. Surgirão em grande, acredito. 
Pizzi e Tiago "Bebé", ainda não, ou praticamente, ainda não jogaram. Esperam a sua oportunidade, que acabará por surgir olhando às várias competições em que o Benfica está inserido.

Não querendo desviar-me da minha intenção, e embora deixe correr os dedos pelo teclado, perco-me a olhar para a imagem em epígrafe. Será que estou a ver/ler mal? Não é o nome do Benfica que muitos classificavam como o patinho pobre desta época, que vai à 5.ª jornada, em 1.º lugar, destacado e isolado?

Áh pois é. Dói não dói?

Claro que sei que o campeonato só agora começou e muita tinta irá correr até ao final. Mas também sei que o Benfica tem uma grande equipa e não serão os arautos da desgraça que o derrubarão de ânimo leve. 
Terão que suar as estopinhas, fazer rezas, acender velas aos diabos do além, e mesmo assim, não será fácil, ou melhor, não conseguirão vencer - fazer cair - aquele que é simplesmente o maior e mais belo clube do mundo: Sport Lisboa e Benfica.

Candeia que vai à frente ilumina duas vezes. Diz o ditado e eu acredito nele. Assim sendo, podem baixar as farpas que atiram ao Benfica, e bem de pé, olhar em frente, digam e gritem, sem qualquer receio ou pudor: O CAMPEÃO VOLTOU.

VIVA O BENFICA SEMPRE
.

domingo, 21 de Setembro de 2014

Benfica vs Moreirense

Benfica  3  * 1 Moreirense
.
Árbitro: Luís Ferreira ( AF Braga )
Árbitros assistentes: Nuno Eiras * Luís Cabral
Árbitro ( 4.º): André Narciso
Observador: Carlos Coelho
Delegados: Esmeraldo Augusto * Rui Mourinha

Transmissão: BTV1

Constituição das equipas:

BENFICA: Júlio César; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e Eliseu; Salvio, Samaris, Enzo Pérez e Gaitán; Talisca e Lima

Suplentes: Artur, César, André Almeida, Ola John, Pizzi, Tiago, Derley.

Marcaram: Eliseu, 69m, Máxi Pereira 77m; Lima (gp) 83m

MOREIRENSE: Marafona; Paulinho, Marcelo Oliveira, Danielson, André Marques; Filipe Melo, André Simões e Vítor Gomes; João Pedro, Alex e Arsénio

Suplentes: Gideão, Anilton, Diogo Cunha, Jorge Monteiro, Cardozo, Luís Aurélio e Gerso

Marcou João Pedro: 17m

Uma 1.ª parte para esquecer. Jogadores do Benfica lentos, sem ideias, jogadas permissivas e  previsíveis, mal a defender. 

Uma 2.ª parte extraordinária do Benfica. Aumentou a velocidade, as triangulações tornaram-se mais eficazes, jogadores em movimento total, o que culminou com uma reviravolta notável no resultado
Lima finalmente, doze jogos depois, voltou aos golos. 
Muito tem lutado a fim de matar o jejum. Espera-se que o golo de hoje o lance finalmente para uma época que queremos seja brilhante

Notável o apoio dos benfiquistas presentes no Estádio e que eram cerca de 40 mil.

Mesmo a perder e a equipa a jogar menos bem, disseram presente. Louvável sem dúvida. Puxaram e de que maneira pela equipa sendo a vitória uma grande parte deles.

Derley entrou muito bem no jogo. Activo, rápido, mexeu com a frente de ataque da equipa.

Júlio César não teve muito trabalho no dia da sua estreia. Esperam-se outros jogos mais complicados a fim de aferir a sua forma actual.

Exibição super positiva de Enzo Perez. Simplesmente fantástico.

VIVA O BENFICA SEMPRE
.

.

sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

José Mourinho: A falta de carácter numa personalidade vaidosa e arrogante.

Habituei-me ao longo dos anos a admirar José Mourinho. Grande treinador, um ganhador por onde tem passado, homem culto com curso superior.

No entanto, como todos os seres humanos menos preparados intelectualmente, existe um dia em que, se cai do pedestal. Foi o que aconteceu com José Mourinho. A mania da superioridade  cegou-o. Foi traído pela vaidade. Esqueceu-se da palavra respeito.

Disse há relativamente pouco tempo que o jogador do Benfica, Talisca, estava referenciado e só não estava a jogar em grandes clubes ingleses porque não tinha – ou não lhe haviam passado – licença de trabalho.

Talisca jogava no Bahia - Brasil. Tem 20 anos de idade.

Posto perante as declarações de Mourinho, Jorge Jesus disse: Conheciam tanto o "Talisca como eu o D´Artagnan". 

Sabemos que Jorge Jesus não é doutorado em letras. Mas sabemos que é superiormente doutorado em futebol.
No caso em concreto, nunca se referiu ao Mourinho mas sim aos Ingleses. Conheciam -  eles – plural. Não disse que conhecia D. Artagnan, mas sim o contrário.

José Mourinho, entrevistado por um jornalista da TVI, vem agora responder de forma torpe, mal educada, intelectualmente falhada,  não se coibindo de falar no seu estatuto de curso superior:

«Vou ser mais explícito para os menos inteligentes perceberem claramente. O Benfica tem boa estrutura de observação, com gente que conheço bem, um presidente ´chapeau´, por ter essa capacidade de dar ao treinador bons plantéis e bons jogadores. Mas não gostei de ouvir um colega de profissão ter duvidado das minhas palavras. 
Fico, todavia, contente por perceber que ele lê Alexander Dumas, ao contrário de mim. Limito-me a ler, quando posso, a gramática portuguesa, para um dia não me acusarem de andar aos pontapés com ela. Parece que é íntimo com o D´Artagnan, ele anda a ler Dumas. 
Eu limito-me à minha identidade. Não leio Dumas. Tenho uma vida diferente, um nível cultural diferente, procuro educar-me e procuro um dia não ser acusado de andar aos pontapés ou de andar a agredir a pobre da gramática.

- Vergonhosas palavras, acrescento eu   - 

Mourinho diz que o Chelsea já segue Talisca há dois anos o que sinceramente não acredito. Possivelmente ninguém acredita.

A má educação ou boa educação não está no "canudo" que se tira. Está sim, na personalidade e carácter de cada um. Agora pensem.

Qual a opinião dos benfiquistas sobre isto?
.

segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

Nuno Farinha o anti-benfiquista primário


Nuno Farinha é treinador adjunto do jornal diário desportivo Record. Este jornalista escrever em 20 de Julho na sua conta no Twitter que, o jogador Talisca,  era uma banalidade como são qualquer jogador indicado por Jorge Jesus.
Cerca de dois meses depois escreve que Talisca é um grande jogador, dando os parabéns a quem o descobriu para o Benfica.
Por aqui se pode aquilatar do quanto alguns jornalistas – a ser isto verdade – esbarram na tristeza das suas próprias palavras.

Triste, muito triste.
.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...