quarta-feira, 20 de março de 2013

Freitas Lobo destaca grande momento de forma de Nico Gáitan ...


Um estilo de jogo eficaz é, essencialmente, uma boa ideia interpretada por jogadores capazes de dar personalidade forte a uma equipa. 

Benfica e FC Porto separaram-se na classificação no momento em que também se separaram nesses termos dentro do relvado. A lesão/ausência de Moutinho foi um tiro no coração tático do FC Porto. Ao mesmo tempo, Gaitán crescia (e fazia crescer a equipa) dentro da máquina tática do Benfica. 

O meio-campo construtivo é o habitat destes seres superiores de futebol pensado e base de aplicação das melhores ideias. A cultura de posse do FC Porto perde visão sem o seu operário mais construtivo. A vocação criativa oscila com a inspiração e limitação física do James pós-lesão. 

Noutro prisma, uma questão que condiciona o salto do futebol português para a dimensão internacional: o brutal aumento de intensidade de jogo. 

O FC Porto sentiu isso na pele (e coração) em Málaga. A intensidade não é um conceito abstrato. Tem a ver com permanente nível de jogo mais alto e maiores exigências fisicas de concentração e antecipação (a chamada agressividade tática). 

Preparar uma equipa para este choque não é fácil quando passa quase todo o resto da época noutro contexto, de baixa intensidade, taticamente adocicada.

A posse necessita desse upgrade de intensidade tática/física. Foi por aí (com Moutinho e James condicionados) que a equipa se perdeu, numa realidade que (com a nuvem cinzenta criada em cima da cabeça equipa) teve transfer emocional para o plano nacional sentido desde Alvalade, o primeiro jogo sem Moutinho). 

Neste campo, as opções do treinador ultrapassam a mera questão tática e entram num processo global de construção da equipa (cabeça e chuteiras). 

Na Luz, no plano da influência e transformação do sistema, existem duas equipas: um Benfica sem Gaitán e existe um Benfica com Gaitán. 

É um jogador que mexe com o equillbrio e dinâmica de todo o onze na relação entre meio-campo e ataque. Nesse plano, a fórmula-Gaitán é muito melhor (mais rica taticamente mantendo a versatilidade técnica).

Ocupar espaços significa, ao mesmo tempo, a capacidade de... abrir espaços. Melhorando o jogo interior quase como terceiro médio, Gaitán arrasta marcações e, simultaneamente, abre espaço nos flancos. 

É um caso de auto-adaptação em pleno decorrer do jogo, tal a forma como pode jogar como ala puro (posição de origem) como pode ser quase segundo-avançado e, sobretudo, como pode ser mais médio, um interior armador (pegando na bola e pensando o jogo e passe, abrindo o flanco à subida do lateral ou às movimentações inteligentes de Lima). 

Não se trata de um polivalente. Trata-se de um jogador multifunções no sentido das várias soluções que dá à equipa em campo. 

A criatividade, muitas vezes, resume-se em saber resolver o mesmo problema de formas diferentes. 

Gaitán (viu-se em Guimarães, Braga, etc.) tem essas diferentes chaves para dar à equipa durante os jogos.» 

- Luis Freitas Lobo, jornal A Bola, 20 de Março de 2013
.
O que pensam os benfiquistas disto?
.

12 comentários:

  1. O senhor defende o que eu digo que é o maior erro do JJ: meio campo. O Benfica tem que mostrar todo o seu poder no meio campo para que os atacantes marquem e para que a defesa não ande aos " papeis".
    Viva o Benfica!!!

    ResponderEliminar
  2. Rute Trigueiro20/03/13, 20:16

    Gaitan dá classe ao meio campo. Com Matic, Enzo Perez e Gaitán, o meio campo do Benfica tem classe mundial, sendo imparável no contexto do campeonato português.

    ResponderEliminar
  3. Filipa Norte20/03/13, 20:19

    Vários meses depois, é justo salientar a importância de Gaitan no Benfica.

    Começou por ser o tipo que vinha substituir Di Maria. Quer dizer, vinha ver de dava. Levou o seu tempo a adaptar-se, mais algum a encontrar o espaço certo e o resto a convencer os adeptos.

    Hoje o trabalho está finalizado. Gaitan é uma legítima opção para substituir Di Maria.

    Não, ele não é o compatriota do Real Madrid. Falta-lhe sobretudo a capacidade inventiva, a criatividade, aquela coisa que Di Maria às vezes faz e nos deixa de boca aberta.

    Por outro lado, Gaitan parece um pouco mais fiável, menos capaz de desaparecer se a coisa se complicar. Ambos partilham pelo menos um defeito: defendem mal. Di Maria era pior, muito pior, quando chegou à Europa. Cresceu, hoje é melhor do que Gaitan. É provável que daqui por uns tempos Gaitan chegue lá.

    Gaitan não é Di Maria? Certamente. Mas depois destes meses todos na Luz, é legítimo que os adeptos do Benfica comecem a achar que nem precisa de ser.

    ResponderEliminar
  4. Filomena Maria20/03/13, 20:22

    Boa noite Ricardo

    Parabéns pelo Benfica que está em grande a vai à frente do campeonato com margem confortável o que sei que te deixa muito feliz.
    O Nicolas Gaitán é muito bem jogador e dá outro encanto à equipa do Benfica, pois tem uma técnica apurada e faz jogar os companheiros

    Mandei mail

    Beijinho desde França desta tua amiga

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite Filomena Maria

      É um facto que a nível desportivo ando muito feliz.

      Beijinho para ti

      Fica bem.

      Eliminar
  5. Boa noite Benfiquistas

    Nico Gáitan, e "outros tais" as Pérolas da Equipa...O resto está tudo dito...

    Estamos imparáveis...

    Benfica Sempre!

    ResponderEliminar
  6. patriarca disse:

    Este tipo o que quer afinal, se num dia deita abaixo e n`outro dia elogia. è afinal um cachorro que não conhece o dono.

    ResponderEliminar
  7. Não apreciando particularmente LFL, em relação a este texto,concordo totalmente com ele.Gaitan é um excelente jogador, e, quando está em forma, é imparável.O meio campo com ele é muitíssimo bom.
    O Benfica tem tudo para ser campeão. Só não pode deslumbrar-se. Eu acredito!
    VIVA O BENFICA!
    maria

    ResponderEliminar
  8. O Gaitan tem os melhores pés do Benfica...a seguir ao AIMAR, claro !!!

    ResponderEliminar
  9. Da Velha Guarda20/03/13, 22:40

    Estas reflexões deste lagartão que finalmente começa a falar de futebol, dão razão ao Jorge. . Das muitas coisas que o nosso treinador disse na aula que deu na Universidade , uma foi que inventou uma nova ciência para o futebol! Os comentadeiros residentes estão a "baixar a bolinha" com as novas tácticas que o nosso treinador está a implementar.

    ResponderEliminar
  10. Do GAITAS penso o que sempre disse mesmo contrariando muitos:

    É o maior talento que o Benfica tem.

    ResponderEliminar

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...