terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

A batota está-lhes no sangue

Para o clube dos andrades, habituado à fruta, ao café com leite, aos quinhentinhos, a Guímaros, Calheiros, viagens ao Brasil, ao GPS Pinto da Costa, aos Olegários, Martins dos Santos, António Costa, aos 100 metros costas do Pratas, entre tantos outros, sabe que isso é cultural para quem goza de uma impunidade ímpar no desporto mundial...

No estádio do ladrão, não são só as equipas adversárias que são roubadas, a estatística também é espezinhada, violada, corrompida, na melhor tradição azul e branca das últimas 3 décadas e meia.

Numa rápida análise apenas às últimas duas épocas, facilmente se encontra um padrão:



Quando a batota lhes está no sangue, até o simples número de espectadores presente no estádio conseguem aldrabar.

Quem faz da vigarice um modo de vida, aldabra os números como quem bebe um copo de água e tudo acaba por ser normal... tão normal como os jornalistas/jornaleiros da nossa praça, habitualmente tão interessados por todas as curiosidades estatísticas e mais algumas, sobre este facto estatístico em concreto, fazem aquilo que é habitual sempre que o clube da fruta fica exposto na sua charlatanice, ou seja assobiam para o lado ou enterram a cabeça na areia...

A questão que fica, é só uma: até quando?

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Capela ? Igreja...roubo de Igreja !


Aquilo lá por Tondela só acabava, quando os sapoides  marcassem.

E o Benfica é que manda nisto tudo...

Até o leão (chulo da selva) se envergonhou...


Nota
Agora só falta o jogo no Estoril... durar 90 minutos


O sapóide Pina opina do que não sabe.


O sapóide Pina está numa televisão a opinar (esteve-se a marimbar para o carneiro-mor, porque para comprar melões no supermercado é preciso dinheiro) e a disparar em todas as direcções nomeadamente aos títulos dos jornais porque pensa, que os "titalos" sobre o Benfica (está sempre com o Benfica na boca) são sempre mais favoráveis ao Benfica que ao çeportém.

Por acaso também andei anos a pensar na mesma coisa...mas em sentido o contrário. Sempre achei que os merdias apoucavam o Glorioso. Mas agora já tenho outra opinião a respeito do que se escreve nos mérdias, nomeadamente nos 3 jornais desportivos e no Record em particular.

Passo a explicar;

Há dias, aquando da visita do Glorioso a Portimão, o Alberto Miguéns fez no seu blogue uma referencia ao Campeão Europeu Saraiva, que vive presentemente num lar em Portimão com alguma (muita) qualidade de vida, graça à ajuda monetária que o Glorioso lhe brinda.
Obrigado Benfica.
Um Campeão Europeu merece tudo...e já só restam 7.

Um jornalista do Record que lê religiosamente todas as missas do nosso Miguéns, interessou-se pelo assunto e entrou em contacto com o HISTORIADOR a respeito do Saraiva.
Palavra puxa palavra e eis que o Miguens o endossou a mim.

Atendi o jornalista quando já estava a visitar o Saraiva e até foi do meu telemóvel que ele falou com o Campeão Europeu, que já anda com falta de memória e de vista.

Não desperdicei a oportunidade para espetar umas farpas ao Record, dizendo-lhe que o jornal era todo verde, por fora e por dentro!

Responde-me o Jornalista Flávio Silva, muito educadamente, que no Record há uma equipa de jornalistas que só escrevem acerca do Benfica (são três), há outra equipa que escreve sobre o çeportém e ainda outra do foculporto, além de outros que escrevem sobre os restantes clubes e modalidades,  e uns não sabem o que escrevem os outros.

Se o sapóide Pina, opina o que opina é porque não sabe opinar.

Ó Pina, fala com a equipe do Record destacada para escreverem os assuntos relacionados com o clube da carneirada, e ficas a saber o que se passa naquela casa.  Aproveita até para lhes ensinares a fazerem "títalos" do teu çeportém, à maneira!

Mas de um carneiro (agora tresmalhado) só podemos esperar...mééééeééééé...à procura da benção do dono.


domingo, 18 de fevereiro de 2018

ÚLTIMA HORA:» Como na Iurd, Sportinguistas proibidos de ... ter filhos ...



( Clique nas fotos para aumentar )
.
SPORTINGUISTAS

- Deixem de ver televisão
- Não comprem jornais
- Dêem cabo dos jornalistas
- Comentadores saiam imediatamente dos programas televisivos ( vão pedir esmola )
- Esqueçam o sexo como forma de ter filhos ( que sejam benfiquistas )
- Não queiram ser pessoas como as outras. Vocês são carneiros
- Ou assim ou saio já de presidente e deixo o "tacho" para outro
.... Fechou o microfone e passou a falar em off
.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

#FicaBruno

A algumas horas da Assembleia Geral que Bruno de Azevedo de Carvalho transformou num plebiscito a si próprio e à sua gestão, não posso deixar de partilhar a minha apreensão.

E porquê?

Ora, desde logo Bruno de Azevedo de Carvalho é o Presidente do Sporting com mais títulos do Benfica! 

Confuso? Nunca o Benfica teve tanto sucesso, ganhou tantos títulos ou campeonatos com outro presidente no Sporting. Melhor dizendo, enquanto Presidente lagarto apenas viu o Benfica ganhar... e logo o inédito TETRA.

Mas não é apenas por isso... 

Bruno de Azevedo de Carvalho é a negação da tradição aristocrática de presidentes do Sporting... clube dos Viscondes e em cujos órgãos sociais pululavam figuras de proa do regime (seja do Estado Novo), seja do actual regime.

A cada bacorada, a cada insulto, a cada ordinarice, a cada enlamear do nome do Sporting pela boçalidade do seu presidente, não consigo deixar de esboçar um sorriso (às vezes mesmo, uma gargalhada).

O clube dos croquetes, da aristocracia, da fina flor da alta sociedade lisboeta, vê-se agora com um presidente que, ainda que encha o ego aos grunhos acéfalos, não pode deixar confortável os sportinguistas (que os há) que, não obstante a paixão pelo seu clube, não se revêem na javardice e na imundice da generalidade das intervenções do seu presidente.



Bruno de Azevedo de Carvalho é também o presidente a quem os benfiquistas têm que agradecer por:

- ter contratado a peso de ouro o mestre da táctica, aka "o cérebro" ou o "catedrático" que com os maiores investimentos da história do Sporting (só este ano 65 milhões de euros) deixa os meninos de Alcochete nascer 10 vezes para ir buscar os "Lumores" desta vida... sem conquistar um único campeonatozinho...

- a cada momento em que os benfiquistas (eu incluído) questionam a competência da sua própria estrutura, lá vem o Bruno de Azevedo de Carvalho, ou o seu fiel escudeiro (Pigmeu Saraiva) a insultar e denegrir o Glorioso e com isso fazer-nos cerrar fileiras em torno do apoio aos nossos.

- a cada momento em que os benfiquistas (eu incluído) questionam a competência do seu treinador, lá vem o Bruno de Azevedo de Carvalho lembrar-nos que tem lá o mestre da táctica que, com muito mais, ganhou muito menos... e assim atenuar a nossa dor...

- a cada momento em que os benfiquistas (eu incluído) questionam a competência do seu Presidente, lá vem o Bruno de Azevedo de Carvalho fazer posts no facebook a lembrar-nos que vive à custa da SAD do seu clube... e assim atenuar a nossa dor...

- a cada momento em que os benfiquistas (eu incluído) questionam as contas e comissões das transferências, lembramo-nos do Bruno de Azevedo de Carvalho e do japonês Tanaka... e assim atenua a nossa dor...

- a cada momento em que os benfiquistas (eu incluído) questionam a comunicação do clube, lá vem o Pigmeu Saraiva com a sua habitual verborreia, que assim nos faz ter orgulho da nossa comunicação.

- a cada momento em que os benfiquistas (eu incluído) intervêm de uma forma crítica nas AG´s do clube, e os jornais transformam isso em grandes parangonas, logo me lembro das AG´s do Sporting de Bruno de Azevedo de Carvalho e fico mais descansado...

- a cada momento em que os benfiquistas são confrontados com questões históricas sobre a data da sua fundação (amplamente desmistificadas), lembramo-nos dos 4 campeonatos que Bruno de Azevedo de Carvalho quer acrescentar ao palmarés, depois de terem sido dobrados (18 x 2 = 36...) e só podemos dar umas valentes gargalhadas.

- em cada momento em que vemos os escândalos familiares e amorosos de Bruno de Azevedo de Carvalho nos jornais e revistas, não podemos deixar de sentir orgulho nos nossos...

- em cada momento que vemos Bruno de Azevedo de Carvalho insultar publicamente sócios históricos do Sporting, não podemos deixar de sentir orgulho nos nossos...

- em cada momento que vemos Bruno de Azevedo de Carvalho recusar um autógrafo a uma criança por esta estar vestida da cor mais bonita do mundo, não podemos deixar de sentir orgulho nos nossos...

- em cada momento que vemos Bruno de Azevedo de Carvalho obrigar um jogador mudar a cor do carro (por este ser da cor mais bonita do mundo), não podemos deixar de sentir orgulho nos nossos...

Não podemos pois deixar de concluir que Bruno de Azevedo de Carvalho para lá de amuleto do TETRA, é um dos grandes aglutinadores da nação benfiquista.

Por tudo isso, confesso a minha apreensão neste momento, com a mínima possibilidade que seja de Bruno de Azevedo de Carvalho deixar de ser presidente dos lagartos.

Assim, aqui fica o meu humilde apelo, que, espero que valha de alguma coisa:



#FICABRUNO

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

E ele ri-se...mas ri-se de quê???


O insolvente FRANCISCO J. TRAQUES do foculporto, está com cara de ter feito bingo, fazendo um alegre gesto com os 5 dedos bem levantados, tendo por fundo o estádio de Contomil.

Depois daquela pesada derrota, que os britânicos acharam por bem banquetearem o clube do Padre das Antas e patrão do insolvente, bem pode meter aquele riso no terceiro olho e que lhe faça bom proveito ...e já agora, é urgente que se dirija à loja do cidadão mais à mão, a fim de mudar o nome de Francisco...para FRANCINCO !!!

Ó Insolvente; Se estiveres muito ocupado a ler os Emilios, eu mesmo posso tratar do assunto. Como sabes, movimento-me  bem em escritórios de Advogados e  Poder local.



Nota; Já que falo em terceiro olho, convém recordar que as coisas lá pelo çeportém, estão ao nível de retrete.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Luisão hoje faz anos.


Luisão o grande capitão do Benfica celebra hoje o seu 37.º aniversário. Muitos parabéns Tetra Campeão.


sábado, 10 de fevereiro de 2018

Portimonense vs Benfica - Liga NOS - 22 ª Jornada.


Portimonense 1 * 3 Benfica
.
Árbitro: Carlos Xistra ( AF Castelo Branco )
Árbitros assistentes: Nuno Pereira * Jorge Cruz
Árbitro ( 4.º ): César Leitão
Delegados: João Moreira * Carlos Fonseca
Observador: Manuel Faria
Var/Avar: Rui Oliveira * Paulo Vieira

Transmissão: Sportv1

Constituição das equipas:

PORTIMONENSE: Ricardo Ferreira; Hackman, Possignolo, Felipe e Rúben Fernandes; Dner, Ewerton e Pedro Sá; Nakajima, Fabrício e Tabata.

Suplentes: Leo, Fede Varela, Pires, Galeno, Wellington, Marcel e Rafa Soares.

Marcou:  Felipe, 65m; 78m
.
BENFICA: Varela; André Almeida, Rúben Dias, Jardel e Grimaldo; Zivkovic, Fejsa e Pizzi; Rafa, Jonas e Cervi.

Suplentes: Svilar, Luisão, Samaris, Jiménez, Seferovic, Diogo Gonçalves e João Carvalho.

Marcaram: F. Cervi, 6m; Zivkovic, 90m
.
Mais um grande jogo do Benfica. Jonas lesionou-se. Oxalá não seja nada de grave. Azar a mais com lesões. Vou dormir feliz.
.

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

RAP responde ao insolvente.

 Ricardo Araújo Pereira confirma à SÁBADO que de facto recebeu em 2010 um email do director de marketing do Benfica, Miguel Bento, onde este perguntava se podia passar o seu endereço electrónico a uma terceira pessoa, "um amigo do Paulo Gonçalves" [assessor jurídico do Benfica].

O objectivo era passar a Ricardo Araújo Pereira (RAP) "umas ideias para arrumar com o Miguel Sousa Tavares" na crónica que o humorista tinha na altura no jornal A Bola. Sousa Tavares, adepto do FC Porto, era também colunista no jornal.

Esta troca de emails foi revelada ontem pelo director de comunicação e informação do FC Porto, no Porto Canal, Francisco J. Marques, acusando o humorista de ser um dos "cartilheiros" do Benfica, ou seja, de receber informação previamente trabalhada e formatada pelo clube (ou pessoas a ele ligadas) para usar em espaços de opinião nos jornais e televisões.


Segundo Francisco J. Marques, as "ideias para arrumar com o Miguel Sousa Tavares" terão sido escritas e enviadas por Ricardo Costa, antigo presidente da Comissão Disciplinar da Liga. Marques diz que a crónica seguinte de Araújo Pereira no jornal A Bola tinha um "cariz muito jurídico", sugerindo que a alegada cartilha surtira efeito.

É neste ponto que RAP discorda de Francisco J. Marques. "É verdade o que ele diz, mas é mentira o que insinua", disse-nos ao telefone. O humorista reenviou à SÁBADO o email que na altura recebeu (no dia 14 de Outubro de 2010) do tal "amigo de Paulo Gonçalves", mas não autorizou a sua publicação, por se tratar de correspondência privada.

Mas lendo os dois textos (o email de dia 14 e a crónica de dia 16), não há de facto nenhuma ligação no seu conteúdo. Quanto mais não seja porque o email do "amigo de Paulo Gonçalves" era uma resposta a um artigo de Miguel Sousa Tavares de 28 de Setembro e a crónica n'A Bola era uma resposta a um artigo de Miguel Sousa Tavares de 12 de Outubro.

RAP diz que nunca mais recebeu nenhum email desta origem, e que na altura "não fazia ideia" que o autor era - como alega Francisco J. Marques - Ricardo Costa.

RAP enviou por email à SÁBADO a seguinte resposta às acusações de Francisco J. Marques:

Todos os factos que o Francisco J. Marques relata são verdadeiros; todas as insinuações que faz são deturpações fáceis de desmentir. Vejamos: de facto, em 2010, o director de marketing do Benfica enviou-me um e-mail a perguntar se podia dar o meu endereço electrónico a um amigo do assessor jurídico do Benfica. De facto, eu respondi: "Claro, abraço."

De facto, o amigo do assessor jurídico, que viria a enviar-me um mail a 14 de Outubro de 2010, queria transmitir-me ideias sobre incoerências do Miguel Sousa Tavares (um tema em relação ao qual tenho uma conhecida predilecção). Estes são os factos, e são verdadeiros.

As insinuações, se bem as percebi, são: que eu faço parte do grupo dos chamados "cartilheiros"; que eu conhecia a identidade do amigo do assessor jurídico; que a crónica que eu escrevi n' A Bola após esta troca de e-mails era baseada, influenciada ou estimulada pelas "informações" dadas por esse amigo.

Primeiro, é público que eu nunca recebi a chamada "cartilha", um documento semanal redigido por alguém do Benfica com informações e opiniões dirigidas a comentadores e jornalistas sobre o que deve ser a comunicação oficial do clube. O Francisco J. Marques sabe muito bem disso porque a lista de destinatários foi divulgada por ele - e eu não consto nela.

E também é público que, precisamente por me afastar várias vezes das orientações dessa cartilha, tenho suportado insinuações azedas (e algumas até falsas) vindas de elementos próximos da direcção do meu próprio clube. Agora, as insinuações vêm de elementos próximos da direcção do Porto. Só me falta o Sporting para fazer bingo.

Segundo, o amigo do assessor jurídico escreveu-me a partir do endereço "Regresso ao Passado" e não se identificou. As incoerências que ele apontava ao MST tinham a ver com tramitações legais da justiça desportiva, tema que reputo de chato como o catano. Sou um grande apreciador das incoerências de MST, sobre as quais escrevo com entusiasmo desde 2003. Admiro sobretudo a sua capacidade de confundir ou inventar episódios históricos, as opiniões baseadas em factos inexistentes e as bizarrias ortográficas.

As imprecisões referidas pelo anónimo que me contactou referiam-se a um texto de MST publicado a 28 de Setembro de 2010. A minha crónica debruça-se sobre o texto que MST publicou a 12 de Outubro, no qual faz uma divertida confusão entre a constituição americana e a declaração de independência.

Terceiro, a crónica que eu escrevi n'A Bola também é pública e o "cariz muito jurídico" que o Francisco J. Marques encontra nela fica, por isso, à consideração de todos. Forneci à Sábado o tal e-mail anónimo que recebi, pelo que será fácil confrontar as "informações" nele contidas com essa ou qualquer outra crónica que eu alguma vez tenha escrito. Fica o desafio.


Recorde-se, a este propósito, que poucas semanas depois, em Novembro, RAP terminou a sua crónica no jornal A Bola em solidariedade com José Diogo Quintela. Este outro elemento do grupo Gato Fedorento, afecto ao Sporting, acusou o jornal de lhe ter cortado sem aviso uma parte de uma crónica sua onde criticava Miguel Sousa Tavares.

Fonte; S// Desporto
Foto: ocaisdamemoria.com


domingo, 4 de fevereiro de 2018

BC - Menino mimado - Charlatão compulsivo



Aí está mais uma jogada de mestre do menino mimado. Dizem as más línguas que O charlatão compulsivo, hoje logo pela manhã, veio à janela do seu palacete e ficou desiludido. É que esperava ter lá uma manifestação de apoio a gritar: Não vás, não te demitas amanhã, o Sporting precisa de ti,. Apenas encontrou o vazio e o seu próprio medo do silêncio...lol

É claro que isto da demissão é só treta. Então e depois como vivia e sustentava a sua extensa família sem receber os mais de 12 mil euros mensais? Mas está tudo louco ou quê?

Claro que amanhã vai dizer: Estava nervoso e tal mas nunca foi minha intenção me demitir. Eu Amo o que ganho aqui no Sporting e por isso não me vou demitir. Vai falar o tretas...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...