segunda-feira, 28 de abril de 2014

JORGE JESUS ..." IMPERDOÁVEL INCAPACIDADE".

Muitas vezes tenho criticado Jorge Jesus pela sua forma de assumir determinados aspectos do jogo, técnicos e tácticos, na questão decisória, mas nunca o critiquei como treinador de campo. 
Hoje vou fazê-lo.

Jorge Jesus sabia perfeitamente que o Porto NÃO queria salvar a época com a conquista da Taça da Liga, troféu que sempre ( diziam…) desvalorizaram.

Sabia Jorge Jesus que na próxima quinta-feira tem o Benfica um jogo importante em Turim, contra a equipa da Juventus, que nos pode ( e vai dar…) o acesso à final da Liga Europa.

Por isso deveria Jorge Jesus, ter respeitado a equipa do Porto, pois sabia que essa, iria a jogo, com uma equipa dos chamados e costumados suplentes, como acabou por acontecer. Oram vejam:

FC Porto: Fabiano; Danilo, Maicon, Mangala e Alex Sandro; Defour, Fernando e Herrera; Quaresma, Jackson e Varela
Suplentes: Kadu, Reyes, Josué, Carlos Eduardo, Quintero, Ricardo e Ghilas

Reparem que até os suplentes eram todos oriundos da equipa B, alguns até juniores, casos do Reyes que chegou ao Porto a custo zero, Quintero, Carlos Eduardo, etc..

Na equipa que entrou de início apenas Quaresma, é titularíssimo da equipa principal. Todos os outros são habituais titulares da equipa B, percebendo-se assim, o quanto o Porto desvalorizou esta meia-final com o Benfica.

Agora reparem na equipa que o Glorioso apresentou:

BENFICA: Oblak; André Almeida, Jardel, Steven Vitória e Siqueira; Rúben Amorim, André Gomes, Ivan Cavaleiro e Sulejmani; Lima e Cardozo.
Suplentes: Paulo Lopes, Funes Mori, Djuricic, Maxi, Garay, Enzo e Markovic

Inadmissível como Jorge Jesus, apenas apresentou da equipa B, Oblak, Siqueira e Lima. 

Todos os outros, são jogadores titularíssimos da equipa principal, onde se incluíram cinco jogadores portugueses, esquecendo assim o jogo de Turim. Contraste dos contrastes, não acham?

Penso que isto foi uma afronta a uma equipa como a do Porto que jogou com uma equipa chamada secundária, mostrando desde logo não querer saber do jogo para nada, pois nem os seus adeptos queriam uma taça que, chamam de Lata. Mas que lata!!!

Cerca dos 31 minutos de jogo ficámos novamente a jogar com 10 elementos, por expulsão de Steven Vitória. Tudo muito bem pensado, amigos benfiquistas.

Jorge Jesus, terá visto que com 11 jogadores, o Porto mesmo não querendo ganhar a Taça da Liga, estava a ter várias oportunidades de golo. 
Assim, terá dado – dizem as más-línguas – ordem ao Steven para que fizesse uma falta – fora da área – que fosse um pouco mais aparatosa, o que – era mais que certo – o levaria a ser expulso, visto que bastava uma oportunidade e o árbitro ia fazê-lo – como fez. Amarelo? Mas qual amarelo. Vermelho directo e não se falava mais nisso. É que, pensou, jogar com 10, contra o Porto, é melhor que jogar com 11.

Não satisfeito com a sua coragem e desfeita à equipa menor do Porto, então não é que Jorge Jesus decide dar-lhes um rebuçadinho? Pois é, fez sair um jogador considerado da equipa principal, LIMA, e vá lá, entrou outro também da equipa principal GARAY, imagino eu, apenas com o intuito de lhes mostrar que nem sempre Jesus se ajoelha perante a adversidade.

Enganou-se redondamente Jorge Jesus, na forma como dispôs os jogadores em campo, para jogarem cerca de uma hora - sim leram bem - cerca de uma hora com apenas 10 jogadores. 

Autêntico naufrágio.

A partir daí, foi um "Jesus" me acuda, pela "incapacidade e incompetência" do nosso treinador, em arrumar a equipa de todos nós.
As oportunidades de golo, para o Porto, passaram a suceder-se quase de minuto a minuto. Contei e, acredito por erro de defeito, cerca de  50 oportunidades flagrantes de marcar, o que só não aconteceu por os seus intervenientes serem todos da equipa secundária, pouco habituados a tamanhas benesses,  ao contrário dos do Benfica que, como já escrevi, eram todos oriundos da equipa principal.

Bolas no poste foram para aí uma 15. Defesas aparatosas do Oblak umas trinta (30). Penaltys por marcar, contra nós, contei pelo menos uns oito (8)

Entradas brutais dos nossos jogadores, totalmente perdidos em campo, foram tantas que não terem sido expulsos mais 5 ou 6 foi uma questão de bondade do árbitro amigo, Marco Ferreira. Não concordam?

Claro que entretanto existiu uma entradita, entre outras, assim mais rigorosa, mas sem qualquer maldade do Mangalá, que apenas por um pouco de sorte, não partiu a perna a um nosso jogador, mas isso foi coisa de somenos. Penso que nem falta foi, vejam lá o meu mau feitio ao falar disso.

Coitados dos jogadores do Benfica que foram praticamente os bombos da festa, com Jorge Jesus no comando, contra uma equipa de segundos planos, que apenas não eliminou o Benfica porque SEMPRE, incluindo o jogo de ontem, desvalorizaram a conquista desse troféu, o qual, dizem, não teria lugar no seu museu.
Ups: Já me esquecia. Terminado o jogo com o resultado em 0-0, ganhámos nos penaltis por 3-4.

Pergunto: Porquê Jorge Jesus? Porquê nos fazes sofrer tanto com tanta vitória seguida e tantas alegrias juntas que até nos podem fazer mal ao coração?.

Há coisas fantásticas não há?

VIVA JORGE JESUS CARAMBA

VIVA O BENFICA PORRA.
.

22 comentários:

  1. BENFIQUISTA DO CORAÇÃO28/04/14, 11:54

    COPIADO DE BLOGUE DA FRUTARIA

    ""miguel.ca27 de Abril de 2014 às 22:19
    Esta Sad e muito menos Pinto da Costa sozinho, não me transmitem um minimo de confiança ou esperança numa reviravolta. Foram eles que destruiram em dois anos tudo o que de bom se fez nos 30 precedentes. Esta SAD, este modelo de gestão, este rumo caducou, terminou a validade e so gente nova, com vontade e pica para começar um novo projecto concentãneo com a nossa realidade e ambição nos poderá colocar de novo não rota perdida em 2004.
    Eleições o quanto antes e Baía a Presidents.

    ResponderEliminar
    RespostasDC27 de Abril de 2014 às 22:29
    Baía? LOL
    Um curso tirado à pressa no ISMAI e um divórcio ruinoso chegam para ser presidentes do Porto?

    Eliminar
    Paulo Moreira27 de Abril de 2014 às 22:56
    Coitado do Baia está falido:
    http://www.dn.pt/especiais/interior.aspx?content_id=2583585&especial=Revistas+de+Imprensa&seccao=TV+e+MEDIA
    Nem o dinheiro que ganhou no futebol soube administrar quanto mais o FCP:

    Eliminar
    miguel.ca28 de Abril de 2014 às 01:16
    Lol, se é o Presidente que administra os recursos financeiros da SAD, o quê que o Angelino Ferreira andou lá a fazer estes anos todos???
    Discorde-se... Mas com razoabilidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  2. Excelente post Ricardo.
    A entrada do mãogala não é nada comparada com as duas do siqueira que lhe deram a expulsão no jogo da taça de portugal.
    É claro que ontem e hoje continuamos a assistir a mais um branqueamento da cs (à moda da máfia) do roubo que marco ferreira mais uma vez executou com competência.
    Estamos a gastar a nossa estrelinha onde não seria necessário com árbitros sérios.
    Espero que não nos falte quando precisarmos, nomeadamente nas finais.
    Abraço,

    ResponderEliminar
  3. "Sofremos por perder..." Mas também sofremos por tantas alegrias
    seguidas..FANTÁSTICO!!! ...EXCELENTE Artigo, Ricardo,Parabéns.

    VIVA O BENFICA PORRA!!!

    ResponderEliminar
  4. Que mania de dizer mal de Jorge Jesus que até irrita, ganhámos com toda a categoria oa Porto que jogou com a equipa principal, que coisa sempre a dizer mal, que tristeza.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. DAH!!!!!

      Eliminar
    2. Aprende a ler seu nabo, não vês que o texto é totalmente irónico? Aprende ou cala a matraca
      O artigo está magistral, espectacular.,

      Eliminar
  5. Dedico aos meus amigos portistas, que devem de andar a cantar assim:.
    ******************************************************************
    Desespero...
    o mau futebol turva os meus olhos
    Porque o céu amua com a terra e entristece
    Desespero...
    machuca a minha fantasia
    O voo da águia ao meu céu amanhece
    Ganhando os títulos do meu sonho
    Toma-nos no nosso estádio nos instantes do delírio
    Rasga o ventre do nosso dono, Pinto da Costa
    Com a sinfonia nos compassos do martírio
    Mostrando um futebol delicioso

    Salva-me..Jesus salva-me

    Jogo magistral que o meu céu seduz
    Jesus salva-me... vem e salva-me
    Mostra-nos como jogar um futebol de encantar

    Desespero... mordo a minha camisola

    Vendo fugir tantas finais que salvavam
    A minha existência
    Desespero...
    É forte o meu desgosto
    Nas vitórias onde existe a tua ausência

    Sopra o vento da angústia
    E o pensamento teima em perseguir-nos
    Num perfeito desatino
    Rola a bola e não ganhamos nada
    E o coração sofre as leis da derrota,
    Indiferente ao seu destino
    Vendo a águia voar
    Pelos céus da glória

    Desespero ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. FABULOSO

      Até a mim me apetece cantar, ahahahaahahahahaah

      Eliminar
    2. Brilhante desespero

      Abraço de um benfiquista feliz

      Eliminar
    3. Não podia ser melhor! Agora é que acabaste com o resto, ehehehhehehhehehehehhehehheh.
      Mainada!

      Viva o Benfica.

      Eliminar
    4. Os portistas estão mesmo em desespero pois se não queriam ganhar a Tacinha da Liga, não foi o que mostraram durante o jogo.
      Se Deus quiser vamos ganhar tudo a nível interno esta época a fim de fazer esquecer a anterior que nos últimos 15 dias foi má de mais para ser verdade

      Viva o Benfica

      Eliminar
  6. Amigo Ricardo... para fina ironia, há que promover o nosso mais recente capitão, Jardel, a jogador escolhido para as flash interviews!

    Hoje a tacinha da Liga, como ternuramente Serrão indicou, já é novamente a taça da Lata, como tão bem indicas... haja lata e paciência para tanta hipocrisia!

    Carrega Benfica. O pleno a nível interno exige-se! Menos do que isso, neste momento, é uma época razoável somente!

    ResponderEliminar
  7. Mais um texto brilhante do amigo Ricardo que por palavras cheias de ironia e bom gosto nos mostra o quanto a Taça da Liga ontem era importante para os dragões, que se esfalfaram todos para nos ganhar
    Jorge Jesus foi super inteligente ao montar uma equipa, com maior realce para depois da expulsão de Steven Vitória, que jogou muito mal diga-se, não dando hipótese alguma alo Porto de nos ganhar e só estávamos a jogar com 10 jogadores
    Gostei da ironia implantada no texto que está fabulosa
    Viva o Benfica

    ResponderEliminar
  8. Concordo com o texto, pois jogámos com a equipa principal contra a equipa B do porto e por isso não fizemos favor nenhum em ganhar, eheeheh

    Ironia brilhante amigo Ricardo Águia _ Livre
    Abraço

    ResponderEliminar
  9. Está encontrada a fórmula para se ganhar aos de Contomil: 10 reservas salpicadas com 3 titulares.

    ResponderEliminar
  10. Ricardo,põe um GANDA PORRAAAAA nesse VIVAAAAAAAA!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  11. E os corruptos andam 10esperados com tanta azia ahahahahaha

    ResponderEliminar
  12. VIVA O BENFICA PORRA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  13. Amigo Ricardo
    Que mais posso acrescentar?!
    Já disse tudo!
    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...