sábado, 24 de setembro de 2016

Chaves vs Benfica - ( Liga NOS - 6ª Jornada. )

.
Chaves  0 * 2 Benfica
.
Constituição das equipas?

DESP. CHAVES: António Filipe; Paulinho, Felipe Lopes, Leandro Freire, Nélson Lenho; Battaglia, Rafael Assis e Braga; Perdigão, Rafael Lopes e Fábio Martins.

Suplentes do Chaves: Emanuel Novo, Vukcevic, Fábio Santos, Petrovic, João Mário, Fall e Pedro Queirós
.
BENFICA: Ederson; Semedo, Lisandro, Lindelof, Grimaldo; Salvio, Fejsa, Horta e Pizzi; Guedes e Mitroglou

Suplentes do Benfica: Júlio César, Luisão, Carrillo, Cervi, Cellis, André Almeida e Zé Gomes

Marcaram: K. Mitroglou, 69m; Pzzi, 84m

O Benfica está onde deve estar. Na liderança. Viva o Benfica sempre
.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Benfica vs Braga ( Liga NOS - 5.ª Jornada )

.
Benfica  3  *  1  Braga
.
Local: Estádio da Luz - Lisboa - Portugal
Data/Hora: 2016-09-19 ... 20:00
Árbitro: Jorge Sousa ( AF Porto )
Árbitros assistentes: Álvaro Mesquita * Ricardo Santos
Árbitro (4.º): Rui Costa
Observador Antonino Silva
Delegados: José Pinto * Manuel Castelo

Transmissão: BTV1 ( Benfica tv 1 )

Constituição das equipas:

BENFICA: Júlio César; Nélson Semedo, Lisandro, Lindelöf e Grimaldo; Fejsa; Salvio, Pizzi e André Horta, Gonçalo Guedes e Mitroglou.

Suplentes Benfica: Ederson, Luisão, Carrillo, Cervi, Celis, André Almeida e José Gomes.

Marcaram: Mitroglou, 27m; 78m; Pizzi 74m
...
SP. BRAGA: Marafona; Baiano, Rosic, André Pinto e Goiano; Mauro e Vukcevic; Pedro Santos, Ricardo Horta e Wilson Eduardo, Hassan.

Suplentes Sp. Braga: Matheus, Bakic, Stojilkovic, Douglas Coutinho, Tiba, Alan e Artur Jorge.

Marcou: Rosic, 90m
.
Uma grande vitória e o cimo da pirâmide alcançado. Agora é manter até ao fim do campeonato

BENFICA RUMO AO 36.º... EU ACREDITO.
.

O Rei vai nú...


Hoje, vá-se lá saber porquê, vieram-me à ideia uma série de contos tradicionais que li na minha meninice. Alguns deles perfeitamente adaptáveis a alguns personagens que andam por aí a espalhar "presunção e água benta"...

Um desses contos, "O Rei vai nú" de Christian Andersen, foi um conto que me coube analisar na escola secundária e do qual ainda guardo um pequeno texto interpretativo que foi feito por mim há algum tempo (1986 se não me engano), tinha eu 14/15 anos.

Resolvi hoje passar esse pequeno texto a poema, pelo que peço desde já a vossa compreensão e as minhas humildes desculpas pela ingenuidade das rimas.

Sei perfeitamente que desse lado está gente com muito mais experiência que eu nestas lides...  :D

Bom vamos a isto:

Quem és tu? perguntei
Ao ver tamanha beleza
E o espelho em que me mirei
Mostrou-me a realeza


Sim, eu sou rei de tudo
vaidoso quero permanecer
De opulento quase expludo
e todos tem de me obedecer


Eu sou o rei que brilha
Encanta, fascina e deslumbra
Sou a oitava maravilha
formosura que assombra


Mas pobre de mim, que desgraça
que irónica adversidade
Não haver trapinho que jus faça
A tão ofuscante personalidade


Tu aí, súbdito leal
vais procurar com critério
pois quero para o desfile real
O melhor tecido do império


Sim meu rei adorado
Viajarei de lés a lés
Para trazer um brocado
que jogue o mundo a teus pés


E lá foi o real mensageiro
De povoado em povoado
À procura de mágico tecido
Por ninguém antes usado

Quando tudo parecia perdido
após muito reino palmilhado
Eis que alguém teria ouvido
Falar do tecido desejado

Mesmo, mesmo ali ao lado
À distância de apenas um passo
Estava um velho encapuzado
que dizia a compasso

Sei fazer um tecido vistoso
De cores nunca antes vistas
Um entrelaçado curioso
de padrões vanguardistas

Mas é tecido especial
Não é para todas as mentes
Pois só o podem ver
aqueles que são inteligentes

E assim foi apresentado
O espertalhão ao rei vaidoso
Para tecer o muito aguardado
Tecido maravilhoso

Trabalhou por um dia
dois, três e uma semana
Mais tempo que o que previa
Sua majestade ufana

Eis que o orgulhoso regente
cansado de tanto esperar
manda o seu mais inteligente
Ver o que se estava a passar

Ao chegar à sala do tear
do velho encapuzado
ao inteligente falta-lhe o ar
e fica petrificado

Os olhos esgazeados
Percorrem o vazio
ao invés do tecido esperado
Não se vê nem um fio

E o velho a sorrir
Aponta para o tear
Diz: Foi difícil de cerzir
Mas está como era de esperar

O inteligente esboça
um gesto de compreensão
pois não quer ser motivo de troça
Pela sua falta de visão

Com corte nunca antes visto
É bonito, arrojado e moderno
Vai servir como previsto
Ao nosso suserano

E assim foi espantado
O inteligente ministro
Dar notícias ao potentado
do que afinal não tinha visto

O rei entusiasmou-se
E informou decidir
que daria o que fosse
Bastaria o velho pedir

E assim fez o velho
Pediu o seu peso em ouro
E o real pingarelho
Deu-lhe parte do tesouro

Chegou o dia esperado
a hora do desfile real
O rei todo pelado
Numa imagem surreal

Que linda é essa vestimenta
Diz o real conselheiro
E que bem que assenta
No vosso real traseiro

E o rei embevecido
de pirilau a pender
Abalou sem nada vestido
Sem se aperceber

Estupefação geral
Silêncio na parada
Sua alteza real
Trazias as joias penduradas

O rei avançou decidido
Por entre a multidão
Até que se ouve um alarido
Uma grande comoção

Um petiz atrevido
Apontando para o real tutu
Grita bem divertido
OLHEM O REI VAI NÚ!


VIVA O BENFICA PORRA!

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

( Malditas Lesões ). Eu acredito no TETRA. E Você?

.............................................................
Uma onda de lesões tem assolado o nosso clube do coração. Um facto nunca visto nem sentido por mais clube nenhum do mundo. Não, não vou aqui analisar e/ou criticar o nosso departamento médico, ou arranjar desculpas e/ou culpados. Como diz Rui Vitória, no Benfica, não existe lamento, mas sim procuram-se soluções.

O que não há dúvida é que estamos ao nível de equipa a passar por um momento difícil. Todos o sabemos. Jogadores actualmente lesionados, ou a sair, praticamente ainda sem treinar, dessa situação: Júlio César, André Almeida, Danilo, Jonas, Raul Jiménez, Jovic. Jardel, Mitroglou, Zivkovic, Fejsa. Inacreditável, tanto azar. Na época passada conseguimos ultrapassar tudo e todos e sermos tri-campeões nacionais. Não foi fácil, bem o sabemos. Para as conquistas, no Benfica nada é fácil.
Esta época, ao nível das dificuldades, não vai ser diferente. As lesões irão acabar. Tenhamos fé.

Quando fomos à final da Taça Uefa não jogaram vários jogadores importantes. Uns por lesão, outros por castigo. Perdemos porque o árbitro nos roubou uma grande penalidade clara, provocado sobre o Lima. Depois deixou que o Beto, guarda-redes do Sevilha,  fosse defender as grandes penalidades de forma a ficar, quase e apenas, a um metro da marca onde foram marcados. Vergonhoso.

Este ano iniciámos a Champions Legue sem vários jogadores que, seriam na sua maioria titulares, todos por lesão. Não chorámos, não nos lamentámos, apenas jogámos, e jogámos bem. Empatámos é um facto mas nada nos diz que não vamos vencer os jogos que se seguem. Confiamos no Benfica, na sua estrutura, nos nossos jogadores, na força dos nossos adeptos.

Queremos e sonhamos com o Tetra. Os nossos jogadores também. Temos, na minha opinião, uma equipa fabulosa. Não serão as malditas lesões que nos irão derrubar.

EU ACREDITO NO TETRA. E VOCÊ?
...

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Insultos



Perder as estribeiras acontece até ao mais pacato e calmo dos cidadãos.

Seja de que forma for e em qualquer situação em que se percam as ditas, a razão que o insultador normalmente julgar ser-lhe inata, facilmente se perde pois diz-se quase sempre o que se queria dizer mas da forma que não se devia.

Há quem se vicie neste prazer do insulto e depois vá perdendo qualidade na sua lógica insultadora caindo na brejeirice e nas expressões sem sentido, que normalmente deixam o insultado com aquela cara "wtf???"... (espero que não se importem de eu usar estes termos mais "facebuquianos" mas na minha ideia para participarmos num blog temos de "entrar na onda" e sermos "cool" para que até os mais novos nos entendam).

Todos nós alguma vez na vida já tivemos vontade de explodir em impropérios porque algo ou alguém nos fez perder a calma ao ponto de lhes querermos tanto bem como eu, no meu caso pessoal, quero por exemplo a alguns elementos que tiveram a honra de passar pela Gloriosa Instituição de que sou o associado n.º 42424, para depois desonrar vergonhosamente o nosso Grandioso Benfica.

A verdade é que o insulto rápido ou a pronto (e para perceberem a expressão "a pronto" podia dar-vos como exemplo alguns negócios dos meandros do futebol que nos insultam a todos nós como Portugueses) é algo que para resultar, requer especialização e também alguma pesquisa, bem como a prática necessária para que o insultador consiga do insultado a também já familiar expressão "com essa é que já me lixaste..."

Apenas aqueles que já viram um bom insulto acertar na mouche e criar total desconforto no insultado é que percebem a expressão que usei acima e sabem bem o quão prazenteiro ou desagradável tal pode ser, dependo da ponta do insulto onde se encontrem.

É certo também, que qualquer prazer ou desprazer que um insulto cause é efémero, volátil e apenas um paliativo que não resolve nenhum problema e apenas nos proporciona a momentânea ilusão de estarmos por cima de algo ou alguém quando na realidade nos encontramos bem abaixo do nível civilizacional que a todos nos assiste.

Sei por experiência própria como se sente uma pessoa quando é insultada e também quando insulta. Tudo o que escrevi acima é baseado na minha vida e em várias situações possíveis e imaginárias em que tive a oportunidade de "partir a loiça toda" ou acabei por "pôr o pé na poça".

Eu entendo que para insultar é necessária convicção, uma boa dose de loucura mas também muita cultura.

"Espera! Para lá..! Cultura??? Do que é este gajo está a falar?"

Pois... cultura... Como penso que já vos disse um pouco mais atrás neste texto, insultar alguém com qualidade é uma arte. E, nos tempos que correm, com tanto mastim atrás das canelas do Benfica, parece-me a mim importante (senão transcendental) que todos possam ser cultivados na arte do insulto.

Para finalizar e para cumprir o objectivo deste texto, deixo-vos a recomendação de lerem a obra de Sérgio Luís de Carvalho (ver link no final da página), "Dicionários de Insultos - A estranha origem e a bizarra história dos insultos Portugueses". Prometo que não se vão arrepender.

Vamos até fazer um pequeno suponhamos...

Imaginem que eu era um dos entrevistadores do Talisca (vade retro!) no final do jogo com o "bechictas" (para citar o gajo do microfone da transmissão televisiva) e que por acaso, apenas por acaso é claro, até sabia da questão contratual do empréstimo do jovem Brasileiro de perna fina...

Já imaginaram? Então vamos à conversa (para clarificar T é de Talisca e A de avençado):

T - O Benfica me destratrou. Pagou a toda a gente menos a mim e logo no mês em que nasceu minha filha... Pouca vergonha!

A - Ó Deus meu, se o reino dos Céus é dos pobres de espírito eu estou no paraíso...

T - Isso aí mê irmão. Amen! Pai Todo Poderoso!

A - Ó Talisca olha que eu não sou religioso... Eu estava a querer dizer que te estava a ver a careca...

T - Bonita nê? Fiz na Vivianne. É Vivianne com dois n viu? Não vai na outra não. Essa da esquina do Leblon tira até teu escalpe...

A - Eheh, faz lembrar alguns dos cabeleireiros que nos governam aqui na Tuga...

T - Uai? Na Tuga tem cabeleireiro na política?

A - Qual é o espanto? No Brasil não tem palhaço na política e no futebol também?

T - Ahahahah! O Tiriririca nê? Mais palhaço no futebol? Conheço não... Quem?

A - Talisca... Não tem espelho em casa?

T - Gente! Que curiosidade mê irmão! Tem sim senhor! Como cê tá sabendo disso? Até que comprei um bem novinho assim que cheguei na Turquia... Novo salário... Você sabe nê....

A - Ui então não sei... Sei, mas isso não vende jornal, não dá audiência nem põe pão na boca dos meus filhos.

T - É isso aí. O mundo tá cheio de ingrato.

A - Assim como os teus colegas de equipa não é?

T - Isso. Eu nunca quis deixar o Benfica. Bom demais aqui.

A - Mas muitos dos seus colegas disseram que o Talisca era uma boa aventesma...

T - Lógico. Eles me conhece. Sou bom de aventesma ou dji trivela... Posso cobrar falta até de perna trocada. Minha mãe diz sempre que eu bato bem porque até de cabeça bati quando ela me pariu.

A - Pois... Mas olha que os adeptos até ficaram contentes por regressares à Luz. Até te bateram palmas...

T - Mê irmão eles sabe reconhecer quem ama este club. Eu nunca tive ideia de sair djo Benfica.

A - Sério? Mas a verdade é que para muitos o Talisca era o melhor aquecedor de banco que o Benfica tinha.

T - Ah... Num sei nada disso não. Não percebo nada desse negócio de aquecedor de banco. Uis banco do Benfica até que já tão bem quentinho quando nóis vai pra sentar nelis.

A - Pois... É muita experiência acumulada... O que sentiu o Talisca ao assinar por um clube como o Bejicas?

T - Oi? Tá me ofendendo?

A - Não pá... O Bejicas? O teu actual clube... Não assinaste contrato?

T - Tá doido? Assinar contrato? Eu num sei nada não disso de assinar contrato... Espera que vou mandar SMS e perguntar pró Jesuis... Ele sabe tudo e dá conselho. Jesuis é meu Pai.

A - Opa... Afinal sempre era verdade que o Talisca era o bufo que andava pelo balneário do Benfica...

T - Qué isso aí cara? Eu não sou de bufas não... Se alguém empestava balneário era o Jesuis pois tirava sempre o sapato quando entrava no clube para não gastar sola. Tadinho, dava pena sabe... Meia rota... sapato roto... Sem grana para levar pra casa... Assim como eu né?

A - É... Dá Deus nozes a quem não tem dentes...

T - Deus é grande!!! Pai Todo Poderoso! Amen!

A - Santa Ignorância... *facepalm*


Fiquem bem... Fiquem BENFICA!

PS: Peço desculpa aos Brasileiros pela minha torpe tentativa de imitar o vosso peculiar sotaque. Devo ter sido tão ignóbil quanto um Zuca quando tentar imitar o sotaque de um Tuga... lol


À venda na FNAC:

http://www.fnac.pt/Dicionario-de-Insultos-Sergio-Luis-de-Carvalho/a753474







quarta-feira, 14 de setembro de 2016

TALISCA, já não há pachorra!



Muita asneira já se disse acerca do Talisca e o próprio Talisca tem ajudado e de que maneira, para o regabofe que por aí vai, sendo a carneirada do spóte a ladrarem mais alto nesta novela mexicana.

Diz o Talisca, ou o seu empresário, que teve de pedir dinheiro emprestado a amigos, porque a mulher pariu recentemente e o Benfica atrasou-se a pagar-lhe o mês de Julho no valor de, segundo consta, 60 mil euros. 

Ganha 60 mil euros mensais e chega ao dia 30 já sem dinheiro?  Mas o que é que andas a  fumar?

60 mil euros mensais, dá para viver que nem um príncipe, e ainda sobra para comprar um T0 ou um T1 no Algarve... todos os meses!!!


Aliás, estava no contrato feito entre o Benfica e o Besiktas, que o Talisca iria receber o mês de Julho na Turquia, o que era bem bom, porque ia receber o dobro.
Mas...espera lá...o Talisca de burro tem pouco, queria receber, não só do Benfica, como também do Beziktas...ou seja, a dois carrinhos.  Deve ter aprendido também matemática com o seu mestre da reboleira, essa coisa de receber duas vezes no mesmo mês, uma do patrão que já era, outra  do patrão que vai ser.


Dizem as más linguas, que o Talisca e o cérebro da reboleira trocavam correspondência, (era bufo ?)...agora já compreendo melhor.

Ó Talisca, guarda bem o teu dinheiro, poupa enquanto tens idade para jogares  porque, depois disso, não entra nada na tua conta...só sai!!!
Não faltam exemplos de antigas estrelas que ganharam rios de dinheiro e que hoje, recebem o RSI

A propósito do Talisca, estou a lembrar-me do execrável merdilheiro do Paulo Sousa. 
Este pulha piolhoso, esteve 11 dias sem receber do Glorioso no verão quente de 93 e, por isso, já estava a dormir debaixo das pontes, a comer na sopa dos pobres nos Anjos, e a pedir dinheiro emprestado para comprar o kitoso.

E levanta-se um padeiro tão cedo para fazer o pão a este espécie de gente!!!

Queres ser do Sporting?





terça-feira, 13 de setembro de 2016

Morrer na praia.


Acabado o jogo em que os nossos rapazes se dignaram jogar contra os Turcos, onde ao cair do pano tivemos o sabor amargo de vermos o Talisca a marcar-nos um golo pelo Besiktas para onde o mandámos por empréstimo, a retirar-nos 2 pontos, a depauperar os nossos cofres em 1 milhão de euros e queira Deus, que este golo e este empate não nos afaste muito do bolo de 14 milhões da passagem aos oitavos.

Enfim, o Sr. Talisca entra nos nossos cofres como cão por vinha vindimada.

Quatro ilações a retirar do jogo;
1 - Aquando desse empréstimo, a nossa estrutura não podia lá pôr uma clausazita  para que o Talisca não jogasse contra nós? Ai e tal, não era do nosso campeonato, não podíamos prever que nos calhasse o Besiktas, dirá a estrutura. Como o diabo está sempre atrás da porta, temos que prever tudo, mas tudo de tudo!

2 - Aquando da marcação do livre, que era ainda longe, logo que vi a formarem  barreira, previ  o sarilho que ia dar.  Por mim não se fazia barreira nenhuma. O Edersonn não viu a bola partir e, quando se deu conta, fez-se à bola tarde. Aquela bola era trigo limpo farinha amparo para o nosso guarda-redes, se não tivesse a vista obstruída pela barreira!!!

3 - Foi pena aquela incrível perdida do Gonçalo Guedes, na cara do guarda-redes. O puto ficou deslumbrado e não deu o melhor seguimento ao lance. Mas só erra quem não joga.

4 - Bom jogo do Fejsa, Grimaldo e Pizzi. Sálvio vai a caminho dos bons velhos tempos, mas na segunda parte, fomos uns mansos...

Nada de desânimos. O Centro Hospitalar do Seixal não vai lá ter os nossos melhores rapazes por muito mais tempo. Quando tiverem alta, as coisas vão entrar nos eixos, se bem que as segundas, terceiras e quartas figuras vão dando conta do recado e um tropeção todos nós temos.

CARREGA BENFICA !!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...