sexta-feira, 25 de Julho de 2014

Apenas 6 coisinhas...



Vou apenas falar de 6 coisinhas que a mim me parecem importantes.

1.º Quem quisesse ler a regulamentação do BSF poderia tê-lo feito antes de escrever alarvidades como as que tenho lido por esta net fora. Confesso que me faz confusão as pessoas ignorarem algo que está declaradamente escrito e claro no regulamento do fundo. Anormalidades dessas ditas como foram tem claramente um sentido pejorativo eivado de más intenções. Isto para mim é claro. (leiam o artigo 28.º neste link por favor 

2.º A coincidência das datas de maturidade dos dois empréstimos obrigacionistas (Outubro e Dezembro 2014) com a data de liquidação ou extinção do BSF (Setembro 2014) bem como a necessidade de cumprir o fair-play financeiro (parece-me que só nós é que estamos preocupados com isso vá lá perceber-se porquê) são algo que já foi antecipado pela SAD com a venda de Matic e o negócio de Rodrigo e André Gomes ainda no decorrer da época passada. Estes negócios aliados à obrigatoriedade de vender Markovic (algo que sempre julguei que iria acontecer pois sempre fiquei convencido que se assim não fosse o jogador nunca teria assinado pelo Benfica), à saída "mágica" de Garay e à inevitável saída de Oblak (o vil metal...), deixaram a SAD perfeitamente à vontade para cumprir as suas responsabilidades financeiras mais prementes. Isto também me parece claro e inequívoco.

3.º O Grupo Espírito Santo apostou na carteira de obrigações do Benfica de forma decisiva conforme foi noticiado esta semana pelo Económico. Isto só demonstra a confiança na instituição Benfica quanto ao cumprimento do previsto nos prospectos dos empréstimos obrigacionistas que lançou e também o comprometimento e confiança indirecta do Grupo Espírito Santo ao usar  o ESI enquanto entidade organizadora ou líder do processo dos empréstimos (ou como lhe quiserem chamar), o BES para pagamento dos cupões dos juros e finalmente o ESL (Espírito Santo Liquidez) para subscrever um montante tão significativo das obrigações. Esta notícia do Económico será encarada por muitos como a identificação de um crime lesa estado, pois para além de confundirem o Grupo Espírito Santo com uma qualquer instituição pública, ainda são capazes de confundir um empréstimo obrigacionista com a ignobilidade da construção e cedência a fundo perdido do centro de Estágio do Olival a um conhecido clube da cidade Invicta, ou ainda as declarações fiscais recentes de certos políticos ou ex-politicos a quem se reconhece uma evidente escassez de recursos económicos. É como confundir o olho do cú com a feira de Borba, a única semelhança é o redondo do recinto. E isto quanto a mim também é "certinho direitinho".

4.º Haveria concerteza em algum momento alguma confusão na questão das transferências no nosso clube. As saídas que mencionei no ponto 2 deixariam em qualquer clube marcas evidentes, pelo que seria normal que houvesse uma corrida ao mercado para as colmatar. No entanto, não foi isso que se verificou. A política de anos anteriores continuou a ser seguida no que toca a aquisições de desconhecidos ou jovens promessas e apenas agora aparecem as contratações de Eliseu, (jogador que é desejo de Jesus já há algumas épocas, pelo que pressuponho que venha para ser titular), Bébé (que me parece o tipo de jogador que vai explodir com Jesus assim se apresente em boas condições físicas) e agora Romero (por confirmar mas uma aposta mais que certeira e também uma amor já antigo do nosso clube). Experiência não faltará a estes jogadores (Bébé talvez o menos batido a nível internacional mas já com alguma tarimba de campeonato Português e meia época em Inglaterra). Resta é saber se estes e outros reforços farão já a diferença a nível físico (Eliseu terá realmente deixado crescer uma barriguinha, ou esta notícia se tratou apenas de mais uma piada de 1 Abril fora de época e na realidade o jogador se vai apresentar ao trabalho em boas condições físicas?). De todos os modos um clube como o Benfica não apostava tanto ao nível salarial num treinador de futebol se não acreditasse no seu trabalho ou se não quisesse que este fizesse mais uma vez aquilo porque começa a ser sobejamente conhecido por essa Europa fora: transformar imberbes e desconhecidos Manéis em jogadores de topo que valem um camião de euros e fazem as delícias de qualquer fundo especialista nestas coisas dos futebóis. Isto também me parece límpido e cristalino.

5.º Para consumo interno a estratégia enumerada nestes pontos seria totalmente suficiente num outro campeonato que não tivesse as condicionantes tão características no nosso, nomeadamente os invisuais do apito, as manobras de bastidores dos empresários e a jornaleirada amestrada que povoa a nossa comunicação social. A mim parece-me que talvez houvesse alguém que estivesse a subestimar a reorganização em curso nos nossos adversários (sem condicionalismos financeiros como os nossos ao que parece) ou a sobrevalorizar as capacidades milagreiras do Santo da Luz ou o potencial inicial de todos estes novos valores que estão à disposição de JJ nesta pré-época. Para consumo externo atrevo-me a considerar que com o plantel que fez estes primeiros 3 jogos de pré-época, ou o sorteio da "Champignons" nos era muito favorável ou iríamos passar o tempo a carpir as mágoas de não termos Rodrigo, Markovic, Matic, Oblak, Garay, André Gomes, Siqueira, etc... (e espero não ter de acrescentar mais ninguém a esta lista). Felizmente parece que alguém entendeu por bem começar a resolver o problema, ou então foi apenas uma questão de timings e de deixar os nossos rivais gastar os euros que surpreendentemente apareceram nas suas contas bancárias e só agora atacar decisivamente o mercado. Mesmo sabendo que apesar das declarações de amor ao nosso clube se corre sempre o risco de perder mais algum jogador da equipa titular do triplete... 

6.º Sendo, para mim, qualquer um dos pontos que acima mencionei verdades insofismáveis e sabendo eu que o Benfica está acima de tudo para mim, espero, creio, desejo que também assim o seja para TODOS os que ainda fazem parte da estrutura e que no final desta época nos possamos novamente unir em torno da conquista de mais uma série de campeonatos em todas as modalidades e especialmente em torno de um bi-campeonato no futebol, coisa que devemos recordar não nos acontece há 30 anos se não estou em erro.

Por isso, vou continuar a responder a quem me pergunta como acho que está o Benfica este ano da mesma forma que o meu avô de 80 anos nos responde quando lhe perguntamos se está tudo bem com ele: Vai-se indo... Assim um bocadinho "entaloado" mas isto ainda enrija... heheheheheheheh


VIVA O BENFICA PORRA!!!!!

PS: Quero ainda dizer que eu, para efectuar este post fiz o meu trabalho de casa, consultei as fontes adequadas, pesquisei e assegurei-me que nenhum sacana mal-intencionado me apagasse o texto sem a minha expressa autorização. Isso e o facto de eu ser um completo desalinhado com o sistema vigente deixam-me perfeitamente à vontade para vos deixar estas minhas humildes opiniões/constatações... LOL

Benfica: Saídas e entradas. Será que vai haver equivalência de valores individuais???

Todos nós benfiquistas - se é que me é permitido falar assim - dizemos que não se deve ligar aos jornais desportivos, em particular, pois os mesmos mentem por necessidade de vender. Até aceito. 

Mas uma verdade é que eu, e se calhar a grande maioria dos benfiquistas, devoram todos os dias as noticias ou pseudo-notícias que esses jornais lançam, mormente a nível de internet.

Poucos benfiquistas gostam do  jornal Ojogo. Confesso que também sou um deles.

No entanto, penso que, é um dos jornais mais bem informados, e que menos inventam. Como um dia disse alguém, raramente se enganam e raramente têm dúvidas.
Fala o dito jornal que estão iminentes as vendas de Nico Gaitán para o Mónaco, clube treinado por Leonardo Jardim, por 45 milhões de euros, aos quais, se podem juntar 25 milhões de Enzo Perez, que poderá  estar a caminho do Valência, clube treinado por Nuno Espírito Santo, perfazendo a soma considerável de 70 milhões de euros.

Mais diz, que entre os clubes está tudo acertado faltando a palavra dos jogadores. 
Acredito que isto tenha algo de verdade, embora ache que 70 milhões de euros, dificilmente serão atingidos com a venda destes dois atletas, a não ser que existam cláusulas, por alguns objectivos a atingir.

Custa aos benfiquistas verem uma equipa campeã ser desmantelada, olhando a que já saíram diversos jogadores, tais como Garay, Oblak, Sequeira, André Gomes, Rodrigo, Marcovik, todos praticamente titulares na época passada.

As contratações, na minha opinião, estão aquém daquilo que os benfiquistas anseiam. Muitos de nós temos a convicção que esses, não têm a categoria dos que saíram.
Existe, penso eu, algum descrédito, falta de confiança na performance da equipa na próxima época. Estamos a esquecer-nos que ainda temos o mês de Agosto por inteiro, a fim de afinar a equipa, com entradas de novos atletas que forçosamente tem que acontecer.

Acredito que a direcção e a equipa técnica tudo estarão a fazer nesse sentido. Dotar a equipa de atletas que nos dêem muitas alegrias e façam esquecer as saídas que já aconteceram e que estão na iminência de acontecer.

Sendo verdade que Gaitán e Enzo Perez podem render perto de 70 milhões de euros, como é que o Benfica pode resistir a não vender? Sabemos que os atletas podem ir ganhar 3 ou 4 vezes mais do que o Benfica lhes pode pagar. Quererá ficar o Benfica com jogadores contrariados? Decerto que não, nem poderá ser essa a melhor politica de balneário que desejamos que exista no nosso Benfica.

Amanhã no jogo contra o Ajax, para a Eusébio Cup, serão como tudo indica, apresentados Bebé e Eliseu. Gosto destes jogadores. Acredito que farão uma grande época de águia ao peito. Se vier Romero, ( guarda-redes) e um médio defensivo, não saindo Luis Fariña – que poderá fazer o lugar de Enzo Perez – acredito numa época brilhante do Glorioso.

Fala-se também que Rafa e Éder, jogadores do Braga,  poderão estar a caminho do Benfica. Será que há fumo sem fogo?

O que pensam os benfiquistas sobre os factos que enumero, em geral - saídas e entradas confirmadas -  e destes dois jogadores ( Rafa e Éder) em particular?
Seriam estes dois jogadores bem vindos - a nível de mais valia - ao Benfica?

VIVA O BENFICA SEMPRE.
.

quarta-feira, 23 de Julho de 2014

Oblak, O mau carácter de um traidor.


«Saí do Benfica porque vi que muitos iam sair» - Oblak

Existem jogadores que pautam a sua carreira por índices de carácter e dignidade. Outros, apenas por euros. Está neste último caso o jogador Oblak.

Oblak é MENTIROSO, de má ÍNDOLE, TRAIDOR. 

Já na época passada não se apresentou aos trabalhos de inicio de época, só regressando mais tarde por intervenção de Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica.
Pergunta-se:
- Tinham ou iam sair jogadores?
- Do Atlético de Madrid não saíram jogadores nesta época?

Se não fosse o Benfica ter apostado nele, decerto que andaria agora num clube de menor dimensão. Se calhar era o que merecia. Ingrato, mau carácter, individuo que não merece confiança nem uma palavra de boa sorte, embora eu não deseje mal a ninguém.

Será que um dia não fará o mesmo ao Atlético de Madrid, caso o Real Madrid, ou o Bayern, por exemplo, o queiram contratar?.

Não levo a mal que queira ganhar mais, como foi ganhar. Só que há saídas dignas que se fazem através do diálogo entre as partes, fazendo com que um jogador, ou seja outra pessoa qualquer, saia de cabeça erguida, com frontalidade, e não como rato de esgoto, que foi o que aconteceu com a decisão levada a cabo pelo Obalk. Traiu quem nele confiou e lhe deu a projecção que, sem dúvida, tem hoje.

Mesmo assim, desejo-lhe felicidades.

O que dizem os benfiquistas sobre os factos?
.

terça-feira, 22 de Julho de 2014

Caro Ricardo e querida Marley




Já é hora de não autorizares comentários de anónimos.

Este perfumado e bem frequentado blogue repleto de Chama Imensa e de Mística Benfiquista até dizer chega, não pode suportar comentários nojentos e além disso avacalhar pessoas ÍMPIAS e de um Benfiquismo acima de qualquer suspeita, como de facto aconteceu com um anónimo ( de anónimo tem pouco) que ousou  ofender a tua pessoa e a da nossa muito querida MARLEY.

Manda esses comentários para o sítio certo....ESGOTO!!!
---------------

O nosso Glorioso com tantas saídas importantes e com tantas entradas, ainda não pode  neste momento mostrar todo o seu potencial. Estou certo que o Jesus vai fazer milagres de potenciar de novo bons jogadores.
Quando começarem as provas a doer estou convicto que a orquestra  estará afinada.
VIVA O BENFICA!!!

domingo, 20 de Julho de 2014

Benfica vs Sporting ...Taça de honra da AFL - Final


Benfica  0  * 1 Sporting
.
Árbitro: Rui Rodrigues ( AFLisboa )
Árbitros auxiliares:
Transmissão: Benfica tv

Constituição das equipas:

BENFICA: Artur; Luís Felipe, César, Jardel e Benito; João Teixeira, Talisca, Gaitán e Ola John; Lima e Cardozo.

SPORTING: Marcelo Boeck; Cédric, Dier, Maurício e Jefferson; Oriol Rosell, André Martins e Adrien; Carrillo, Capel e Montero.

Marcou: André Martins, 41m

Típico jogo de pré-época. Não gostei do resultado final. Jorge Jesus tem muito trabalho pela frente.
Vitória do Sporting que ganhou a Taça de Honra da AF de Lisboa

COMEÇOU O MEU SOFRIMENTO

sexta-feira, 18 de Julho de 2014

José Marinho explica o negócio Garay

Já muitos, mas muitos rios de tinta se gastaram sobre a venda de Garay. Fica agora aqui a posição de José Marinho na sua pagina do facebook sobre a venda de Garay. Nota de atenção: Já há informação de que a seguinte posição foi apagada da página do autor, pelo que, não garanto a veracidade das informações, mas, para mim, esta é somente mais uma posição a juntar a muitas outras e reproduzo-a porque enquadra em alguns dos pontos que pensei sobre o negócio Garay, aquando da sua venda.

Aqui deixo as alegadas palavras de José Marinho:


«Uma das coisas que mais me incomoda, nas redes sociais, é ver a forma como pessoas desinformadas têm acesso a um meio de comunicação onde podem expandir os seus delírios sem que isso seja um custo para as suas vidas ou sem que sejam responsabilizadas por aquilo que escrevem. Todos têm fontes, informações e conhecimentos sobre tudo e mais alguma coisa. São infalíveis, inefáveis e senhores absolutos de uma única verdade. A deles. Vem isto a propósito do negócio Garay. Até hoje, o que se sabe é que o Benfica vendeu o jogador argentino por seis milhões. 


E depois, nada mais se sabe, além da gritaria, do ruído e das certezas que alguns se dedicam a escrever.

O negócio Garay foi assim: O Benfica vendeu o jogador por seis milhões e concretizou a venda nas últimas semanas. Mas o Benfica deixou de pagar os salários ao jogador desde Janeiro, altura em que ficou estabelecido o acordo de venda entre as três partes. Aqui reafirmo as três partes, para aqueles mais sensíveis, cujo entendimento das coisas é, por vezes, escasso e intangível.


Além da poupança em salários - 2 milhões de euros - desde Janeiro até ao final da temporada, o Benfica entregou ao Zenit a responsabilidade de pagar ao jogador todos os prémios e alcavalas que ainda teria de receber, pelas conquistas recentes e outras. Ao todo, podemos juntar mais 2 milhões de euros.


Posto isto e após a rescisao de contrato, o Benfica libertou-se do encargo de pagar mais quatro milhões de euros correspondentes ao último ano de contrato, o que significa que bem feitas as contas, já vamos em 14 milhões de euros, por um jogador em final de contrato e que assumiu, perante os dirigentes do clube, que não renovaria contrato. 


Antecipando o argumento daqueles que consideram que a poupança de quatro milhões de euros não pode ser determinada como valor factual de venda, recordo que esses mesmos quatro milhões de euros aplicados ao valor declarado da transferência seriam, na prática, dois milhões de euros correspondentes aos 50% por cento dos direitos económicos. 


Como se vê, não há nada de obscuro nesta operação, apenas uma forma criativa de fazer as coisas não penalizando terceiros e sobretudo libertando o clube da responsabilidade de ter de dividir metade desses 14 milhões de euros com o anterior clube de Garay.


Há poucas semanas, referindo-se a este caso, André Villas Boas disse que a transferência de Garay para o Zenit tinha sido um caso de magia. Tem razão. Magia financeira. 


PS: Há algumas semanas tinha prometido mais alguns esclarecimentos sobre a venda de Garay. Fiz aquilo que é normal fazer em jornalismo. Procurei a informação, escolhi as fontes e agora dou a notícia. Era bom que este procedimento fizesse escola na internet. Evitava-se muito disparate e sobretudo discussões grosseiras sobre as motivações das pessoas.»

***************************************************************************


Agora termino o presente post ao estilo do grande criador deste Blogue:

O que pensam os Benfiquistas sobre isto?


Um abraço e Viva ao Benfica!

quinta-feira, 17 de Julho de 2014

Benfica:- Confira Bolsa de transferências...


Em apenas cinco transferências pagas, o Benfica já fez negócios no valor total de 92 milhões de euros. Nestas contas entram Rodrigo e André Gomes, transferidos em janeiro para um fundo de investimento do empresário Peter Lim, por um total de 45 milhões de euros.

Os restantes 47 foram obtidos graças aos negócios Markovic, Oblak e Garay. Desta verba total, as águias encaixaram um total líquido de 64,2 milhões de euros, depois de descontados os valores pagos aos parceiros que detinham parte dos passes.
**************************************************************
A época passada o Benfica jogou tudo na conquista de títulos. Ganhou. Esta época parece que se está a jogar tudo em fazer dinheiro. Está a fazer.

Resta aos benfiquistas acreditar que Jorge Jesus tire da cartola alguma varinha mágica e ponha a jogar os jogadores que chegaram ao mais alto nível. Fala-se que Gaitán, Enzo Perez e agora Djuricic, estão de saída. Apenas se fala, mas se calhar estão mesmo.

Temos uma época em que os jogadores se têm de adaptar à cidade e ao clube. Não será fácil entrarem a jogar como os benfiquistas o desejam.
Sinceramente penso que, Djuricic, após um ano de adaptação, poderá ( ou poderia...) fazer uma grande época. Parece que se a fizer será noutras bandas que não o Estádio da Luz. É pena, digo eu.

Com as novas aquisições e se ficassem Gaitán e Enzo Perez, acredito que a equipa não me iria ressentir ( assim tanto...) da falta de outros jogadores que embora importantes, não seriam tanto como os dois jogadores que frisei. Não ficando estes jogadores, temo que a época seja menos agradável para os anseios benfiquistas.

E a bola que nunca mais rola...

O que pensam os benfiquistas sobre isto?
.

quarta-feira, 16 de Julho de 2014

Markovic – o João Vieira Pinto sérvio


“Tem classe até a andar” – Maradona sobre JVP, mas que se aplica muito bem ao Markovic!

Afirmo com todas as letras e de forma bem expressa: desconhecia Markovic aquando da chegada deste ao Benfica! As parangonas nos jornais deixavam antever um jogador fenomenal, mas verdade seja dita, na nossa comunicação social qualquer jogador da bola é estrela! Eu, infeliz e enorme ignorante do mundo do futebol, torcia o nariz à sua contratação pelos valores altos que os jornais noticiavam.

Nos primeiros dias após a sua chegada, observei que Markovic era um miúdo franzino, de olhar tímido e um sorriso encantador. Mas senti que, sendo avançado ou médio ofensivo, seria presa fácil para as defesas portuguesas, sempre duras e implacáveis na marcação.

Mas dando o benefício da dúvida, esperei pelos primeiros jogos treino da equipa do Benfica, para ver em acção o puto maravilha. E logo nos primeiros jogos amigáveis houve pormenores que me mostraram todo o talento que Markovic possuía, quer pela forma como recebia a bola, quer pela forma como progredia com a mesma. E mais fascinado fiquei com a sua exibição contra o Sion, onde jogou na mesma posição que o menino de oiro do futebol português, João Vieira Pinto. A partir daí fiquei fã das qualidades e do perfume de futebol do Markovic. E a partir desse momento para mim Markovic era o nosso João Vieira Pinto sérvio! E afirmo sem problemas que mil vezes terei que me castigar por ter tido os pensamentos depreciativos que tive aquando da chegada dele.

No entanto, dada a sua juventude e irreverência, muitos temiam pela sua irregularidade ao longo do campeonato. Mas a divina providência esteve do seu lado, reservando-lhe um lugar de destaque ao longo do campeonato. A sua velocidade permitia-lhe serpentear pelas defesas adversárias com mestria e arte, os seus golos, poucos é verdade, foram de uma beleza incrível e de levantar os estádios; a sua evolução foi sempre em crescendo e a verdade é que Markovic pode ter tudo do futebol. Basta continuar a crescer e a evoluir como o fez neste último ano.

Agora parte, felizmente, para um clube histórico do futebol mundial e não para um destes novos clubes ricos sem qualquer simbolismo. Vais deixar saudades, mas aqui deixo o meu muito obrigado. Espero e desejo que dentro de quatro anos consiga estar no top 10 dos melhores jogadores do mundo, pois o seu talento merece que seja explanado em toda a plenitude dentro das quatro linhas de um campo de jogo!

Muita boa sorte miúdo e até um dia! Que nunca te esqueças do Benfica e acredita que no meu clube terás sempre um lugar especial para voltares!



Viva ao Benfica!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...