quinta-feira, 17 de março de 2016

Juventus e F.C. do Porto têm o mesmo ADN.

Uma nova Champions, com maior número de jogos e lugar garantido para os tubarões europeus - evitando a lotaria do "play-off", por exemplo.

Agnelli é apologista deste último modelo, que além de garantir presença e receitas a um grupo fixo de clubes (Real Madrid, Barcelona, At. Madrid, Juventus, Inter, Milan, Man. United, Liverpool, Arsenal, Chelsea, PSG, Bayern, FC Porto e talvez Ajax), dar-lhes-ia poder de decisão. E permitiria abrir a porta, a cada temporada, a outros que se destaquem nos respetivos campeonatos.

Agnelli é a cara de uma corrente que acredita ser possível aumentar os 1600 milhões de euros anuais que vale a Champions, aproximando-a dos valores da NFL, o campeonato de futebol americano dos "states", na casa dos seis ou sete mil milhões de euros.
(retirado do jornal o Jogo)
-------------------------------------------------

É natural que a JUVENTUS do Agnelli puxe para a tal Super Liga o clube do Gerente da Caixa porque, tanto a Juventus como o clube do Padre das Antas têm o mesmo ADN, ou seja, a corrupção!!!  
Se acaso essa liga for por diante (oxalá que sim) não tenho a mínima dúvida que o nosso GLORIOSÍSSIMO  estará sempre entre as primeiras escolhas, até porque, as UEFAS  gostam demasiado daquilo com que se compram os melões.

Agora pergunto eu na minha Santa ignorância, quem é o clube em Portugal e até mesmo nos jogos que faz na Europa, que gere mais receitas???









8 comentários:

  1. Caro Viriato de Viseu,

    discordo por completo com o formato desta nova proposta, como, aliás, já discordo do modelo da actual competição.

    Liga dos Campeões deve reunir os Campeões em título de todos os membros da UEFA. Sendo certo que os de menor ranking teriam de disputar um playoff de acesso à fase de grupos, apenas um representante por país dariam justiça ao espírito original da prova.

    Depois sim, segundos e terceiros classificados (dependendo do ranking) e vencedores de Taças dos países membros entrariam na Liga Europa como se mantém.

    O futebol já tem milhões de € a mais para o descaracterizar hoje em dia, não precisa de mais isto. Tal ideia, a seguir em frente iria a longo prazo provocar:

    - cisão entre as federações e a UEFA (por pressão dos clubes não contemplados).
    - criação de uma alternativa à UEFA.

    No fundo, seria o princípio do fim das competições europeias e nacionais, pois os clubes deixariam de ter incentivo de obter receitas das suas vitórias. Quem cresceu e se agigantou durante o século XX ganhou essa corrida, quem nasceu mais tarde, por essa medida proposta, não tem incentivo para crescer. Totalmente errado e anti-desportivo.

    Cumprimentos,
    Isaías

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caríssimo,
      A Super Liga Europeia, mais ano menos ano, vai acabar por se realizar.
      Os moldes de como isso se fará, é que estará em discussão.
      Mas não tenho a menor dúvida que o nosso Glorioso será um dos que lá vai estar e em lugares cimeiros!!!
      Abraço

      Eliminar
  2. Águia Preocupada17/03/16, 14:07

    Eles tanto tentam modificar que qualquer dia voltamos à idade da pré história do futebol!
    Sempre discordei desta modalidade. Se foi Taça dos Clubes Campeões Europeus e é agora Champions, deveriam apenas participar os campeões dos países da Europa. Com esta modalidade, chega-se ao ridículo de antigos Campeões Europeus ficarem de fora, em favor de clubes que nunca antes haviam sido campeões do seu próprio país como é o caso do Boavista que foi à Champions, sem nunca antes ter sido campeão!
    Enfim, dinheiro e corrupção de mãos dadas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Águia Preocupada,

      Concordo consigo, conforme o meu comentário, no entanto, recorde-se que o Boavista foi campeão em 2000/01.

      Parte do interesse desta competição é o facto de volta e meia aparecerem clubes sonhadores que ganham um título sem ninguém esperar... mesmo que no caso do Boavista tenham havido ajudas, o facto é que foi uma época em que nenhum dos candidatos se revelou à altura das circustâncias. O Boavista aproveitou e fez História.

      Cumprimentos,
      Isaías

      Eliminar
  3. Fazer uma liga Europa sem incluir o Benfica? Custa-me a acreditar.

    ResponderEliminar
  4. Isto vai ficar dez a zero.
    Vai ser lindo.
    Força Bayern a depenar galinhas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixa-te de inacices, oh carneiro otário!

      Eliminar
  5. Caro Viriato, é elementar para mim, "money talks, always"!
    Daí que o n/ BENFICA será SEMPRE o nº 1 luso no business Futebol!
    Isso foi, é e será SEMPRE um facto universalmente reconhecido!

    Quanto às "pretensas" palavras do Sr.Agnelli, sabemos qual a "fonte" do artigo e o quão fidedigna e arauto da verdade o é!
    Sobretudo em algo que possa ser VERSUS o n/ BENFICA!

    Pelo que será de todo lícito questionar:
    1º - Terá mesmo Agnelli dito isso?
    2º - A ser verdade,...
    ... de facto como dizes e bem, estimado Viriato,
    ... HÁ ANTROS QUE O SÃO PARA A VIDA, em Portugal, Itália,...

    Ou como é usual dizer-se,
    cancro por cancro,..."mudam-se as moscas e a m@#€* é a mesma"!

    Foquemo-nos no n/ essencial e prioritário,
    VAMOS GANHAR AMANHÃ no Bessa! Mai nada!

    Abraço Benfiquista,
    RSG


    ResponderEliminar

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...