terça-feira, 18 de abril de 2017

Cabelinho de Azeite - Prova Oral

 · 
PROVA ORAL:

Sexta-feira, dia 15 do mesmo de Abril do ano da graça de 2016
Pouco passa das 20 horas acabo de ouvir, atentamente, mais uma emissão do programa "Prova Oral, de Fernando Alvim, na Antena 3.

O programa, gravado na 4ª feira, 13, dia azíago para o Benfica, teve como convidado um indivíduo, parece que detentor da carteira de jornalista, mas que já não exerce há muito, um tal Rui Santos, a pretexto de um livro recentemente lançado e que tem como temática o obscuro mundo do futebol.

O programa durou uma hora, sendo 40 minutos, pelo menos, dedicados à mais comovente declaração de amor que me foi dado ouvir nos últimos tempos, em que tais declarações tomaram foro de coisa pública.
Percebi que se comemoravam os 32 anos da amantíssima e fidelíssima relação entre Rui Santos e Jorge Jesus.
Percebi também que essa relação nasceu em 1984, por ocasião de uma digressão por Cabo Verde o Sporting Clube Farense, orientado por Hristo Mladenov e com Mészáros na baliza, mas onde alinhava também, como jogador, Jorge Fernando Pinheiro de Jesus.

Por razões de espaço não conto aqui o acontecimento relatado por Rui Santos e que espoletou a admiração e o carinho que o opinador ainda hoje vota ao ora carismático treinador.
Digo apenas que tal acontecimento, reconfortante para Rui Santos e por este levado à conta da imensurável dimensão humana de JJ, se revelou para mim, ao contrário, a prova provada da insidiosa, reptilínea, natureza deste último. Uma cretinice, vá. Mais uma...Mas suficiente para entender porque é que os astros de ambos se alinham.

Papei o programa todo até ao fim, na esperança vã de ouvir Rui Santos renegar a sua condição, há muitos anos afirmada, de simpatizante do SCP ou reafirmá-la - ainda que a par da objetividade, independência e isenção de que faz publicamente alarde. Mas o Alvim não me fez a vontade e nada lhe perguntou. Deixou-o escapar ileso.

PS (salvo seja): é-me indiferente que o sr. Rui Santos seja jesuíta, templário, franciscano ou beneditino.Já me não é indiferente que possua, num canal de cobertura nacional, um programa de autor sem contraditório, cujo objeto - a pretexto do vídeo árbitro e de pretensa verdade desportiva, sob a veste diáfana da imparcialidade e da isenção - é a propaganda do treinador Jorge Jesus, o suporte das políticas desportivas da atual direção do SCP e o constante vitupério ao Benfica e ao seu treinador. 
A SIC Notícias, em minha casa, foi desativada.

Jorge Próprio
Viseu 18 de Abril de 2016 · 



                                                               (Blogue: Anti-Benfica.com)                                                                

4 comentários:

  1. O sujeitinho não se enxerga. Há fulanos assim, com egos maiores que os centímetros de altura que a santa lhes deu.

    ResponderEliminar
  2. Apesar deste Viseense ter escrito este naco de boa prosa no ano passado, continua actual.

    ResponderEliminar
  3. Não entendo como a BENFICA TV-(BTV) não desmonta a 'maledicência' carregada de insídia fraudulenta que o maior cretino da TV nacional, bolça a cada programa na SIC.





    ResponderEliminar
  4. Viva. Para quem quiser ouvir a prova oral desse senhor, aqui fica o link - http://www.rtp.pt/play/p260/e231828/prova-oral

    ResponderEliminar

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...