quinta-feira, 17 de Abril de 2014

Benfica:- A Força e a determinação do querer vencer...

Ouçam este video...Não ficam arrepiados???





Palavras para quê?. Eles o sabem, eles o escrevem, eles o dizem.

Confesso que, ontem, quando vi o Siqueira ser expulso temi o pior. O Benfica estava dominador, por cima do jogo, e essa contrariedade foi de pôr os cabelos em pé a qualquer benfiquista. Eram decorridos apenas cerca de 27 minutos de jogo. Faltava uma eternidade para o fim da partida.
Jorge Jesus faz entrar o André Almeida para ocupar o lugar de defesa-esquerdo, saindo por substituição, o Cardozo.

Estávamos a ganhar por 1-0, golo de Salvio, marcado com um perfeito golpe de cabeça, a centro magistral de Nico Gaitán. Haviam 17 minutos de jogo.

Quando aos 53 minutos, inicio da 2.ª parte, o Varela empata a partida, o meu coração sofreu. A minha alma, doeu.

Só que os nossos jogadores, verdadeiros campeões na acepção da palavra, sentiram dentro de si o apoio de milhares de benfiquistas no estádio e de milhões fora dele.

Daí, qual guerreiros de escudo e espada, digo, pés em movimento, partiram para cima do adversário, que estava com um jogador a mais, fazendo lembrar a batalha de Aljubarrota, onde os portugueses mostraram toda a sua fibra de vencedores, conseguindo o 2.º golo, através de Enzo Perez, na marcação de uma grande penalidade, existente e muito bem assinalada. Eram decorridos 60 minutos do embate.

Não tremeu Enzo Perez no momento da decisão. A partir dai notou-se que o adversário ( Porto) recuou na tentativa de segurar a avalanche controlada, destemida, dos nossos guerreiros jogadores.
Como em todos os "exércitos" existe sempre um que na hora da decisão dá o golpe final e fatal.

Foi chamado pela divina e altaneira águia, André Gomes, que não enjeitou a celestial determinação, e num lance genial, de poder, determinação e querer, lançou o nosso glorioso conjunto para a glória, com a obtenção do 3.º golo. Eram decorridos 81 minutos.

Logicamente que não dei nenhum salto acrobático apenas pela simples razão que não estava sentado, mas sim, deambulando pela sala, embora sempre com os olhos e ouvidos no jogo. Vi através do Pc.

A partir daí, se já sofria, meu Deus, como eram intermináveis os minutos que faltavam. Quando o árbitro, Pedro Proença, deu 6 minutos de descontos, quase caí. Sim, é verdade. Faltaram-me as forças nas pernas, agarrei-me a uma cadeira, a fim de me segurar.

As minhas emoções foram muitas, o suor também, assim como de milhões de Benfiquistas espalhados pelo mundo, pelos nossos jogadores, e pelos benfiquistas presentes no Estádio. 
Foi sem dúvida uma noite de glória, uma noite à Benfica.

Sei que ainda não ganhámos nada. Todos os benfiquistas o sabem. Mas alguém acredita que esta época o campeonato e a Taça de Portugal, pelo menos, a nível interno, não vão ser nossos? Sobre a Taça da Liga falaremos noutras núpcias.

Domingo de Páscoa vamos ser campeões. Decerto que Jorge Jesus vai fazer alinhar/jogar, contra a Olhanense, uma equipa totalmente diferente daquela que alinhou ontem, mas uma verdade, é que jogue quem jogar, a vitória será benfiquista. Claro que respeitamos a Olhanense. Nem nos passa pela cabeça não ser assim. Mas o certo é que a onda vermelha está imparável e o título de Campeão Nacional, vai ser uma certeza absoluta.

Sobre o jogo com a Juventus, 5ª feira da semana que vem, para as meias-finais da liga Europa, falaremos noutra altura. Agora é desfrutar e sonhar com outros voos da ÁGUIA.


NOTA: A dada altura do jogo, Quaresma vem junto à linha e recebe algo de alguém ligado ao Porto ( comprimido?...pastilha rennie?...) que toma. Recordo que o resultado do jogo, na altura, era de 1-0.

Essa situação não deveria ser investigada por quem de direito?

VIVA O BENFICA SEMPRE
.

quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Benfica vs Porto ( Meias - finas Taça Portugal - 2.º Mão )

Benfica  3  *  1 Porto
1ª mão ( no Porto)
Porto 1 * 0 Benfica
.
Árbitro: Pedro Proença ( AFLisboa)
Árbitros assistentes:

Transmissão: Sporttv1

Constituição das equipas:

Benfica: - Artur; Maxi, Jardel, Garay, Siqueira; Salvio, André Gomes, Enzo, Gaitán; Rodrigo e Cardozo
Suplentes: Paulo Lopes, Steven, Sulejmani, Djuricic, Lima, André Almeida, Markovic

Marcou: Salvio 17m; Enzo Perez, 60m; André Gomes, 81m

Siqueira é expulso por duplo cartão amarelo e consequente vermelho, 27 m

Porto:-  Fabiano; Danilo, Diego Reyes, Eliaquim Mangala e Alex Sandro; Fernando, Steven Defour e Herrera; Varela, Ricardo Quaresma e Jackson.
Suplentes: Kadú, Maicon, Josué, Carlos Eduardo, Quintero, Ricardo e Nabil Ghilas

Marcou: Varela, 53m

Espectadores: 45 380

Obrigado Jorge Jesus ... Obrigado Benfica...por me proporcionarem esta alegria tão grande. Não consigo escrever mais nada, tanta é a emoção que sinto

Benfica está na final, no Jamor, e seja contra quem for, é para ganhar.

SERVIÇO PÚBLICO BENFIQUISTA DE QUALIDADE



simplesmente.... DESLUMBRANTE!

BENFICA, a força e o sentimento que nos move!

segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Rumo ao Título Benfica

“Jesus respondeu: Se eles se calassem, até as pedras ao longo da estrada começariam a aclamar-me!” - Evangelho de Lucas, versículo 40




Montados numa viatura dotada de potentes cavalos, Jesus e seus Discípulos, envergando o símbolo sagrado, chegam ao Municipal de Aveiro, passeando pela multidão que exulta os seus futuros campeões com gritos de alegria, palavras de apoio e hinos de vitória.


A azia dos demais por causa de um Benfica grandioso ouve-se por todo o Portugal que não entende, não sente e não vibra com o amor que devotamos ao Benfica, preferindo desvalorizar os feitos já alcançados por este clube sem igual, esta massa adepta inigualável. Mas na verdade, se aqueles que nos odeiam se calassem, até as pedras da calçada gritavam: Benfica!


Mas deixando o terreno propício ao cultivo do melão para os nossos demais rivais, é com arrepio épico que assistimos à entrada triunfal dos nossos guerreiros naquela mini Luz engalanada de vermelho, onde proliferam os cachecóis afectos ao Benfica e as vozes em uníssono por desejo em comum: rumar em definitivo ao 33º título de campeão nacional!


No entanto, mesmo com tanto para conquistar esta época, ainda nada está ganho. Já sentimos o sabor do título de campeão nacional, e na data que assinala a ressurreição de Cristo, desejo ver o Benfica Campeão.


Mas os fariseus, não muito felizes com a chegada possível do Benfica Campeão, continuam a saudar e a salientar os feitos de um "excelso" clube vizinho da segunda circular, o qual está apenas a fazer uma temporada normal!!!!!

Muitos questionam-se, neste momento, com o meu inusitado descaramento pela afirmação de que o Sporting está a fazer um campeonato normal! Mas para os mais incautos e surpreendidos com a minha opinião eu esclareço: dados os seus pergaminhos, é normal que este clube seja sempre candidato a todos os títulos internos. Mas, a história recente do campeonato mostra-nos que os verdes e brancos apenas estão ao nível do “excepcional” Braga da temporada de 2009/2010, 2º classificado nessa altura, mas afastado de todas as competições precocemente. Por isso, neste belo rectângulo à beira mar plantado, vemos a nossa comunicação social a criar o maior mito do futebol recente: o do Sporting excepcional! Eis o feito mais salientado e sobrevalorizado nos nossos dias. 

E segunda maior mentira dos fariseus é a que dá conta de que mesmo com o Benfica campeão, esta época será de fracasso se um clube como o nosso não conquistar todos os troféus em que participa! Não sou eu que o digo. São os fariseus intelectualmente superiores que assim assinalam, sendo que no Benfica, o grau de exigência não é máximo, tem que ser perfeito. Já para os adversários verdes e brancos, basta uma época ao nível do excepcional Braga, para serem o maior clube português! Interessante a diferença de critério utilizada para valorizar um clube sobre o justo e inegável futuro campeão!

Assim, só me resta responder aos antis fariseus que nos desvalorizam: se V. Exas. se calassem, até as pedras ao longo daquele percurso do Benfica até ao estádio municipal de Aveiro começariam a aclamar o Benfica!

Que no próximo domingo, façamos a festa de campeões nacionais no nosso estádio, completamente lotado. E que dali, a festa se espalhe pelo mundo inteiro, porque nós só queremos o BENFICA CAMPEÃO!


VIVA AO BENFICA!

Jorge Jesus...O meu elogio

Quem me conhece sabe que vivo o Benfica até nos sonhos. Sofro e deliro nos momentos adequados e referentes.
Sei, penso eu, reconhecer as coisas boas que se fazem e as menos boas, também.

Tenho tido alguns amargos de boca por, publicamente, discordar da forma como Jorge Jesus, treinador do Benfica, reage perante as coisas boas e as menos boas, feitas pela equipa ao longo da época. Portanto, esse tema é assunto debatido e arrumado.

Assim sendo, nada me custa reconhecer o grande trabalho a todos os níveis, de elogiar, que Jorge Jesus tem feito no Benfica.
Sem dúvida que merecia ser um treinador mais titulado, que não é, apenas por factores cruéis que por vezes se atravessam no caminho dos melhores.

Como sabemos, o Benfica é há muito tempo, um clube, todas as épocas a abater. Para ser campeão ou ganhar um outro qualquer título tem de jogar o triplo das outras equipas, pois caso contrário, não consegue sair vitorioso.
Sabemos como as arbitragens têm ao longo destas últimas 30 épocas quase levado o Glorioso à extinção. Um Sistema bem montado, mafioso, onde tudo se fez ( e ainda faz…) para derrubar o Benfica, tem sortido os seus efeitos.

Jorge Jesus quando chegou ao Benfica, o clube era um clube sem crédito a nível de futebol, descaracterizado, que havia sido, por alguns erros de gestão, entre muitos outros, como acima já disse. (Sistema).
Sem dúvida que Luís Filipe Vieira, presidente do clube, homem incansável e determinado, tem feito pelo Glorioso, aquilo que muitos, onde me incluo, pensavam ser impossível, embora se acreditasse que o poderia ser.

Dotou o clube de grandes jogadores, colocando ao leme da nau, um grande treinador: Jorge Jesus.

Não é um letrado/doutorado, a nível de expressão, mas sem dúvida que é um catedrático a nível de treinos e bem fazer jogar futebol.
Saíram jogadores como Witsel, Fábio Coentrão, Javi Garcia, Matic,  para só falar dos mais recentes, e ai minha nossa senhora que o Benfica ia acabar. Nada disso fez tremer Jorge Jesus, nem a equipa do Benfica.
Alguém hoje fala em Matgic? Não. Fejsa é um jogador fabuloso, moldado que foi, sem qualquer dúvida pela sábia mestria de Jorge Jesus.

O final da época passada, tudo perdemos, quando tudo poderíamos ter ganho, pois a equipa chegou às decisões finais.
Esta época estamos na mesma situação, situação em que muitos clubes gostariam de estar. Não acredito que vá haver desfecho igual à da época anterior. É impossível tal acontecer olhando a que os ensinamentos foram muitos e decerto que Jorge Jesus e toda a equipa bem os assimilaram.

Não dar mérito a Jorge Jesus, seria estar a ver as coisas de olhos vendados. Por isso, ganhemos ou não seja o que for, visto que esta época estou mentalmente e psicologicamente muito melhor preparado, deixo aqui o meu elogio a Jorge Jesus, como treinador de campo e colocação de uma equipa a jogar futebol de elevado índice técnico e artístico.

Claro que acredito que no próximo jogo para o campeonato, contra a Olhanense,  vamos fazer a festa de Campeões. Claro que acredito que vamos 4.ª feira eliminar o Porto, nas meias-finais da Taça de Portugal. 
Acredito em Jorge Jesus. Acredito no Benfica, pois para mim, o Benfica é Um Amor de Vida

.

Novo hino do Benfica.

Novo hino do Benfica...Cantem comigo
*******************************

Uma águia voava, voava
Asas de vento, Coração de amor
Como ela, somos livres
Somos livres de voar

Uma papoila saltitante
Vermelha e radiante
crescia, crescia
Grito vermelho, num estádio qualquer
Como ela, somos livres
Somos livres de crescer

Uma criança dizia, dizia
Quando for grande
Quero ser benfiquista
Como ela, somos livres
Somos livres, de dizer

Somos um Povo que cerra fileiras
Juntos e unidos parte à conquista
da vitória e do sonho benfiquista
Somos livres, somos livres
Do campeonato conquistar
Somos livres, somos livres
De como a nossa águia... VOAR

domingo, 13 de Abril de 2014

Arouca vs Benfica ( Liga Zon sagres - 27ª jornada )

Arouca  0  *  2 Benfica
.
Árbitro: Hugo Miguel ( AF Lisboa )
Árbitros assistentes:Hernâni Fernandes * Nuno Roque
Árbitro ( 4.º): Tiago Martins
Observador: Luis Pais
Delegados: Abel Cutelo * António Reis

Transmissão: Sport tv Live

Constituição das equipas:

Arouca: Cássio; Ivan, Nuno Coelho, Diego e Tinoco; Rui Sampaio, Bruno Amaro e David Simão; Pintassilgo, Roberto e Ceballos

Benfica: Oblak; Maxi Pereira, Garay, Jardel e Siqueira; André Almeida e Enzo Pérez; Markovic e Gaitan; Rodrigo e Lima

Marcaram: Rodrigo, 45m; Nico Gaitán 56m

Estou emocionado com mais um grande jogo do Benfica. Vitória indiscutível da melhor equipa. Domingo é para festejar a conquista do título de Campeão Nacional, sendo caso para dizer:

AI O MEU CORAÇÃO.

ESTOU FELIZ

Carrega Benfica, rumo ao 33º título de Campeão Nacional.

sexta-feira, 11 de Abril de 2014

Liga Europa: Meias - Finais.


Temos equipa para eliminar a Juventus, equipa Italiana - e chegar à final. Oxalá a sorte acompanhe a nossa equipa, pois é um factor sempre necessário e a considerar.

Outra meia-final: SEVILHA vs VALÊNCIA, duas equipas espanholas

FORÇA BENFICA ... OS BENFIQUISTAS ACREDITAM.
.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...