quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Pinto da Costa...Óculos embaciados ...gera gargalhada geral


................
É tão triste quando os óculos se encontram embaciados.
,,,,,,,,

7 comentários:

  1. Aqui há uns tempos, recordo-me do gozo e das críticas que fizeram aos adeptos do Benfica por saudarem os seus jogadores após a derrota com o Zenit em casa, por tudo o que deram em campo! E tal como esse exemplo, muitos outros já aconteceram no passado, perante desaires bem injustos! Ouvi dizer que isso era mentalidade de benfiquinha, de adeptos contentes com derrotas!

    Ontem, o clube azul e branco -estrutura e adeptos - saudaram o empate milagroso na pedreira e mostraram o seu orgulho no "Isto é Porto"! Tudo isto perante um clube que, quando joga contra o Benfica, não tem valor nenhum e em caso de derrota do Benfica, é porque temos uma equipa banal, mas ontem teve direito a ser tratado como um colosso europeu que branqueou perante o "Isto é Porto"!

    Não gosto da personagem, mas desde que o Vitor Pereira abandonou os azuis e brancos, o grau de exigência naquele clube desce de temporada para temporada! Não duvido de nada que ontem, perante o resultado obtido, Pereira iria afirmar que a equipa esteve péssima, a arbitragem péssima, e que da exibição não mostrou o " Somos Porto"!

    Agora, já fazem festas por empates perante o colosso Braga, o qual nunca ganhou qualquer campeonato em Portugal, e estão orgulhosos pelo feito!

    Orgulho caros antis, é receber o rival em casa, neste caso o fcp, com o resultado desfavorável de 1-0, e dar a volta à eliminatória com menos um jogador em campo, por expulsão injusta, ganhando por 3-1, como aconteceu na meia final da taça de Portugal do ano passado! Ou então, ir com uma equipa de segundas linhas, sem ritmo competitivo, e jogadores da equipa B, ver um jogador expulso logo nos primeiros minutos, e mesmo assim conseguir o apuramento para a final da taça da Liga, como sucedeu perante o fcp em plano dragão! Isto sim, são factos para nos dar orgulho!

    Agora, dizer de forma convicta, que tá orgulhoso do treinador, dos jogadores e fazerem a festa perante um empate... cada vez mais, vejo um fcp sportinguizado: só sabem chorar contra a arbitragem, e sentem-se orgulhosos quando conseguem um empate com um clube menor do nosso campeonato!

    Acredito que ainda possam vencer o campeonato, mas o paradigma está a mudar no campeonato nacional! Mas hoje, não vão faltar odes à exigência e ao exemplo do Isto é Porto, seja lá o que isso significa! Mas para mim, já simboliza uma descida no grau de exigência do clube e adeptos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo

      O meu aplauso perante o seu sábio comentário
      Cumprimentos

      Eliminar
  2. Lool... Foi a maior calinada que deu « Quem tiver vergonha que a tenha, que não tiver que não tenha» O que será que teria bebido?? Coitado!!!
    ehehhehehehhehehhehehhehhehh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar umas ginginhas fernandinhas sei lá...
      Mas que parecia estar um pouco "contente" lá isso parecia, lool

      Eliminar
  3. Pedro Proença anuncia final de carreira: «Atingi um patamar único»Redação
    A- A A+

    Pedro Proença anunciou esta quinta-feira, na sede da Federação Portuguesa de Futebol, o final da carreira como árbitro de futebol.

    «Foi uma decisão refletida e ponderada», explicou o agora ex-árbitro, de 44 anos, perante uma plateia que reuniu diversas figuras do futebol nacional, tais como Luís Filipe Vieira, Bruno de Carvalho e Antero Henrique, em representação do FC Porto, e o presidente da Liga, Luís Duque, entre outros.

    «A presença de representantes dos clubes maiores em Portugal é sinal do reconhecimento que as possíveis falhas jamais colocaram em causa a postura de seriedade e caráter com que sempre tentei pautar a minha conduta dentro de campo», realçou.

    «Fecha-se um ciclo enquanto árbitro, estando certo que atingi um patamar único, que muito me orgulha, e ciente que contribuí, de forma humilde, para uma projeção da arbitragem portuguesa além-fronteiras. Acredito que delego às novas gerações uma herança de peso, de um percurso que sempre foi pautado pela máxima dedicação e entrega a esta causa decidi abraçar», sublinhou Pedro Proença, prosseguindo:

    «Deixo uma imagem de profissionalismo, competência e credibilidade perante todos os agentes desportivos com os quais me cruzei ao longo de todo este tempo. Mesmo reconhecendo que possa ter errado em decisões dentro do campo e sofrendo com esses mesmos erros, estou consciente que tudo fiz no sentido de aperfeiçoar as minhas capacidades e o meu desempenho, num espírito sempre de superação a cada jogo, tentando deste modo contrariar a inevitabilidade do erro humano».

    Sempre disponível para ajudar

    Pedro Proença orgulha-se do percurso de quase três décadas na arbitragem, tanto a nível nacional como internacional.

    «Ao longo destes 26 anos tive o privilégio de apitar jogos fantásticos, quer no panorama nacional quer no plano internacional. Estive em competições extraordinárias, com os mais talentosos intervenientes, fui um privilegiado. Estar presente em várias finais únicas, com a Champions League e do Campeonato da Europa, foi o culminar de uma jornada para o qual eu e a minha equipa muito trabalhámos», assinalou.

    No futuro, e quanto a um eventual regresso ao desporto-rei, frisou que estará «sempre disponível para contribuir no que for necessário em prol da arbitragem e do futebol português».

    Protagonista de relação nem sempre pacífica com Vítor Pereira, presidente do Conselho de Arbitragem da FPF, Pedro Proença diz sair «a bem com toda a gente» do futebol.

    «O que não significa que em determinados momentos não possamos ter ideias diferentes», ressalvou, mostrando-se otimista quanto ao futuro da arbitragem nacional:

    «Temos uma geração de árbitros entusiasta e bem preparada, que certamente dará muitos motivos de regozijo à arbitragem nacional. Estou confiante que o futuro da arbitragem em Portugal está assegurado e sustentado em caráter e qualidade». 14:39 - 22-01-2015
    .
    Zeca, amigo do Pedrinho Proencinha

    ResponderEliminar
  4. Finalmente parece que o rei Pinto da Costa está a acordar!!!! É mais que tempo de dar um murro na mesa e reunir as tropas senhor presidente, pois estamos a ser escandalosamente prejudicados neste campeonato. Ontem viu-se mais uma vez.
    Na próxima jornada vamos ser mais uma vez prejudicados pelo Inocencio Capela na Madeira!!!! Pq será que o Inocencio Capela nao arbitra no dragão?

    ResponderEliminar
  5. Boa noite, Ricardo, não me atrevo afazer comentário por não entender nada sobre futebol .Deixo -lhe um grande abraço!

    ResponderEliminar

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...