sexta-feira, 21 de setembro de 2012

"CONTAS" - ONDE EU ERREI !!!!!





Isto não há volta a dar-lhe, nem há outra forma de começar: as minhas sinceras desculpas!

Ao Enorme Fundador d’ OBELOVOAR, o meu Amigo Ricardo, cujo Benfiquismo faz deste blogue um exemplo e, sobretudo, aos Leitores a quem prometi que, aqui, poderiam, sempre, recolher informação absolutamente fidedigna sobre as “Contas” do Glorioso.  
Estou envergonhado por vos ter defraudado com um erro que eu não admito a outros e muito menos a mim próprio: falta de rigor! 

Se estão recordados, há umas semanas escrevi um texto sobre o ‘silencio’ da mérdia a propósito das “Contas” das 3 SAD cotadas na Bolsa e ‘ataquei’ essa omissão com a minha convicção de que este exercício terminado em 30 de junho passado iria revelar resultados catastróficos quer para a osgalhada quer para o crac, enquanto os resultados da Nossa SAD deveriam ser, apenas, quase nulos, ou seja: uma vez mais e como sempre sucede quando o Benfica está melhor que os seus adversários e inimigos, a mérdia ‘demite-se’ do seu dever de informar.

O “R&C” já publicado pela osgalhada (em prazo record, o que tem de ser considerado meritório) e todos os sinais que nos chegam do norte, confirmam o que eu argumentava, mas, tristemente, o recente comunicado (datado de dia 19) da Benfica SAD veio desmentir parte do meu otimismo.    

Uns dias depois, ‘encantado’ pelos números relativos ao 3º trimestre (janeiro a março), cometi a infantilidade de vos escrever sobre uma ‘previsão’ que eu acabava de fazer e segundo a qual esperava que os resultados finais em 30 de junho para todo o último exercício pudessem chegar a ser … positivos, ainda que muito ligeiramente: erro crasso!
Ainda que tenha esclarecido que não o fazia baseado em nenhuma informação privilegiada, ainda que tenha confessado (explicando os detalhes) a ‘simplicidade’ dessa previsão e ainda que tenha deixado claro alguns dos pressupostos (que, sabemo-lo agora, eram falsos) que não pudera confirmar (como a questão do “market pool da Champions”), o que é um facto é que me permiti ‘contagiar-vos’, a todos, com o meu otimismo sem rigor. 

Não há volta a dar-lhe: as minhas sinceras desculpas. 
Enfim … adiante. 

Para vossa comodidade (para não terem de andar de link em link), começo por recordar-vos a seguir o ‘filme’ (muito sintético) da exploração da SAD ao longo dos 3 primeiros trimestres do exercício …                                                             

                                                       30/9/2011                    31/12/2011                  31/3/2012 

A Proveitos Operacionais                 26,4                              50,2                              74,8 B 

Custos Operacionais                          (21,2)                            (42,7)                          (64,1) 

C (=A+B) Resultado Op.                          5,3                                7,5                                10,7  

Operações c/ Atletas            
       D Proveitos                                 20,5                               23,0                                24,8            
       E Amortizações                          (7,1)                              (14,4)                             (20,9)

F (=D+E) Resultados c/ Atletas              13,4                               8,6                                  3,9 

G (=C+F) Resultados Op. Totais            18,6                              16,1                                14,6 

Operações Financeiras            
        H Proveitos                                  1,4                                2,8                                4,6            
        I Custos                                       (5,0)                              (10,5)                          (16,7)

J (=H+I) Resultados Financeiros             (3,6)                              (7,7)                            (12,1)       

L (=G+J) Resultados Líquidos                15,0                               8,4                                2,5   
             
Legenda:   Valores em 10^6 euro (milhões de euro)                      
                 Valores ‘negativos’ entre parêntesis 

E, agora, peço a vossa atenção para (o filme de terror) a comparação entre a ‘previsão’ que eu fiz e a realidade dos números, explícitos e implícitos, constantes do comunicado publicado pela SAD

                                                                Previsão 30/6/2012        Comunicado CMVM 

A Proveitos Operacionais                                   100                              91,1 B   

Custos Operacionais                                            86                                83,6 (1) 

C (=A+B) Resultado Op.                                            14                                7,5 (1) 


Operações c/ Atletas            
D Proveitos                                                           30                                         ?            
E Amortizações                                                      27                                         ?

F (=D+E) Resultados c/ Atletas                                   3                                      (2,4) 

G (=C+F) Resultados Op. Totais                                17                                     5,1                     

Operações Financeiras            
        H Proveitos                                                    6,5                                      ?            
        I Custos                                                          22                                        ?
J (=H+I) Resultados Financeiros                             (15,5)                              (16,8) (1) 
L (=G+J) Resultados Líquidos                                      1,5                                  (11,7)                         

Legenda:       Valores em 10^6 euro (milhões de euro)                        
                      Valores ‘negativos’ entre parêntesis
                     (1)  Valores calculados a partir dos indicados no comunicado. 

Importa complementar estes dados com outros que constam no comunicado, como segue:

1 Que as vendas de Javi Garcia e Witsel foram posteriores a 30 de junho;
2 Que o Activo consolidado cresceu para 412ME e o Passivo consolidado cresceu para 426ME, resultando num Capital Próprio consolidado negativo de 14ME; e
3 Que a totalidade dos prémios da Champions quase chegou a 22,4ME (quando já tinha ultrapassado os 21ME em 31 de março). 

Para encerrarmos o tema pelo qual vos continuo a pedir as minhas desculpas, comecemos por esclarecer o seguinte:

1 Boa parte do meu erro (quantitativo) resultou de sobrestimar a rubrica ‘Proveitos Operacionais’ em quase 9ME (eu esperava que houvesse bem mais de 1,4ME a receber no 4º trimestre do ‘market pool da Champions’ e esperava que os ‘Red Pass’ já estivessem disponíveis para compra antes do final de junho);
2 Também sobrestimei (5,4ME) a rubrica “Resultados c/ Atletas”, o que implica (confirmaremos quando for publicado o ‘R&C”) que as operações realizadas no 4º trimestre tiveram um ‘saldo negativo’ de 6,3ME, quando eu esperava que esse ‘saldo’ não chegasse a 1ME negativo (basicamente, admiti que fossem melhores os resultados das vendas do Eder Luís e do Fellipe Bastos e errei na estimativa do valor das amortizações);
3 O desvio (1,3ME) na minha previsão para os “Resultados Financeiros” deverá ser explicado (logo o saberemos) por um erro na minha previsão dos ‘Proveitos’ (linha H), mais do que na previsão dos ‘Custos’ (linha I), face ao esmagamento recente de algumas taxas de juro (as passivas).   

Felizmente que o meu clarissímo ‘antivieirismo’ (ahahah) me ‘obrigou’ a sobrestimar os Custos Operacionais (2,4ME), ou esta minha vergonha ainda seria mais profunda. 

Explicados (e desculpados, espero) os meus erros, passemos a uma breve análise do comunicado da SAD, com a minha promessa de nunca mais partilhar convosco ‘previsões’ que não resultem de um trabalho rigoroso de investigação. 

O Comunicado da SAD. 

Em primeiro lugar, permitam-me que saúde a Administração da SAD por ter demonstrado, 81 dias após o encerramento do exercício, que tem todas as “Contas” apuradas: de facto e por mais sintético que ele seja, não tenho a menor dúvida de que a Administração só remeteu aquele comunicado para a CMVM porque o exercício está fechado e o processo de auditoria externa concluído, ainda que esteja por apresentar o respetivo relatório.
Se este reconhecimento seria sempre de fazer, ainda o é mais neste ano eleitoral e ainda mais quando a síntese dos números divulgados não pode ser rotulada de ‘eleitoralista’. No ‘topo do bolo’ espero que a SAD venha a colocar a ‘cereja’ de uma publicação do “R&C” final ainda antes da AG Eleitoral do próximo mês.
Na próxima AG do Clube (convocada para aprovar o Relatório de Execução do Orçamento do exercício de 2011/12), espero que este sucesso seja devidamente assinalado por todos os Companheiros presentes, tal como desejo que ele passe a constituir um ‘património consuetudinário’ (como se de jurisprudência se tratasse) a preservar pelos futuros Corpos Sociais.

 Quanto aos (necessariamente poucos, por respeito ao Auditor) números em si e por mais que eu tenha ficado surpreendido, sinto o dever de afastar qualquer ponta de alarmismo que eles possam ter suscitado na maioria dos Benfiquistas. 
Apesar dos números revelarem que, tal como alertava o Enorme Carlos Alberto (BENFILIADO), mesmo vendendo o Fábio (80%) e chegando aos ‘quartos’ da Champions, acabamos o exercício com 12ME de prejuízo, não podemos esquecer que este foi o penúltimo ano do ‘roubo’ do mamão chupista, ou seja: bastaria que a SAD tivesse aceite a renovação antecipada do contrato com o olibeiredo pelo valor por ele proposto – mais de 22ME contra os cerca de 8ME atuais, e o prejuízo passaria a lucro.   

O Gestor que eu fui tem fobia por prejuízos (detesto-os, provocam-me náuseas, úlceras e noites mal dormidas), mas tenho de reconhecer que as exigências desportivas do Nosso futebol e a lógica dos investimentos da SAD (mantendo-os), justificam uma certa ‘dose de tolerância’ para com prejuízos, digamos, ‘controlados’, especialmente quando sabemos que eles decorrem de alguns ‘custos extraordinários’ como os que resultam da crise financeira e de uma estrutura interna de custos (sobretudo salariais) que queremos já ter ‘libertada’ da canga imposta pelo mamão. 

O Passivo cresceu mais que o Activo?  

Obviamente e como sempre que sucede quando temos um exercício com prejuízo!
O Passivo voltou a ser maior que o Activo?
Um facto indesmentível, mas absolutamente transitório (um Balanço apurado hoje, mostraria um Activo maior que o Passivo, fruto das ‘vendas’ do Javi e do Witsel)!
A SAD está em “Falência Técnica”?
Uma afirmação ridícula, só admissível em caso de má fé e/ou de extrema ignorância! 

Quem acompanha os meus escritos sobre estas matérias não pode ignorar que a SAD tem um Activo muito subavaliado em várias rubricas (juntos, o Javi e o Witsel deveriam estar no Balanço por menos de 10ME e o mercado ‘avaliou-os’ em seis vezes mais), razão pela qual quem insistir nesse ‘espantalho da falência técnica’ … nem resposta merece. 

Qual é, então, a situação económica? 

O comunicado revela que a situação económica da SAD se mantem, ou seja: (a) a exploração corrente (Resultados Operacionais) mantem-se substancialmente positiva (o que corruptos e osgas gostariam de poder dizer), mesmo em período de crise e sem ‘favores’ do olibeiredo e (b) a gestão dos ‘ativos desportivos’ (os passes de Atletas) continua a fazer-se (3 anos sucessivos) de tal modo que as vendas e empréstimos de Atletas permitem cobrir a soma de todas as imparidades com a amortização contabilística anual de todo o Plantel.
Quem achar que isto é pouco, faça o favor de encontrar mais exemplos entre os maiores clubes da europa.   

Qual é, então, a situação financeira? 

Sensivelmente a mesma, muito exigente, que a SAD vem ‘aceitando’ desde que decidiu proceder a toda a série de investimentos que vem concretizando há uma década (parque desportivo, Equipa, BTV, etc.), sem ter capitais próprios suficientes, ou seja uma situação em que temos de ‘pagar’ uma monstruosidade de custos financeiros, particularmente agravada pelo atual quadro critico dos mercados financeiros. 

Uma vez mais vou afirmar que se trata de uma situação que me parece estar a ser muito bem controlada pela Administração da SAD e que vai persistir neste próximo exercício (o derradeiro com o mamão).
Para a superar, assim ‘de um salto’ e de imediato, só vejo duas soluções: (c) ou vendemos ativos (subavaliados e facilmente transacionáveis, ou seja … Atletas) e usamos o dinheiro para reduzir os empréstimos, ou (d) mobilizamo-nos para aumentar o Capital Social da SAD numas dezenas de milhão de euros e usamos o dinheiro para reduzir os empréstimos.
Para a superar, sustentavelmente e a médio prazo, teremos de rentabilizar os Nossos direitos de TV, somar-lhes, se possível, o naming da Catedral e manter os atuais princípios e equilíbrios de Gestão, passando a aplicar, a partir de 2013, boa parte dos proveitos adicionais assim obtidos na redução paulatina daqueles empréstimos. 

Que me perdoem os Colegas pela simplicidade da linguagem aqui usada, mas sinto que a importância do assunto exige que todos os Companheiros possam acompanhar estes raciocínios. 

Haveria muito mais a comentar sobre o comunicado da SAD em apreço, mas não quero abusar da pachorra dos Amigos d’ OBELOVOAR, além de que acredito que esses comentários terão muito mais valor e interesse quando se referirem ao ‘R&C” final, tal como a Administração o virá a apresentar aos Acionistas e para sua aprovação.
De todos esses aspetos adicionais, há apenas um que quero destacar: a interpretação dos números do comunicado leva-me a inferir que houve outros prejuízos no Grupo que a SAD teve de consolidar (cerca de 3ME) e que, por agora, apenas posso tentar ‘adivinhar’ especulativamente.

Traumatizado pela minha anterior tentativa de ‘adivinhação’ (ahahah), apenas vos digo que me não vou surpreender se o “R&C” reportar um prejuízo anormal (já tinha as contas equilibradas) no exercício da Nossa BTV: terá sido resultado de novos investimentos, ou do enriquecimento dos conteúdos, ou de ambos os fatores?

Não sei a resposta, mas aqui fica o alerta.  

Viva o Benfica!   
*******************
Superiormente escrito por: José Albuquerque / PEDRO ÁLVARES CABRAL
*  

127 comentários:

  1. Não sei discutir as contas da sad do benfica, sei apenas olhar para os totais onde fico assustadissima com os valores do passivo, quais 500 milhões de euros.
    Permito isso sim dar os parabéns ao autor deste artigo, sr José Albuquerque, pessoa que, ao que parece, possuidor de elevados recursos académicos, ter a hombridade de pedir publicamente desculpa por um erro seu, segundo escreve.
    Achei maravilhoso este ato humano.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Benfiquissima Conceicao, Companheira,
      Obrigado, Muito Obrigado pelo teu elogio.
      Se ainda te mereco credibilidade, entao podes dormir tranquila com a situacao do Glorioso: mesmo que subsistam ameacas (especialmente neste furacao da crise), TODOS, UM, havemos de o fazer chegar a 'porto seguro'.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Eu é que agradeço ser merecedor da sua resposta, sr PEDRO ÁLVARES CABRAL

      Viva o clube do nosso coração

      Sport Lisboa e Benfica

      Eliminar
  2. Caro José,

    todos erramos, admiti-lo só demonstra nobreza de carácter.

    Para mim, o problema foi o modo como expôs o seu conhecimento e visão das contas do clube conhecimento, menorizando e desprezando quem analisa, pensa e interpreta de forma distinta. Não se esqueça que na altura dedicou as suas análises aos "profetas da desgraça".

    Quem tinha razão, afinal de contas?

    Continua a achar que estamos bem e é este o caminho?

    Entendo que não.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme ETU, Companheiro,
      Obrigado pelo teu reconhecimento.
      Quanto aos "profetas da desgraca", eu mantenho a mesma opiniao e espero que tu nao sejas dos que agitam o 'espantalho da falencia tecnica', sob pena de eu passar a considerat-te um daqueles profetas.
      Vou tomar a liberdade de te pedir que comentes/critiques as alternativas que eu indiquei (ou apresentes outras) para a superacao da fraqueza de Capitais Proprios.
      Obrigado e

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  3. Caro Navegador,
    Eu sabia que virias aqui dar a tua douta opinião sobre esse "cu de boi" financeiro.
    O teu erro é erro de um optimista que vê nas coisas do nosso Glorioso clube, o copo sempre meio cheio.
    Viste o copo 100% cheio e o facto é que só estava a 91,1%
    Essa foi a diferença.

    ResponderEliminar
  4. Já agora espero que também explique o seguinte:
    "Pior que olhar as contas da SAD é olhar as contas do Clube. Progressivamente esvaziado de património, o balanço entre activos e passivo coloca o Sport Lisboa e Benfica à porta dos 100 milhões negativos".
    No site oficial, está disponível a sócios. https://mybenfica.slbenfica.pt/pt-pt/areapessoal/docsocio2.aspx

    ResponderEliminar
  5. Não seria de mau tom pedir desculpas específicas ao Bcool que aqui foi desrespeitado pelo seu post "Reerguer o Benfica". É que dessa atitude, baseada num erro de análise seu (que hoje vem corrigir, e por isso os meus parabéns), acabei eu também por injustamente falar neste blogue de uma forma menos própria, quando no fundo a crítica era só a si - e não ao Ricardo, que nunca quis melindrar.

    Toda a gente erra e assim continuará, mas convém não acusar e insultar gratuitamente quem procura analisar o Benfica para além do pontapé de bola. O Bcool estava preocupado e com muita razão - e fundamentou aquilo que escreveu. Ao senhor Albuquerde, agradeço as desculpas gerais e peço-lhe que da próxima vez não acuse quem, afinal de contas, tinha toda a razão em escrever o que escreveu.

    Ao Ricardo, aquele abraço. E a promessa de estarmos juntos (e não em confronto) pelo Benfica. Sempre pelo Benfica.

    E aos restantes bloggers, o pedido de nos unirmos em torno da defesa e problematização do nosso clube. O momento - antecipado há muito tempo por uns; coberto também há muito tempo por outros - chegou e é de grande cuidado e preocupação. Saibamos ser Benfica, na crítica ou no apoio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Guru, está verde... muito verde, nem sabe ler nas entrelinhas...

      Eliminar
  6. Enorme Viriato de Viseu, Meo General,
    Obrigado pela tua solidariedade.
    Ainda assim, cumpriu-se o 'objetivo' doa 150ME de Proveitos totais do Grupo Benfica, uma cifra espantosa.
    E, ainda, creio que acabamos de ultrapassar os 250 mil Socios ...
    O Nosso Clube nao tem limites!

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  7. Enorme Ricardo, Companheiro,
    Imaginando que es o Autor do ONTEMVI-TE, permite que te desiluda e confirme tudo o que escrevi a proposito do texto do Enorme BCool.
    O(s) erro(s) pelo qual aqui me vim penitenciar, explicar e corrigir, cinge-se exclusivamente a previsao que eu (malfadada e superficialmente) fiz ha umas semanas para os resultados deste ultimo exercicio.
    Mais ainda, ficas a saber que nao considero ter ofendido o Companheiro BCool. O que eu fiz foi desmascarar os seus erros (crassos, alguns deles) e o comportamento incorreto de manipular os numeros de acordo com os seus objetivos 'anti vieira'.
    A ti, sugiro-te que nao caias no ridiculo de 'dramatizar' o atual momento da SAD: repito a afirmacao de que um Balanco apurado neste momento revelaria um Activo bem superior ao Passivo, um resultado de largas dezenas de milhao de euros e Capitais Proprios de mais de 30ME.
    Queres contrariar estas minhas afirmacoes?
    Fico a aguardar.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  8. Tudo isto é muito bonito, lemos e ficamos a reflectir nos números.

    Mas a verdade é que o Benfica continua a derrapar a passos de gigante rumo a uma situação que me parece insustentável.
    Claro que eu não entendo nada de contas, mas como benfiquista, olho para quase 500 milhões de euros de passivo e fico arrepiado.

    São quase 500 milhões de euros, meus amigos. E o certo é que vendemos jogadores e o passivo, continua a aumentar.
    Então não era para algo de novo, e daí eu compreender o optimismo do caro amigo José Albuquerque/ PEDRO ÁLVARES CABRAL, no outro seu artigo, quando, como agora admite, estava errado, no sentido das contas estarem mais ao nivel da despesa/receita?.

    Não será por verem esses números assustadores que não aparece ninguém credível para fazer frente a Luís Filipe Vieira?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ricardo/águialivre

      Temos que acreditar nos nossos dirigentes que tudo fazem em prol do clube que amamos
      Hoje ao ler estes comentários fiquei mais rica de conhecimentos e mais confiante no nosso Benfica

      BENFICA ATÉ MORRER

      Eliminar
    2. É certamente uma das razões, caro Ricardo! Quem é que se atreve a pegar no Benfica com um passivo tão elevado? Acho cada vez mais difícil.
      Viva o Benfica!
      maria

      Eliminar
  9. Não acham estranho tanta derrapagem nas contas e ninguém do Benfica parecer preocupar-se com o facto?
    Já imaginaram se não temos vendido o Fábio Coentrão e entrado na Champions League, a desgraça que era?

    Não acham que é um problema de todos os benfiquistas se Luis Filipe Vieira sai, todo airoso e pimpão, e as contas ficas na desgraça que estão? Quem paga?

    Obrigado

    ResponderEliminar
  10. parabéns amigo, por reconhecer que o seu entusiasmo teve falhas

    quanto ao passivo ser mais de 400 milhões, isso não deve preocupar muito os sócios, dado o valor da marca Benfica ser muito superior

    e parabéns à direcção do LFVieira pela sua administração que tem sido fantástica

    e nós temos orgulho nisso, por isso somos BENFICA

    um abraço

    ResponderEliminar
  11. SAD do Benfica apresenta capitais próprios mais negativos desde que está em bolsa

    20 Setembro 2012 |

    Diogo Cavaleiro - diogocavaleiro@negocios.pt

    A SAD encarnada fechou a época passada com um passivo superior ao activo, o que se consubstanciou em capitais próprios negativos de 14.153 mil euros (14,153 milhões de euros).
    A Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do Benfica registou os capitais próprios mais negativos desde que está em bolsa (2007). Foi a segunda vez que o passivo da cotada superou o activo neste período.

    Os capitais próprios consolidados da cotada presidida por Luís Filipe Veira fixaram-se em 14.153 mil euros (14,153 milhões de euros) a 30 de Junho de 2012, de acordo com um comunicado emitido pela empresa através da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Os capitais próprios eram positivos, na ordem dos 2.450 mil de euros (2,45 milhões de euros), a 30 de Junho de 2011.

    Os capitais próprios de uma empresa revelam o valor líquido do património que detém, fazendo a relação entre os activos e os passivos (de forma mais simples, comparando o que tem, efectivamente, com aquilo que deve).

    A SAD das águias apresentava, no final do exercício 2011/2012, activos no valor de 411.921 mil euros (411,921 milhões de euros), um aumento de 7% face ao período homólogo. Já no campo dos passivos, o agravamento foi mais pronunciado, na ordem dos 12%, que o levou aos 426.073 mil euros (426,073 milhões de euros). Os capitais próprios ficaram em terreno negativo precisamente porque o avanço do passivo dos encarnados foi superior ao do activo.

    Além da época que agora reporta resultados, a SAD presidida por Luís Filipe Vieira só tinha apresentado capitais próprios negativos em 2008/2009, na altura de 11.825 mil euros (11,825 milhões de euros). Nos restantes anos, o activo tinha sempre superado o passivo, segundo os comunicados presentes no site da CMVM.

    Capital próprio deve passar a positivo já no trimestre

    Este ano, a pressionar o balanço benfiquista esteve a intensificação do prejuízo da SAD que se fixou em 11.690 mil euros (11,69 milhões de euros), enquanto no período homólogo o resultado líquido negativo se tinha ficado pelos 7.663 mil euros (7,663 milhões de euros).

    “Os ganhos com as alienações dos direitos desportivos dos atletas Javi Garcia e Witsel irão permitir que o capital próprio volte a ser positivo no 1º trimestre de 2012/2013 [Julho a Setembro]”, aponta ainda o comunicado da SAD do clube da Luz. Os jogadores foram vendidos ao Manchester City por 20 e 40 milhões de euros, respectivamente.
    ........
    Isto não é preocupante?
    Está tudo na maior?
    Luis Filipe Vieira é que sabe e mais ninguém sabe?
    Só Luis Filipe Vieira é o dono da verdade?
    E os benfiquistas não vão ficar com o "pássaro" na mão, e Luis Filipe Vieira, vai tomar conta das suas obras?

    Prevejo um negro futuro para o MEU BENFICA

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Aguia Encarnada, Companheiro,

      Esse tal Diogo Cavaleiro ... de duas uma: ou e um ignorante no que toca a analise de Balancoes e Demonstracoes de Resultados, ou preferiu escrever dessa forma com objetivos 'comerciais'.

      Olha que o facto de eu ter pecado por otimismo nao justifica esse pessimismo, ahahah

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  12. A Vida não recompensa as melhores desculpas, somente os melhores resultados.

    Todas as suas previsões, e o seu discurso envolto em doutrinar e demonstrar sapiência perante leitores que não dominam a área, revela uma postura de alguém com conhecimentos, porém demagogo.


    Perante as evidências que hoje colocaram a nú todo o seu discurso altruísta, queira o senhor tomar conhecimento, que em português corrido, o considero a personificação do adjectivo de aldrabichão, e como tal, relembro para finalizar que as desculpas não se pedem, evitam-se, quando se é sensato e ponderado.

    Os profetas da desgraça, coitados, traçaram um "cenário patético", que hoje por hoje, se revelou uma previsão bastante mais realista que o seu. Não merecem louvores, porque por enquanto não apresentam alternativa, mas pelo menos merecem uma mais séria leitura das suas opiniões, por não terem entrado em falência intelectual, como foi o seu caso.

    Desculpe-me a frontalidade da minha educada resposta. Preferencialmente, ter-lhe-ia dito olhando-o nos olhos. Quem sabe um dia.

    Atentamente

    Fernando Dias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O balanço representa uma fotografia da situação da empresa numa determinada data, neste caso no dia 30 de Junho de 2012. Nesse dia, e de acordo com as avaliações existentes no Activo desse balanço, o Benfica encontrava-se em falência técnica. Mas agora já não está.

      Porquê? Porque alguns dos jogadores que estavam com valores residuais no Activo nessa data, como muito bem disse o José Albuquerque, foram vendidos com uma valorização brutal. Tanto Witsel (40M€), como Javi (20M€), assim como outros jogadores que foram vendidos e emprestados, para além do prémio de participação de cerca de 8M€ da Champions, irão fazer com que actualmente já possam estar contabilizados cerca de 50M€ de proveitos, fazendo passar um capital social negativo para cerca de 25M€ ou mais positivo. Significa isso que HOJE O BENFICA ESTÁ MUITO LONGE de estar em falência técnica.

      Significa isso que os profetas da desgraça continuam a traçar um "cenário patético", mas nada realista. E o pior na minha óptica é que esses profetas da desgraça quase todos dizem que não percebem nada de números ou de contabilidade. Mas não se coíbem de meter a colherada em cozinhados que não dominam. Porque será? Será por ignorância ou será por vontade de dizer mal?

      Eu quando não percebo de algo, calo-me! Os ignorantes que falam de coisas que não entendem e que, por isso, tentam passar uma mensagem que não é verdadeira - gostando de gritar que, "o fim do mundo está próximo!" - é que são os verdadeiros aldrabichões!






      Eliminar
    2. Então porque não te calas?

      Eliminar
    3. Enorme Fernando Dias, Companheiro
      Nao te desculpes pela tua frontalidade (mais faltaria, entre Benfiquistas), tal como eu me nao vou desculpar por me ter 'escapado' antes este teu comentario ... mas nao perdes pela demora, ahahah.
      Mesmo sem ser poeta, eu acredito 'no tempo que o tempo tem', ou seja, sinto que quando estivermos olhos nos olhos, tu ja teras tido o tempo de aprender algo mais e, assim, o que me vais dizer e que te enganaste, que entendeste este meu texto e que ja percebeste que eu tenho razao.
      Assim mesmo, com toda a frontalidade!

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    4. Caro Senhor José Albuquerque,

      Bem sei que não responder, também é uma resposta, e talvez no caso até fosse o melhor. Mas como você é do género que afirma, "em cada 10 pessoas, 6 sabem contar... as outras 3 são ignorantes.", só me resta recordar-lhe para memória futura, que ninguém testa a profundidade de um rio com ambos os pés!

      Por isso, recomendo-lhe com humor, que para o resto da vida quando quiser fazer previsões, nunca se esqueça:

      Nos restaurantes alentejanos, a pressa é inimiga da refeição.


      Atentamente

      Fernando Dias

      Eliminar
  13. Não sei o que dizer a fim de modificar as coisas visto que não sou Economista nem nada que se pareça, mas confrontado com determinados numeros todo eu fico arrepiado.
    .
    SAD do Benfica com contas negativas na época passada
    20 Set, 2012, 11:22 / atualizado em 20 Set, 2012, 11:22

    As contas da SAD do Benfica na época 2011/2012 foram negativas, em comunicado enviado à CMVM, a SAD do Benfica anunciou que encerrou temporada passada com um prejuízo de 11 milhões e 690 mil euros. Não estão, no entanto, ainda contabilizadas as transferências de Javi Garcia e Witsel. O passivo aumentou e é agora superior a 426 milhões de euros. Quanto aos proveitos operacionais alcançaram um montante histórico de mais de 91 milhões de euros.
    .
    Será que alguém não se assusta com isto?

    ResponderEliminar
  14. É fácil de perceber....
    Fizeram 91 milhões €€€!!!!!!....mas gastaram 101.690 milhões...
    Boa gestão????
    Duvido.
    Acredito que era possível abater no passivo colossal do clube, se em vez de terem 80 jogadores debaixo de contrato do clube, tivessem apenas 30 e mesmo já eram muitos...
    As despesas reduziriam mesmo muitos milhões..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Aguia50, Companheiro,

      Desculpa ter de dizer-te, mas a unica coisa facil de perceber e que te faz falta ler um livro basico sobre contabilidade.

      30 Atletas?
      Tantos?
      Para 2 Equipas e mais alguns nos Juniores?

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  15. Espero que tenha lido o meu comentário e que prometa vir aqui dar explicação para o assunto focado. Até agora não disse nada, só felicitou os amigos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Jose Ramalhete, Companheiro,
      Mas ... qual comentario?
      Aquele em que 'manda calar' um Companheiro?
      Ou aquele em que coloca em causa as contas do Clube (que eu ainda nao li)?
      Sera pedir-lhe muito que comente o que eu escrevi, especialmente se discorda e apresentando argumentos apoiados em numeros, ou, ainda melhor, 'desenhando' outras solucoes?

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  16. Muito bom texto com uma explicação simples e sem os histerismo do costume que são o pão nosso de cada dia de alguns blogs já conhecidos..

    Não há motivos para sorrir é certo mas também ficar histérico e a chorar baba e ranho parece-me demais!

    Saudações Benfiquistas!

    ResponderEliminar
  17. Caro Jose Albuquerque eu que sou um leitor assiduo do Belo Voar da aguia leio sempre os seus poste cheios de conhecimento sobre a parte financeira do nosso clube,sobre isso nao entendo nada mas fica bonito quando um se engana e vem pedir desculpas e um digno benfiquista,da minha parte estas desculpado, como ja disse de dinheiros so entendo a porca miseria que eu tenho no Banco lol, tenho uma sugestao mesmo nao entendendo nada de financas porque nao vendemos todos os nossos craques abate-se o passivo,passamos a jogar com jogadores vindos da equipa B e ate alguns juniores muito jeitosos olha que eu acompanho os jogos deles e fico deslumbrado com alguns,reduz-se os ordenadoes gigantes desses craques,reduz-se o passivo todos os anos so em ordenados,como assim com os craques nao ganhamos nada,entao nada por nada joga-se com uma equipa baseada em Portugueses com ordenados baixissimos nao acham?como assim o crack nos vai igualar em titulos de qualquer maneira,caramba se acaba o Benfica acabo eu tambem ando preocupadissimo com esse Passivo dos 500 milhoes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ó Francisco,
      Desce à terra ó MEO.

      Só podemos abater o passivo se tivermos uma equipa a andar nos lugares primeiros e na Champions.

      O que estás a propor é um "saldos para fecho do estabelecimento"

      Também eu deliro com os nossos BÊS, mas......

      Eliminar
    2. Enorme Francisco, Companheiro,
      Obrigado pelo teu incentivo.
      Olha que no dia em que um jovem vindo da 'Fabrica' se afirmar na Equipa, logo aparecerao 'tubaroes' a oferecer-lhe 4 ou 5 milhoes de salario anual. Basta veres o exemplo do Nelson, que nem sequer anda na 'montra' da Champions.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  18. Já lá vai o tempo em que eu tinha que me preocupar com os números, daí que me sinta demasiado verde para poder opinar sobre um assunto tão delicado.Isso não obsta a que eu parabenize o Sr.José Albuquerque pela nobreza e frontalidade com que se penalizou pelo seu "optimismo" ,assim todos os "benfiquistas de fachada" tivessem essa hombridade e sobretudo coragem.
    No entanto continuo a estar atento a muitos "sapateiros" que gostam de tocar violino, principalmente de ouvido ...

    ResponderEliminar

  19. Não gosto de fazer citações mas hoje não resisto porque não acho melhor maneira de sintetizar, aproveitando também, para pedir desculpa...

    1º. Como diz e bem o nosso povo: ""Não vale a pena gastar cera com ruim defunto"" e seus acólitos.

    2º. Como escreveu alguém isto não passa de um: """Ensaio sobre a cegueira"""

    Portanto abençoados os ""profetas da desgraça"" porque não precisam de pedir desculpa e não alimentam uma cegueira demagogica, petulante, ofensiva e presunçosa demonstrativa d um bipolarismo preocupante.

    Por mais que pinte o mundo ""o cego"" só vê o mundo de uma cor...

    ResponderEliminar
  20. Mais um tratado do José Albuquerque que está para as contas do Benfica como o José Gomes Ferreira está para as do país: Devemos ouvir sempre o que dizem porque percebem da 'poda'.

    Eu tenho andado sem tempo nenhum para me debruçar sobre esses numeros e nem encontrei ainda um balancete ou uma demonstração de resultados mais analítica para ver o que correu mal! 14 milhões é muito dinheiro e se é verdade que com o mamão na rua a coisa equilibrava a verdade é que mesmo assim eu comungava a esperança do amigo José, resultados equilibrados.

    Vamos ver se este ano a coisa melhora!

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem Benfiliado, que falas no José Gomes Ferreira da SIC.
      Se eu mandasse no Govermo propunha este rapaz para Secretário das Finanças a servir o Ministro Medina Carreira.

      E outra coisa? Qual será o clube do rapaz da SIC?
      Se for do Benfica e tiver mais de 10 anos de sócio...bem que nos fazia jeito!!!

      Eliminar
    2. Enorme Carlos Alberto, Companheiro,
      Obrigado por mais esse elogio, que nao mereco, ahahah.
      Este exercicio que agora comecou vai trazer novos desafios, num quadro de provavel aprofundamento da crise interna (talvez com um alivio na crise no resto da europa).
      O exercicio abriu com um 'impulso' economico e financeiro formidavel (o maior de sempre), mas interessa-me mais como e que ele vai terminar ...
      Estou a falar dos direitos de TV, obviamente.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    3. Que não merece o elogio está à vista de todos. Principalmente, de quem se der ao trabalho de ler o diálogo que mantém com o Bcool por aqui abaixo.

      Eliminar
  21. muito obrigado pela detalhada explicação.
    mas segundo tenho lido o passivo aumentou em 10 anos 300 milhões,
    mesmo com lucros anuais de 10 milhões serão necessários 40 anos ou mais para amortizar a totalidade do passivo, ora bolas já cá não estarei para ver espero ao menos ver o nosso BENFICA ser campeão mais vezes que o rácio actual que se cifra em 2 campeonatos em 10 anos
    VIVA O BENFICA
    ROYESLB

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Roye slb, Companheiro,
      Por favor, nao caias nessa 'armadilha/chavao' do Passivo, a menos que consigas indicar 2 ou 3 grandes empresas que nao tenham Passivo.
      Podes acreditar nisto que te vou dizer: o unico problema serio (ameaca) nas "Contas" da Nossa SAD e a dimensao (duplicada pela crise) dos 'Custos Financeiros'.
      Identificado o problema (ha anos que eu aqui o identifiquei), resta escolher a solucao, certo?

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  22. O profeta da desgraça que foi acusado de mentiroso, gostaria que o sr. navegador desmascarasse isto: "A 8 de Janeiro de 2008, no âmbito da segunda reestruturação do contrato de financiamento da construção do estádio (project finance), foram cedidos a favor da Benfica Estádio os créditos dos contratos com a Olivedesportos, SA, celebrado a 23 de Maio de 2003, e com a PT Comunicações, SA, celebrado a 11 de Maio de 2005, tendo a Benfica Estádio procedido à dacção pró solvendo a favor dos bancos dos referidos créditos.
    Em Janeiro de 2011, a Benfica SAD e a Benfica TV cederam a favor da Benfica Estádio os créditos para si emergentes do contrato de patrocínio celebrado com a Portugal Telecom, SGPS, SA em 1 de Julho de 2009, que veio substituir o contrato com a PT Comunicações, SA referido no parágrafo anterior que entretanto cessou, tendo a Benfica Estádio procedido à dacção pró solvendo a favor dos bancos no âmbito do contrato de financiamento da construção do estádio (project finance)."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. RELATÓRIO & CONTAS, 1º SEMESTRE 2011/2012, DE 1 DE JULHO DE 2011 A 31 DE DEZEMBRO DE 2011, página 98

      Eliminar
  23. É que segundo as palavras do sr. navegador: "Fosse o A um nadinha humilde e escusava de ter confessado ao mundo que não tem nem ideia do que é um Project Finance (um tipo de financiamento que não admite nenhuma outra garantia que não sejam as receitas previstas do próprio veiculo sobre o qual se estrutura o empréstimo). Fosse o A um mínimo rigoroso e não estivesse movido pela já comprovada má fé e teria evitado esta mentira despudorada."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme BCool, Companheiro,
      Lamento que tenhas passado tanto tempo com esse 'prato gelado', a aguardar a melhor oportunidade: ja podias ter-te libertado disso ha mais tempo, Companheiro.
      Olha, Companheiro: (a) caso a tua fonte seja fidedigna, (b) caso saibas o que e uma 'dacao pro solvendo', quando leres o teu primeiro Project Finance ... perceberas.
      Mas, nota bem e regista, eu ate ja demonstrei que estou disponivel para corrigir qualquer erro que cometa ...

      E tu?

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Caro navegador, não fiquei tanto tempo com esse prato gelado conforme o afirmas, pois apenas ontem tomei conhecimento, pelo Ricardo, dos teus posts sobre o outro post que eu tinha feito reeguer o Benfica, quando ainda nem era colaborador do blog Ontem vi-te. Pensdei

      Inclusivamente em não responder, mas depois de ver os processos de intenções que levantaste, quando apenas eu me tinha limitado a tentar fazer um escrito que tentasse por um lado apontar os caminhos que eu considero que devem ser seguidos para o engrandecimento do Benfica, por outro apontar as razões da fragilidade actual e que eram e continuam a ser um dos principais óbices ao nosso crescimento, a deficiente gestão de recursos humanos, curioso que ontem o presidente tenha feito as afirmações que na prática corroboram o meu pensamento, e também tentar explicar a quem não percebe de contas e não tem paciência para ler relatórios, quais as despesas e receitas que estão associados à vida de uma sociedade como a Benfica SAD.

      Fiz o post quando ainda não se conhecia a oferta que foi recusada pela Administração da SAD, independentemente da data de publicação do mesmo, repara, eu enviei o post para o blog e publicaram-no quando acharam oportuno, pelo que entretanto o Benfica deu a conhecer a recusa dessa proposta. A precária situação da Olivedesportos, leva-me a concluir que numa lógica de estabelecer barreiras à entrada a outros operadores, a Olivedesportos tenha adquirido e tentado adquirir direitos acima da sua capacidade para rentabilizá-los, nomeadamente ao Porto e ao Benfica, visto que ao Sporting apenas propuseram 11 ou 12 milhões/ano.

      Nesse artigo eu tinha um erro assinalável, que derivou de não ter conseguido ler na totalidade o regulamento de gestão do BSF e por isso disse erradamente que o Benfica assumiria as perdas dos maus negócios feitos com pelo BSF, quando assim não o é, e muitos são os maus negócios feitos pelo BSF, tanto que já tiveram que reconhecer várias imparidades, por exemplo com o Schaffer. De facto, esses maus negócios ficam com o BSF, o que será mais ou menos grave se à data de extinção do fundo, eles tiverem mais peso que os bons negócios, visto que desincentivará a constituição de um novo fundo, instrumento que foi muito útil à Benfica SAD.

      No entanto, li o regulamento o suficiente para ver que a 18 meses do fim dos contratos dos jogadores cujos passes foram parcialmente cedidos ao fundo, terem que ser colocados no mercado, para evitar que o BSF perca dinheiro com a saída de jogadores no fim dos contratos com o Benfica. Por isso, o contrato do Ruben Amorim foi renovado aquando do empréstimo ao Braga.

      Quanto à questão dos proveitos internos e ao seu futuro crescimento, se descontares os 22,4 milhões de prémios da Liga dos Campeões, verás que o Benfica gerou apenas 68,7 milhões. O que eu alertava e poderás confirmá-lo pelo relatório do Manchester United, é que os proveitos originados pelos mercados exteriores representam uma parte muito significativa dos proveitos totais desses clubes, seja através dos direitos de transmissão, seja através do merchandising. Ao contrário do Benfica, não existe a tradição nesses emblemas do associativismo, o Bayern está agora a inverter essa política, provavelmente baseado no sucesso do Benfica, o que quer dizer que ao explorar esses mercados, o Benfica teria como receitas não só os direitos e o merchandising, como também a questão do associativismo, ou seja tem uma capacidade de crescimento, se o trabalho fôr bem efectuado, muito superior ao que o mercado nacional lhe pode assegurar.
      Penso inclusivamente que o Presidente está suficientemente atento para perceber que este ano terá uma contracção nas receitas com origem na bilhética, nos red pass, no corporate, no merchandising, na quotização, tudo o que são receitas com origem em Portugal, visto que o rendimento disponível das famílias vai novamente cair, por isso é tão importante o abrir a novos mercados, para que não estejamos dependentes do ciclo económico em receitas que representam cerca de 40% do total dos proveitos.

      Eliminar
    3. Para finalizar com a questão da dação pro solvendo, e sim já tive na minha vida profissional que lidar com situações dessas, pelo que sei bem o que é.

      O project finance tinha como garantia os créditos que a Benfica SAD tinha sobre o Sport Lisboa e Benfica derivados do contrato de utilização do estádio.

      No entanto o project finance foi aprovado com pressupostos que não se vieram a realizar, devido a que as previsões teoricamente normais, ou seja nem eram as optimistas da análise de sensibilidade, não se vieram a concretizar, isto é as receitas de exploração do estádio estavam claramente abaixo das previsões iniciais.

      Devido a esse facto e ao degradar da notação da Benfica SAD, devido aos constantes prejuízos, é certo que os proveitos têm crescido, mas não conseguimos sustentadamente ter um resultado positivo, estou a falar dos resultados líquidos, nãao dos títulos embora isso também seja uma realidade, aquando da reestruturação do financiamento do estádio, alargamento do prazo, houve necessidade de prestar garantias adicionais, isto é, os bancos viram como necessário para garantir que o Benfica continuava a cumprir com os pagamentos reforçar as suas garantias, pelo que a SAD teve que constituir como garantia as receitas que acima mencionei.

      Eliminar
    4. Enorme BCool, Companheiro,
      Antes de mais, o meu Obrigado por estes teus comentarios, pelo tom dos mesmos e por animares um debate positivo.
      Mas ... tendo de pedir-te que nao deixes que a tua opiniao pessoal pelo Presidente te 'tolde a visao' dos numeros, combinados?
      Nessa linha, faz-nos o favor de nao comecar a 'retirar fatias' aos Proveitos (muito menos os premios da Champions, na qual nenhum Benfiquista compreendera se a Equipa nao estiver sistematicamente presente) Operacionais.
      Depois, faz-nos o favor de nao esquecer outros Proveitos da SAD (Operacoes c/ Atletas e Financeiros), nem outros Proveitos do Grupo Benfica.
      Valeu?
      Eu tiro-te o meu chapeu pelo facto de vires assumir um erro (mas olha que escreveste bastantes mais, ahahah) e aplaudo a tua disponibilidade para melhorar: das-nos uma licao de Benfiquismo.
      Por isso, deixa que te garanta, sob palavra de Honra, que nunca te quis ofender, mas ... ataquei e sempre continuarei a atacar um teu comportamento que se condensa em ataques ao Clube, sem escrupulos e recorrendo a tudo (mentira, demagogia, etc.) e por uma infeliz 'cegueira' contra o Presidente eleito e reeleito.
      Compreendes-me?

      A terminar, recordo-te que estamos de acordo em relacao a um ponto essencial (sempre o foi e, no atual quadro macroeconomico, quer nacional quer internacional, agora ainda mais): o futuro do Glorioso, a sua competitividade interna e externa, joga-se na sua solidez economica (espero que concordes que ela foi consolidada pelas Direcoes de LFV) e no justo equilibrio da sua estrutura financeira (que esta longe de ser conseguido).

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    5. Caro Navegador, em momento algum ataquei o clube, muito menos com mentiras ou demagogia, é convém não confundir as pessoas que transitoriamente gerem o clube com o clube em si, pois estas estão à mercê da crítica pelas opções que tomam. E sim, considero que as pessoas que estão à frente do clube globalmente fizeram um pobre trabalho, que tem pontos positivos, mas tem também pontos muito negativos e portanto globalmente não lhes posso dar uma nota positiva. É uma diferença de apreciação que fazemos.

      Quanto à questão de retirar proveitos, para mim, o mais importante é aquilo que poderemos dominar e trabalhar, ou seja o que não está dependente da bola bater na trave em vez de ser golo e se comparares os proveitos dos prémios dos jogos europeus, liga dos campeões e liga europa, facilmente concluirás que a diferença de receitas é demasiado significativa no nosso orçamento actual. Ou seja, compara o valor dos prémios do Sporting com o Benfica, ou caso não o queiras fazer, compara os prémios do Benfica nos últimos anos em função do que foi efectuado em termos desportivos.

      O que defendo pois é que procuremos crescer noutras receitas, para que um eventual não apuramento para a Liga dos campeões não faça mossa. Mas mesmo falando da Champions, a diferença entre passar ou não passar a fase de grupos é significativa no nosso quadro de receitas.

      Quanto à transacção de jogadores, se não estiveste atento deixa-me recordar-te que este foi um dos anos onde os montantes foram menores e onde se fizeram menos transferências e que a aplicação das regras do fair-play financeiro são uma ameaça a quem tenha nessa componente uma parte significativa dos seus proveitos.

      É que a gestão estratégica não tem a ver com a gestão corrente e não antecipar o futuro pode ser dramático. Por isso defendo que o Benfica deverá procurar maximizar as receitas que têm origem em fontes que não os prémios das competições europeias e as transferências de jogadores. E esse passa por abrir novos mercados, quer em termos de direitos, nomeadamente a nível de novos destinos e de novas plataformas de transmissão, quer em termos de alargamento do impacto da marca Benfica no mundo, por forma a aumentar significativamente as receitas de merchandising e quotização.

      Eliminar
    6. Companheiro,

      Espero que compreendas que eu nao entre numa discussao sobre o Project Finance da Catedral (nao estamos so os dois, ahahah), mas obrigas-me a recordar que: (1) o contrato atual ja nao e um PF (o SUV ja nao e um projeto), o seu valor ja nao e o inicial (refiro-me, obviamente, ao valor financeiro), pelo que seria inconcebivel pretender que ele mantivesse as obrigacoes. Espero que concordes, agora que ja demonstras saber o que e, de facto, um PF.
      Acima de tudo, espero que te penitencies por ter escrito no sentido de sugerir que a Gestao da SAD tinha colocado em causa a sustentabilidade desse financiamento, admitindo que a Catedral estaria "em risco".
      Por motivos de seguranca informatica eu nao tenho acesso imediato ao teu texto e a critica que, entao, lhe fiz (tenho-os em batch), pelo que nao posso, agora, citar o que escreveste. Porem, todos os que nos leram devem estar recordados da tua acusacao demagogica e de como eu te desmascarei (perdoa, mas a palavra so pode ser esta).
      Quanto a tua 'proposta' de internacionalizacao da Nossa Marca (ideia com a qual concordo, naturalmente), recordo-me de te ter criticado por 'esqueceres' (e omitires, expressa e erradamente) o potencial de crescimento dos Proveitos Operacionais no 'mercado interno' e bem mais imediatos: exploracao/venda dos direitos de TV e naming da Catedral, entre outros (umas 2 ou mais duzias de ME).
      Para terminar, recordo-te que tomei conhecimento e critiquei o teu texto mais ou menos concomitantemente com 2 outras 'perolas' do mais deslavado anti Benfiquismo (por antivieirismo, claro), a saber: um texto de um Colega em que ele interrogava os Benfiquistas sobre se eles sabiam que estavam "a dever 2 mil euro" e o inenarravel 'slideshow' dos Companheiros do "Por Ti Benfica".
      A porra toda foi que o teu texto ficou ... 'misturado' e a culpa nao foi de quem o publicou; foi tua.
      Entendes?

      Viva o Benfica

      Eliminar
    7. (um dialogo interessante, este)

      Olha, Companheiro,

      Mas tu achas concebivel viabilizar o Nosso futebol (e a SAD) 'descontando' as receitas da Champions (nem o segundo lugar achas que merecemos?) e as que decorrem das operacoes sobre Atletas?
      E ainda tens o descaramento de sugerir (recorda que a maioria dos Companheiros nada sabe sobre Fair Play Financeiro) que esses proveitos podem colocar-Nos em risco?
      Depois surpreendes-te se eu te 'acusar' de demagogia e de deturpares a realidade, atacando o Clube, por antivieirismo, ahahah.

      Enorme BCool, Companheiro,
      Pela ultima vez te vou dizer que eu estou pronto a aplaudir todos os teus textos (sobretudo aqueles em que desenvolvas raciocinios diferentes dos meus) dirigidos ao esclarecimento dos Benfiquistas sobre este tipo de assuntos.
      Igualmente, na defesa dos mesmos Valores e do Nosso Clube, conta com a minha critica (sem rodeios) sempre que te permitires 'despistes' desse calibre.

      Viva o Benfica (PORRA)!

      Eliminar
    8. Caro Navegador,
      Por forma a não alongar a discussão, eu não sugeri que a gestão da SAD tinha colocado em causa a Catedral. Acho que a gestão da SAD está a colocar em causa o potencial de crescimento do clube devido à gestão de recursos humanos muito negativa.

      Mais, acho que se não houver inversão da gestão, e felizmente parece que já acordaram para esse facto, a acreditar nas palavras do discurso de Almada, é o próprio futuro do clube/SAD que está em causa, pois a notação de risco da SAD tem vindo a aumentar e a remuneração dos capitais alheios pesa cada vez mais apesar de a Euribor estar a valores excepcionalmente baixos.

      Quanto ao naming da Catedral, sou contra, é algo que me faz espécie, embora compreenda a existência essa fonte de receitas, é algo que não gostaria de ver feito. Quanto à venda de direitos disse não acreditar em propostas superiores a 15 milhões de euros por parte da Olivedesportos, mas vim a saber depois de o texto ter sido escrito que a SAD tinha recusado uma proposta superior.

      O facto de a Olivedesportos ser mal gerida é problema deles e não nosso, mas não acho que nós próprios tenhamos capacidade para no curto prazo conseguir rentabilizar a BTV para assegurar valores da ordem dos que foram recusados.

      O problema para LFV foi que o MPA acabou por deixar cair o seu projecto, por causa das negociações com a Liga Espanhola, e agora ficámos com o bebé nas maõs.

      Eu sou crítico da gestão de Vieira. Tenho dificuldades em aceitar 2 campeonatos e 1 taça de portugal em 9 anos de mandato e tu sabes bem, pela idade que tens, que se fosse noutros tempos, já nem este mandato o LFV tinha feito quanto mais recandidatar-se a mais 4 anos.

      Quanto a anti-vieirismo, não é anti-benfiquismo, o homem não é o Benfica, é transitoriamente o Presidente do Benfica e eu não sou anti-vieira, eu reconheço alguns méritos na gestão dele, a fundação, a BTV, a corrida Benfica, a dinamização das casas, o tornar a equipa de futebol mais competitiva, o re-acordar das modalidades, mas globalmente considero que os pontos negativos superam os positivos.

      Quanto aos 2 mil euros não sei do que falas. O slideshow é responsabilidade de quem o fez, pois eu não pertenço a grupos, eu sou sócio do Sport Lisboa e Benfica e é para com o clube e com o seu futuro que eu tenho a minha lealdade.

      Eu quase que fui agredido na Luz no tempos de VA. Eu dei a cara aquando da contestação à saída do JVP do Benfica. Eu já tenho muitos milhares de km feitos para ver o Benfica em Portugal e no estrangeiro. Eu tenho dificuldades em durmir quando o Benfica faz mau resultados. Já interpelei jogadores pelo tratamento que estavam a dar ao Benfica.

      Presidentes vão e presidentes vêm, mas eu sou do Benfica, não do LFV, do JVA, do MD, do JB, do JS, do FM ou de tantos outros presidentes que o Benfica teve. Já houva na nossa história presidentes que pelo seu benfiquismo e por verem que não eram capazes de levar o Benfica aos títulos abandonaram o seu cargo ou não se recandidataram.

      Esse tipo de altruísmo e benfiquismo é que eu gostava de ver e não uma administração pejada de carraças, jorge gomes, dso e outros tanto a quem o Benfica nada diz a não ser o cheque ao fim do mês.

      Eliminar
    9. Navegador,
      Gostava que tivéssemos capacidade de não depender das receitas da Champions como dependemos, este ano representaram quase 1/4 dos proveitos operacionais excluindo operações com jogadores, porque foi um ano excepcional e eu gostava que fôssemos capaz de gerar as receitas suficientes, para que este valor não representasse mais que 10 ou 15 %. Não está conceber o Benfica fora da Champions, está em conceber que sem contar com a Champions deveríamos gerar 150 a 180 milhões de euros e isso só é possível se não nos limitarmos ao mercado nacional.

      O que eu sugiro é que se estivermos dependentes das receitas de transferências de jogadores, caso não nos consigamos apurar para a champions, por exemplo fazermos uma péssima época, acabarmos em 3.º e no ano seguinte sermos eliminados na pré-eliminatória, além de uma quebra significativa nos proveitos operacionais, arriscamo-nos a não conseguir realizar mais-valias significativas na transacção de jogadores.

      Mesmo que isso não aconteça, haverá a tendência para que as receitas com transferências de jogadores venham a diminuir e portanto, o que digo é que não podemos, aliás não devemos, contar com esses receitas para equilibrar o orçamento, que o resultado operacional excluindo operações com jogadores deve ser suficiente para cobrir as amortizações dos passes e os encargos financeiros, isso é o que defendo, e que se bem me lembro foi o que o DSO disse que se ia passar no Benfica a curto prazo, que o benfica não precisaria de vender jogadores para equilibrar as contas.

      Eliminar
    10. E pronto, ja regressaste ao teu pior registo: mentiras, demagogia e ofensas aos que invejas e que, ao contrario de ti, defendem o Clube (mesmo que nao sejam Benfiquistas)

      Eliminar
    11. Tendo em conta essa tua última frase, ela sim carregada de mentira, e não entendo como é que alguém para quem o Porto é uma religião pode defender o Benfica, encerro a minha participação, pois ofensas gratuítas nada acrescentam e ficam-te mal, e quem ofendeu os benfiquistas foi o carraça, e se tens memória curta eu não tenho do que ele disse e fez quando estava no sindicato de jogadores.

      Ofensa ao benfiquismo foi aquele deplorável espectáculo e posteriores declarações na Alemanha, além de revelarem uma incompetência atroz que nos custaram 2 meses de suspensão para o nosso capitão em vez de 3 ou 4 jogos.

      Eu não invejo essa gente, porque eles não sabem o prazer que é ser Benfiquista e o prazer que dá ver o Benfica a jogar e a ganhar e pensar nele todos os dias. Só tenho pena que pessoas como tu que já tantos anos têm de benfiquismo se esqueçam do que é o Benfica.

      Eliminar
  24. BOA NOITE BENFIQUISTAS...
    .
    Gostaria de poder dar a minha opinião, mas de facto,este artigo é de tal nível, que ultrapassa as minhas capacidades, loool....Gosto realmente de ler, fico triste por serem más notícias, mas fico a saber de coisas importantíssimas sobre nosso clube!.....
    Esperamos que as coisas se componham...

    Tenham um fim de semana GLORIOSO...
    Carrega Benfica.................

    ResponderEliminar
  25. Não querendo ser "profeta da desgraça" estes números não são nada animadores e acreditando nas palavras de LFV hoje à noite na Casa do Benfica em Almada, as mesmas comprovam-no.
    Não sou economista, nem financeiro, mas acho que esta história do valor dos passes dos jogadores estarem estimados por baixo até pode ser verdade, mas numa situação de aperto alguém acredita que nos pagariam aquilo que "realmente" valem? Penso que não serei "profeta da desgraça" se disser que não, basta olhar para as transferências deste ano, e para a situação de excepção que foi a transferência de Witsel, talvez o jogador com mais mercado que o Benfica tinha.
    Falam aqui da marca "Benfica" é indubitável que será o nosso maior bem, mas alguém pode avaliar rigorosamente quanto vale? Quanto valeria a mesma numa situação de emergência?
    Olhando para a situação de crise que temos instalada um pouco por todo o lado e fazendo uma comparação com o Benfica, uma habitação que há 10 ou 15 anos valeria 150 mil euros hoje poderá ter um valor de 100 mil ou menos, isto porque desvaloriza com o passar dos anos e porque o mercado mudou drasticamente desde então.
    O mesmo se passará com o valor dos passes dos jogadores, e a juntar a isso devemos ter em atenção que muitos estão afectos ao fundo pelo que o Benfica não é detentor da totalidade dos seus passes logo em caso de venda o valor a receber será partilhado.
    Se juntarmos a isso o facto do activo "estádio" não estar pago, e custar uma fortuna em juros anualmente, os empréstimos obrigacionistas com juros altíssimos e todas as despesas decorrentes da actividade do clube e SAD, devemos olhar para estes números com muita cautela em meu entender.
    O facto de não estarmos hoje em falência técnica, porque falta incorporar o valor da transferência de 2 jogadores, não deve ser motivo de regozijo, mas sim de apreensão, porque um passivo desta magnitude é preocupante, ainda mais numa actividade onde os proveitos estão muito dependentes de resultados desportivos e esses não têm sido abundantes, hão-de concordar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Companheiro,
      Obrigado pelo teu comentario.
      Permite, apenas, que eu te explique uma coisa para que deixes de pensar e escrever que os 'Passes' dos Atletas estao "estimados por baixo".
      Quando a SAD adquire um Passe e paga por ele X so pode 'registar' (contabilizar) essa transaccao por X (nao pode contabilizar por um qualquer outro valor, ainda que acredite que X e menos de metade do valor de mercado do Atleta), compreendeste?
      Entretanto, o que sucede e que, em regra, o Benfica 'acrescenta valor' aos Atletas (e a varios outros Activos).

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Caro Pedro.
      eu nunca escrevi que o Benfica não regista os atletas por valores abaixo daquele que paga, o que eu quis dizer é que não podemos contar com lucros fantásticos em todos os atletas ou em algum até, porque isto dependerá muito da situação do mercado na altura que o quisermos ou até estivermos forçados a vendê-lo para fazer dinheiro com ele.
      Eu sei e acredito que os atletas que jogam no Benfica se valorizam mas também tens vários exemplos, muitos até, de jogadores que não nos deram nenhum rendimento quer desportivo quer económico.
      Eu não quero atacar a direcção, esta ou outra qualquer, apenas quero, e penso que isso todos queremos, uma gestão equilibrada do clube que em momento algum o coloque em perigo, só isso.
      Penso que o discutir estas situações não fazem mal ao clube, ao contrário do que muitos por aí alvitram com comentários vazios de conteúdo, o discutir o que se passa no clube não é sinónimo de ataque a ninguém mas sim preocupação ou vontade de saber mais do clube do qual todos gostamos...

      Eliminar
  26. Com tanto "expert" em economia por aqui nestes comentários fico parvo pela actual situação enológica do Pais....é só experts em Portugal como treinadores de futebol, catedráticos da táctica ou como pseudó presidentes de clubes de futebol....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro fm.carv

      Diga-me sinceramente:

      O que é que este seu comentário contribui na forma sadia para aquilo em que TODOS estão empenhados: "discutir" o passivo, entre outros assuntos, do Benfica?

      Tenha um bom fim de semana.

      Eliminar
  27. Bom dia amigos benfiquistas.

    Penso que o discurso do nosso presidente feito ontem em Almada está em súmula dentro daquilo que se tem discutido aqui em função deste soberbo artigo do enorme benfiquista PEDRO ÁLVARES CABRAL
    .
    Discurso na Casa do Benfica em Almada

    Luís Filipe Vieira: “Seguir o caminho da responsabilidade”

    O presidente Luís Filipe Vieira inaugurou esta sexta-feira, dia 21 de Setembro, a nova imagem da Casa do Benfica em Almada. No seu discurso, o líder do Clube assegurou que o Benfica vai continuar a seguir o caminho da credibilidade e da responsabilidade. Leia a intervenção na íntegra:

    “A minha primeira palavra tem de ser de agradecimento ao esforço e à dedicação de todas as pessoas que trabalharam para pôr de pé esta renovada Casa do Benfica.

    Portanto, na pessoa do Presidente da Casa, permitam-me que dê os parabéns a todos quantos trabalharam para poder chegar até aqui.

    Apesar de ser uma ideia repetida, é uma verdade incontestável e por isso também a tenho de partilhar aqui.

    Sempre coloquei as Casas do Benfica como uma das prioridades da nossa estratégia de crescimento, porque é da soma das muitas Casas do Benfica espalhadas pelo país que conseguimos manter a dinâmica e o estatuto de maior clube português.

    E se chegámos até aqui foi porque nunca perdemos o nosso principal património: os nossos sócios e adeptos, e esta sala é a melhor prova de que essa riqueza continua bem presente entre nós.

    Vamos continuar a apostar nas pessoas, porque este Clube tem um dono: os seus sócios. Foi assim até aqui e será assim no futuro.

    O Sport Lisboa e Benfica é dos seus sócios, não qualquer investidor, venha ele de onde vier. Esta é a melhor garantia do nosso futuro e do nosso crescimento. Não há outro caminho!

    É evidente que vamos enfrentar dificuldades.

    A difícil situação económica que atravessamos vai, naturalmente, condicionar a nossa actividade durante os próximo anos. Dizer o contrário seria demagógico, fazer o contrário seria irresponsável.

    Todo o trabalho que até aqui desenvolvemos obriga-nos a ser realistas com as nossas metas, sem perder ambição, mas sabendo que os anos que se avizinham vão ser anos muito difíceis que vão obrigar os portugueses a enormes sacrifícios e a uma enorme austeridade.

    Portanto, não nos resta outra alternativa que não seja seguir o caminho da credibilidade e da responsabilidade. Quem não o fizer por opção, dentro de pouco tempo vai ter de o fazer por obrigação.

    continua

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. CONTINUAÇÃO
      .
      Quem pensa que pode continuar a viver como até alguns anos atrás está redondamente enganado. Quem persistir nesse erro vai acabar mal.

      Às vezes fico surpreendido com alguns artigos de opinião que vou lendo em alguns jornais.

      À segunda-feira, leio que o futebol português não é viável, que as receitas não chegam para fazer face aos custos, que temos de entrar numa nova realidade.

      Mas na quarta-feira, já leio que perdemos o meio-campo, que se calhar não devíamos ter vendido, que foi tudo mal planificado, que foi um erro. O mais extraordinário é que, às vezes, são os mesmos jornalistas a assinar as duas opiniões.

      E eu pergunto: mas será que esses jornalistas ainda não perceberam os tempos que estamos a viver? É claro que temos de vender. Vamos ter de continuar a vender.

      Vender, comprar menos e formar mais. Vender e baixar a massa salarial, mesmo que isso signifique sacrificar a nossa competitividade.

      Que fique aqui bem claro: temos de garantir a nossa sustentabilidade, temos de competir e ganhar com o talento, a entrega e o empenho dos que cá ficam e confiar na capacidade do nosso treinador.

      Num período de mudança e de incerteza, o pior que podemos fazer é fingir que nada se passa. Caros benfiquistas, temos de aceitar que há limites e que ultrapassar esses limites significa comprometer o nosso futuro.

      Se outros não se importam com isso não é um problema nosso. A nossa obrigação é garantir que haja futuro para o Sport Lisboa e Benfica.

      Quero dar os meus parabéns àqueles clubes que apresentando prejuízos milionários em anos consecutivos conseguem resistir a vender jogadores. Seguramente que devem ter encontrado uma fórmula mágica.

      Mas a magia, como sabem, é pura ilusão. Quando acordarem pode ser tarde demais. E isso, garanto-vos, não vai acontecer com o Benfica.

      Precisamos de um futebol saudável, com clubes saudáveis.

      Precisamos de um futebol sério, com clubes sérios e gente séria.

      Precisamos de um futebol cumpridor, com clubes cumpridores.

      Pela minha parte, a opção está tomada: pensar no Clube, garantir o seu futuro e nunca, mas nunca, comprometer a sua continuidade.

      No ano passado, é bom não esquecer isto, foram chamados 42 atletas do futebol de Formação do Sport Lisboa e Benfica às diferentes selecções nacionais jovens.

      Nunca antes qualquer outro Clube conseguiu ter tantos atletas nas selecções, sinal de que o trabalho realizado nos últimos anos começa a dar resultados, de que o investimento realizado começa a ter retorno.

      E se falo da Formação no nosso futebol, com a equipa B a projectar os nossos principais talentos, também tenho de falar da Formação nas modalidades.

      É justo destacar o trabalho de base que também aí está a ser desenvolvido. Um trabalho profundo, um trabalho estruturado, um trabalho que nos dá garantias para o futuro.

      É através desse investimento que espero ter – dentro de poucos anos – as nossas equipas profissionais das modalidades constituídas na sua grande maioria por atletas formados nas nossas escolas.

      É este o caminho que vamos ter de seguir.

      Viva o Benfica!”
      **************
      Não acham que Luis Filipe Vieira tem razão?

      Eliminar
    2. Gostei do discurso.

      Ainda sem confirmação pelo Benfica mas ao que se leu, vieram agora dois jogadores da equipa B para a equipa A do Benfica:

      André Almeida e André Gomes

      Pode muito bem ser um principio, e um incentivo, para outros jogadores da equipa B

      Eliminar
  28. Enorme José,

    Obrigado pelo seu post.
    A mim as desculpas nem são precisas, visto ter sido uma previsão pode errar (ainda por cima não lhe paguei como se fazem com bruxos por isso não me sinto lesado).

    Só tenho umas duvidas e gostaria de lhe propor um desafio:
    Compreendo que não estamos em falência técnica, embora neste resumo apareça um activo inferior ao passivo, a verdade é que com as vendas de Javi e Witsel já demos a volta (e se calhar agora até se percebe melhor o porque dessas vendas, e deixo aqui um aparte, ambos os jogadores foram avaliados no mercado por 40M€, visto o Javi ter sido vendido 50% do passe por 20M€).
    Voltando a parte do desafio, gostaria que fizesse um post a mostrar os vários passivos e activos ao longo dos anos de Vieira no Benfica, com informações relevantes (construção do Estádio [indicando o valor que nos custou] por exemplo).
    Para assim, eu poder (e quem quiser se juntar a discussão) perceber melhor a evolução da nossa economia.

    BT26
    Benfica sempre.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme BT26, Companheiro,
      Nao te prometo quando (repara que o teu 'desafio' tem dificuldades varias, nomeadamente pelo tremendo crescimento da SAD), mas agradou-me essa tua sugestao.
      Vamos a ver ....

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  29. Parece-me que se estão aqui a ignorar alguns numeros importantes. Está-se a discutir a situação da SAD, ignorando os dados do Clube. Juntando o total dos valores do Grupo Benfica, o passivo ronda os 540 milhões de euros, havendo capitais próprios negativos de cerca de 120 Milhões, em vez dos 400 milhões de passivo e 12 milhões de capitais próprios que aqui se fala.

    Por outro lado,
    as vendas do Javi e do Witsel não estão incluidas nestas contas e conta-se com o seu valor para voltarmos a ter saldo positivo. Por si só não serão suficientes, tendo em conta o saldo negativo de 120 milhões. Para além do mais, tem que se ter em conta que nem todo esse dinheiro é lucro.
    Vejamos:
    da venda do Witsel o Benfica tem a receber cerca de 26 Milhões de euros, aos quais ainda há que debitar o valor de activo que o jogador representava para o clube (8 milhões de euros). Haverá então um lucro de 18 milhões de euros.
    da venda do Javi Garcia há a receber 20 milhões de euros (poderá haver mais 3, mas mais tarde portanto agora não poderemos contar com eles). Debitando os 7,5 milhões que o jogador representava em activo no clube, temos que há um lucro de 12,5 milhões de euros.

    Portanto,
    da venda destes dois jogadores resultará um lucro de 30,5 milhões de euros.

    No entanto, quando se diz que faltam incluir estas vendas, está-se a esquecer que também andámos nas compras e essas compras também aqui não constam.
    Não estão aqui os valores gastos nas compras do Ola John, do Salvio, do Lima, do Luisinho, do Hugo Vieira, do Michel, nem dos jogadores que foram comprados para a equipa B.
    Portanto, este cenário é bem mais optimista do que deveria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro pexim

      Então considerando que tem razão, verifica-se que o Correio da Manhã, também tem.

      Assim sendo como se explica o comunicado do Benfica que transcrevo a seguir?

      Cumprimentos

      Eliminar
    2. Enorme Pexim, Companheiro,
      Os 'conhecedores' como tu nao cessam de me surpreender, a serio: entao tu sabes isso tudo?
      Olha que estao completamente erradas as tuas contas sobre o Witsel, logo a comecar no facto de ele NAO TER SIDO VENDIDO!
      Nao sabias que ele saiu por 'rescisao de contrato'?
      Que pena, especialmente quando essa diferenca tem implicacao ao nivel do (nao) pagamento de comissoes e ao nivel de quem paga o "Fundo de Solidariedade".
      Mais ... sabes tudo e nao sabes o valor (de Balanco)correto do passe do Witsel? Esqueces 1 ano de amortizacao?
      Enfim ... passando para as "Contas" do Clube, eu sugiro-te que escrevas ao Presidente a colocar questoes (ou ao Presidente do Conselho Fiscal, neste caso e se nao gostares de LFV).
      Eu confesso que, ha 2 anos, desde que me reformei e ando em viagem, nao acompanho as "Contas" do Clube. Ha 3 anos, numa AG, todos ouvimos o Presidente a afirmar qual era a logica interna ao Grupo: o Clube nao tem Passivo bancario, no Grupo ninguem pode dever ao Clube, mas o Clube so paga aos 'filhos' quando pode.
      Sugiro-te que estudes o Passivo do Clube e veras que a maior parte sao creditos de outras entidades Benfica.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    3. Pexim, a compra de jogadores não afecta o resultado, enquanto na venda, o que afecta os resultados são as mais ou menos-valias geradas, isto é a diferença entre o valor de venda e o valor de balanço.

      Tu quando compras um bem, trocas o teu dinheiro por esse bem, ou seja trocas um activo (dinheiro) por outro activo (bem) e a situação patrimonial mantém-se igual. Apenas com o decurso do tempo, e o desvalorizar desse bem é que vais tendo os custos (amortizações).

      Eliminar
  30. No site do Benfica vem esta noticia:

    Notícia deste sábado, dia 22 de Setembro

    Comunicado: Jornalismo amador num jornal líder

    Não se trata de má-fé ou especulação, trata-se apenas de amadorismo e pura incompetência, o que é mais grave para um diário que é líder nas vendas e nas audiências.

    O CM titula hoje - com destaque de quem conseguiu uma “cacha” - que “o passivo do Benfica é de 539,5 milhões”. Acontece que a informação é descabida, falsa e parte de um erro grosseiro. A forma como chegaram a este número traduz total desconhecimento dos jornalistas no que ao tratamento de informação de cariz financeiro diz respeito.

    O Sport Lisboa e Benfica comunicou os resultados individuais do SLB e os resultados da Benfica SAD, que consolida as contas individuais da Benfica SAD e da Benfica Estádio.

    Acontece que o exercício de cálculo que fizeram demonstra a incompetência de quem desconhece o que são contas consolidadas, de outra forma não teriam chegado ao número que chegaram, que é um erro de principiante, que jornalistas com noções básicas a nível financeiro não fariam.

    Só desejamos que os jornalistas que assinam a notícia nunca analisem, nem nunca escrevam sobre as contas do Grupo Cofina, porque garantidamente vai dar asneira!

    ******************************
    Tudo ataca o Benfica. O Correio da Manhã deveria ter algum cuidado nas noticias que coloca a público se não sujeita-se ao ridículo, à vergonha, de se lhe ter que chamar: MENTIROSOS, TRAFULHAS, JORNALISTAS DE MÁ FÉ.
    Até quando temos que aturar as ALDRABICES esta gentalha?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Será que o CM está mesmo a mentir?
      Será que o Pexim que fala acima e indica praticamente o mesmo passivo é jornalista do CM?

      Eliminar
  31. Não sou jornalista, e muito menos do CM.
    O próprio comunicado do Benfica esclarece para quem quiser ler:
    "O Sport Lisboa e Benfica comunicou os resultados individuais do SLB e os resultados da Benfica SAD, que consolida as contas individuais da Benfica SAD e da Benfica Estádio."

    Benfica SAD e Benfica Estádio, não Benfica Clube.

    As contas estão aqui para quem quiser ler:

    RESULTADOS LÍQUIDOS
    SAD: -11.7 milhões de euros
    Clube: -12.9 milhões de euros
    RESULTADOS LÍQUIDOS TOTAIS SLB: -24.6 milhões de euros

    ACTIVO:
    SAD: 411.9 milhões de euros
    Clube: 15.8 milhões de euros
    ACTIVO TOTAL SLB: 427.7 milhões de euros

    PASSIVO:
    SAD: 426.1 milhões de euros
    Clube: 113.4 milhões de euros
    PASSIVO TOTAL SLB: 539.5 milhões de euros

    SITUAÇÃO LÍQUIDA (CAPITAIS PRÓPRIOS)
    SAD: -14.2 milhões de euros
    Clube: -97.6 milhões de euros
    CAPITAIS PRÓPRIOS TOTAIS SLB: - 111.8 milhões de euros

    É verdade que algum do passivo do clube é à SAD (no último exercicio eram cerca de 6,4 milhões), os quais devem ser acrescentados ao activo da SAD, o que ainda dá cerca de 530 Milhões de passivo total do nosso BENFICA no seu conjunto.


    Mas mesmo que os números não fossem esses, não deixa de ser inacreditável que batemos todos os recordes de receitas e, ainda assim, conseguimos gastar mais do que ganhamos. Ou seja, neste momento, temos um monstro voraz para o qual já não conseguimos produzir o suficiente para o alimentar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Números impressionantes, deveras preocupantes ou que pelo menos dão que pensar... e muito

      Eliminar
    2. Concordo com o navegador e com o Benfica, há muita gente que escreve nas áreas económicas ou em jornais económicos pouco habilitada a fazê-lo. A consolidação de contas não é a soma pura e simples dos valores. Apenas a análise dos passivos do clube te permitirão avaliar o que deve ou não ser somado aos passivos da SAD. Com os próprios prejuízos que falas acontece o mesmo. Eu ao contrário do navegador acho que a situação actualmente é preocupante, e sim que a 30/6/2012 a SAD e o clube estavam em falência técnica, e que a gestão dos últimos anos embora tenha méritos no crescimento dos proveitos, tem muitos deméritos na gestão dos recursos humanos e consequentemente nos custos, mas não embarquemos no facilitismo de análise de quem não está qualificado para tal, o passivo do Benfica, clube e grupo não ultrapassa os 500 milhões como aí vem afirmado

      Eliminar
    3. Quanto à questão dos passes estarem registados abaixo do balanço, dou os exemplos de jogadores que sempre achámos que tinham mercado e depois não geraram proveitos para o Benfica, ou o que geraram foi inferior ao valor do balanço, yebda, bergessio, quim, makukula, luis filipe, césar peixoto, nuno gomes, etc. etc.

      Há jogadores que efectivamente se podem constituir em mais-valias aquando da sua alienação, mas também os há que acabam por não o ser, além de que a percepção do mercado quanto ao valor de um jogador pode mudar muito rapidamente e o jogador só vale o que efectivamente vierem a oferecer por ele, um exemplo paradigmático é o caso do Cardozo, por muito que o Benfica e o BSF reconheçam um determinado valor, que no mínimo é o valor de referência definido aquando da aquisição por parte do BSF de parte do passe, o mercado insiste em o não avaliar nesse montante.

      Para a Benfica SAD o valor do balanço do passe dele e mesmo para o BSF, tendo em conta o decorrer do contrato, estará muito mais baixo que o valor de aquisição, devido às amortizações.

      Obviamente que se a Benfica SAD alienasse o seu passe por 7,5 ou 10 milhões teria lucro, tendo em conta o valor actual no balanço, mas para fazê-lo só com a concordância do BSF, visto esse valor ser inferior ao valor do negócio com o BSF e inferior ao valor de referência.

      A questão essencial é que a nossa percepção de valor dos jogadores nem sempre é igual às ofertas que se conseguem por eles, por isso é sempre subjectivo dizer qual o valor verdadeiro do passe de um atleta e consequentemente o valor dos activos da SAD respeitantes a passes de atletas.

      Eliminar
    4. E pronto, Companheiro BCool, la estas tu a 'derrapar' e, uma vez mais te digo, sem nenhuma desculpa, por teres conhecimentos suficientes.

      "Falencia Tecnica"?
      Ao escreveres essa barbaridade estas a afirmar que o Activo esta corretamente avaliado e sabes (muito) bem que estas a mentir!
      Nao venhas com o argumento da 'subjetividade', porque foi para o superar que andamos a estudar (ou sera que, como Economista, te refugias nesse pseudo argumento?)

      Vamos, de Economista para Economista, diz-me (diz-nos) se nao estao cheios de mais valias potenciais os seguintes 3 grupos de 'Activos': (1) parque desportivo, (2) Marca Benfica e (3) Plantel.

      Deixa-te de antivieirismo, porra!

      Fico (ficamos) a aguardar.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    5. Em qual dos critériios de falência técnica estamos a falar ? O do artigo 35.º ou o do Passivo ser maior que o activo ?

      Quanto ao parque desportivo, deverá o mesmo estar valorado pelo preço de construção e posteriores melhoramentos descontando as amortizações. Sinceramente não sei qual o preço do m2 nessa zona, mas em termos de valor de mercado tens que descontar ao valor dos terrenos o custo das obras de demolição, pois nunca ninguém compraria um estádio para utilização.

      Marca Benfica, não sei por quanto está avaliada a marca, nem por quanto foi efectuado o negócio entre a SAD e o clube para a sua cedência. Sinceramente não sei qual o valor, conheces alguém que tenha feito as contas ? Gostava de saber qual é o valor da marca, também para avaliar se o negócio entre a SAD e o clube foi positivo, mas como nem sei o valor do negócio não te posso responder.

      Plantel, conforme escrevi, quase todos os jogadores que valerão mais que o escriturado em Balanço. Não sei quais as políticas contabilísticas, pelo que não sei se há reavaliações dos passes quando o BSF adquire percentagens, deveria haver se não há, nem sei se haverá quando há renovações, também deveria haver. Não sei por quanto são valorados os passes dos atletas que saiem da formação e os que são adquiridos sem despesas nos passes.

      Dessa forma não sei qual o valor bruto dos passes que está escriturado. Em princípio haverá um diferencial positivo na generalidade dos passes, mas entre tantos atletas, há muitos que saiem sem qualquer compensação para o Benfica, pelo que o valor do passe adquirido e amortizado é o valor correcto.

      Resumindo, haverá algum valor escondido entre o que está escriturado, mas sem conhecer a fundo as contas, e não tenho acesso a informação priveligiada é impossível estar a quantificar que valor é esse e se é ou não superior ao valor dos capitais próprios negativos.

      Sem outras informações, que poderão vir no R&C, a SAD está com capitais próprios negativos e isso degrada significativamente a sua notação para a renovação das operações de financiamento que se vencem este ano. Aliás julgo que as vendas de Witsel e Javi estarão enquadradas na tentativa de recuperar a situação de capitais próprios negativos.

      Eu não critico isso, critico que não se assuma essa opção estratégica, que se criem pantominas de pseudo-tentativas de manutenção do witsel e que não exista planeamento desportivo para acautelar essas situações. Curioso que depois do resultado de Glasgow já se assuma que se tem que vender e continuar a vender.

      Eliminar
    6. Como Benfiquista, ficas satisfeito com o que escreveste?
      E como Economista?

      Em sintese, escreves que nao sabes, nao conheces e nao consegues, mas sabes podes e consegues escrever "Falencia Tecnica" sobre o Clube que amas.

      Se nao te deixasses condicionar por esse antivieirismo primario (e que te 'absorve' a inteligencia), ha muito que tinhas tentado descobrir o que aqui confessaste desconhecer, quanto mais nao fosse para poderes 'calar' os anti Benfiquistas que nos difamam com essa da "Falencia".

      Ficas com este desafio: vais tentar superar essa tua ignorancia em relacao a aspetos fundamentais do Nosso Balanco e, depois, dizes-nos de tua justica.

      Combinados?

      Viva o Benfica!

      PS: pesquisa aqui n'OBELOVOAR e encontraras uma fonte (textos meus, ahahah) para essa pesquisa.

      Eliminar
    7. Diz-me então tu navegador, que obviamente sabes mais e melhor do que eu e consideras tão sub-avaliadas essas rubricas, quais deveriam ser os valores em vez dos que são actualmente, como justificas as diferenças, porque não se fazem as reavaliações devidas e como conjugas isso tudo com o princípio da prudência. Ficamos combinados ?

      Eliminar
    8. "principio da prudencia"?
      Deixa-me rir!
      Prudente e ter, por exemplo, a Marca por menos de 10ME (contrato de 75 anos), o Witsel por uns 6ME, o Rodrigo por ainda menos, o Gaitan, etc.?
      Contabilisticamente, como classificarias tu isto? Prudencia?
      Quando te convem (e vai contra o Clube), preferes ignorar que estas a olhar para o Balanco de uma SAD de futebol, nao e?
      E quando es alertado para esse erro ('conveniente'), preferes continuar ignorante. Duplamente ignorante, diria eu e sem intencao de ofender, porque CONFESSAS QUE NAO SABES, NEM TE INTERESSA VIR A SABER.

      Parece-te bem, Benfiquista?
      Parece-te bem, Economista?

      A mim parece-me que valeu a pena este 'debate', porque tiveste oportunidade de te revelares a todos.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    9. O contrato da Marca é por 40 anos e não 75, sendo que já passaram alguns anos e se descontares os valores futuros quanto mais anos descontares menor será o valor acrescentado, pelo que convém informares-te melhor. Além disso, já verifiquei no último R&C e não estava avaliada por menos de 10 milhões, mas por um valor superior. Já agora, quanto é que tu achas que vale e porquê ?

      Quanto aos jogadores, até que existam ofertas reais, como queres tu atribuir um valor, só porque achas que são bons jogadores, é isso ? Quantas ofertas existiram pelo Gaitán ?

      E não foi parte do passe do Gaitán adquirido pelo fundo ? Tanto quanto sei foi por 2,025 ME correspondente a 15%, o que equivale a um valor total de 13,5 ME, ou seja mno balanço da Benfica SAD os 85% deveriam ter sido reavaliados para 11,475 ME nessa altura ? Foram ? Não foram ?

      Qual é a política de reavaliações ? Eu não sei, já disse que gostava de saber. Aliás, perguntei-te a ti os valores, visto que sabes, se algo mostrei foi interesse em saber. Mas parece-me que também não sabes ou limitas-te a chavões.

      Ainda em Março ou Abril do ano passado, o Javi tinha renovado. Foi o passe dele reavaliado visto que a duração do contrato aumentou ? Além disso, 20% do passe do Javi havia sido vendido ao BSF por 3,4 milhões, o que equivale por dizer que os 80% que pertenciam ao Benfica deveriam ter sido reavaliados para 13,6 ME. Foi feito ?

      Posso perguntar o mesmo sobre o Rodrigo, o contrato foi renovado e a cláusula aumentada, foi feita alguma reavaliação do passe ?

      Conforme te disse, eu não conheço as políticas contabilísticas e de reavaliações da SAD e por isso perguntei-te se conhecias. Em vez de uma resposta concreta vens com tretas dessas ?
      Parece-te bem Economista ?
      Parece-te bem Benfiquista ?
      E a ti, essas respostas em formas de pergunta parecem-te bem ?
      Parece-te bem fugires às perguntas ?
      É que ao menos eu admito que não sei como eles fazem, tenho essas dúvidas e pergunto-te a ti e qual é a tua resposta ?
      Demagogia, give me a brake.
      Penso que realmente houve revelações importantes neste debate e não fui eu que me revelei.

      Eliminar
  32. E não acredito que nenhum de nós aqui esteja contra o BENFICA. Benfiquistas aqui somos todos por igual embora com pontos de vista diferentes.

    Agora, eu assumo que sou um benfiquista contra este rumo de coisas. Não sou contra pessoas, sou contra politicas. E as politicas que nos conduziram a esta situação não podem continuar. E duvido muito que as pessoas que as seguiram tenham capacidade para alterar tão dramaticamente a sua linha de conduta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Companheiro,
      Depois deste teu ultimo comentario, com o qual estou de acordo em geral, uma vez mais te sugiro que interrogues quem de direito sobre as tuas duvidas, que aguardes pela publicacao das "Contas" (o R&C de 2011/12 e, sobretudo, o relativo ao primeiro trimestre julho/setembro) e, acima de tudo, que deixes de 'facilitar' ao nivel do rigor do que escreves.
      Ou seja (ahahah), nao cometas o erro que eu cometi, sobretudo porque eu estava a referir-me a 'previsoes' enquanto tu pretendes estar a falar de 'realidades'.

      Viva o Benfica

      Eliminar
    2. Certo, só que eu não "pretendo" estar a falar de realidades. Eu "estou" a falar de realidades.
      Os dados que aqui deixei estão correctos. Só não constam os valores das compras, porque ainda não foram fornecidos e ai tenho que seguir a tua sugestão e esperar pelo R&C.

      Já agora, o último discurso do nosso presidente vem afirmar que é preciso contenção nas despesas e continuidade nas vendas, o que é justificado por este cenário financeiro. No entanto, no último dia do marcado gastou-se 4 ou 4,5 milhões (valores ainda não confirmados) mais um jogador por um avançado, depois de termos dispensado o Saviola e emprestado o Hugo Vieira, o Mora, o Jara e o Nelson Oliveira. Não me parece que seja uma medida que seja condizente com este discurso. Daí que eu tenha dito anteriormente: defendo este caminho de redução da despesa, da seriedade e do rigor, apenas não acredito que as pessoas que estão à frente do clube no momento tenham condições para o por em pratica.

      Eliminar
    3. Nao, Companheiro, nao estas a "falar de realidades"!
      Estas a comprovar que, tal como os jornaleiros do 'CM' nao fazes ideia de como se consolidam "Contas".
      Tal como nao sabes como se amortizam, contabilisticamente, os 'Passes' dos Atletas e, assim, deves recorrer a alguem em quem confies (nao sera o meu caso, obviamente) e que tenha conhecimentos para te esclareceres definitivamente.

      Percebeste?

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  33. Enorme Pexim, Companheiro,

    "apenas não acredito que as pessoas que estão à frente do clube no momento tenham condições para o por em pratica."

    Esta parte final do teu ultimo comentario sugere-me um destaque especial ...

    Tens toda a legitimidade para o afirmar (oxala venhas, venhamos, a ter a sorte de ter alternativa eleitoral), mas nao deves permitir que esse teu 'preconceito' (ou 'parti pris', ou 'pre juizo') determine a forma como olhas a realidade, sob pena de a 'pintares' a tons que lhe nao correspondem.

    E, exatamente, isso que eu pretendo combater quando digo que ha demasiados Benfiquistas a 'fulanizar' o debate sobre o Glorioso.

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
  34. Não me meto no meio da luta dos "vieiristas" contra os "anti-vieiristas". Eu não sou por nenhuns, sou pelo Benfica. E não, não tenho memória curta. Lembro-me bem que tempos houve em que havia atletas nossos a tomar banho de água fria porque nem havia dinheiro para o gás.

    Mérito a quem o merece. Se há coisa de que o Luis Filipe Vieira se pode orgulhar é de que com ele o Benfica nunca deixou de honrar os seus compromissos.
    Voltamos a ter credibilidade como instituição e crédito na banca. Honra lhe seja feita.
    Acontece que no Benfica, como no país, se abusou do crédito como recurso diário até para as necessidades mais básicas, daí que, dado o contexto actual, se torna incomportavel sustentar os juros que tal politica acarreta.

    Claro que gostaria de ter alternativas presidenciais. E nota que digo alternativas, no plural. O Benfica sempre foi um pilar da democracia no país. E assim deverá continuar. A democracia leva à discussão de ideias e assim se forma o futuro.

    Aliás, interpretando um pouco o nosso lema "E PLURIBUS UNUM, da pluralidade se faz o uno. Da diversidade de opiniões se faz o Glorioso BENFICA.
    É altura de voltar a mudar de politica e será mais fácil a mudança se mudarem os interpretes. Caso estes se mantenham, que tenham a coragem de assumir que o rumo que até hoje consideraram o melhor, já não o é, e que tenham a lucidez de inverter a tendencia por um bem maior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enorme Pexim, Companheiro,

      Sabes o que te respondo?

      MAINADA!
      (este teu comentario fez-me ficar arrepiado, de tanto Benfiquismo)

      Podes acreditar que eu, quando escrevo sobre as Nossas "Contas" nunca o faco com intencao de defender o Presidente, embora esteja de acordo com quase toda a estrategia da SAD (que, alias, votei na qualidade de Acionista).

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  35. De alma e coração solicito a PEDRO ÁLVARES CABRAL E B COOL que estão a ter uma "discussão" fantástica, que mantenham o nível, que se respeitem um ao outro, porque são SEM QUALQUER DÚVIDA DOIS ENORMES BENFIQUISTAS

    Vocês estão a imaginar o quanto estão a contribuir para o conhecimento geral dos benfiquistas?

    Os dois estão a ser ENORMES

    Bem hajam

    Abraço aos dois

    ResponderEliminar
  36. Olá,

    Se me ajudares a perceber, agradeço:

    O passivo bancario a aumentar? Se sim, pq?

    O Estadio não pagava o seu proprio emprestimo até 2014?

    Obrigado,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jose Albuquerque28/09/12, 17:48

      Companheiro Xe,

      Nada disso, o passivo bancario esta a diminuir (os actuais emprestimos bancarios (SAD + Estadio) ja foram de 367ME e sao hoje menos de 260ME.

      Essa da Catedral "a pagar" o proprio emprestimo e uma forma riducula de apresentar a questao.

      Devias ser serio a comentar assuntos serios!

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. "Essa da Catedral "a pagar" o proprio emprestimo e uma forma riducula de apresentar a questao."

      não fui eu que disse. :) Não estava a querer atirar lenha apra a discussão. Eu estive na AG que passou o estadio para a SAD . E garanto-te que o DSo disse exactamente isso. Não implica que possa ter mudado de estrategia e insvestido na equipa optando por pagar o estadio em mais anos.

      Era exactamente esse tipo de analise que era bom colocares aqui no blog. a Evolução do passivo, passivo bancario, passivo exigivel. racio custos pessoal vs receitas, etc, etc, etc.

      Obrigado pela explicação.

      Eliminar
    3. Jose Albuquerque01/10/12, 18:32

      Companheiro Xe,

      Tambem estive nessa AG e o que me recordo foi ouvir dizer algo como "a Catedral paga-se a si propria" (nao sei se foram estas as palavras exatas), o que tem um significado muito diferente do que aquela tua interpretacao.

      No caso A (a tua interpretacao) os proveitos inerentes ao estadio teriam de cobrir o servico da divida (capital e juros), enquanto no caso B os proveitos da Catedral cobrem as respetivas amortizacoes contabilisticas e, eventualmente (se quisermos ser exigentes), os juros do financiamento.

      Quanto a tua sugestao, veremos se num proximo texto consigo aproximar-me dessas tuas preferencias (nao te esquecas que a maioria dos Companheiros que acompanham OBELOVOAR nao aceitariam um 'relatorio tecnico'

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  37. Caros amigos e sócios,
    tanta asneira dita em tão pouco espaço... apenas queria referir àcerca do Witsel e do Javi Garcia que não sei - como o José Albuquerque - por quanto estavam avaliados no activo, sendo certo que o passivo apenas diminui se o valor das vendas for utilizado para pagar fornecedore, Estado ou financiamentos bancários. E se o passivo diminui, o activo também porque esses dois jogadores saíram. Ainda quanto à questão dos activos subavaliados lembro que também haverá (em menor número e valor, certamente) alguns sobreavaliados... e que o activo Estádio de enorme valor não pode ser vendido sob pena de acabar o clube. A história dos activos que cobrem passivos é sempre muito engraçada porque os valores que se dão aos activos são sempre susceptíveis de ser "martelados" (quem sabe ao certo o valor do estádio ou do Aimar, por exemplo), ao contrário dos passivos que são bem objectivos: dividas a fornecedores, pessoal, Estado, Banca....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jose Albuquerque28/09/12, 17:54

      Companheiro Jose Andrade,

      Vais desculpar-me mas nao tenho outra forma de dizer-te que deverias ser mais humilde quanto aos teus ridiculos conhecimentos de contabilidade.

      Sobre estes assuntos ... sabes ZERO!

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Tirando a parte em que de facto errei: a venda dos jogadores só afecta o valor do Activo se for diferente daquele pelo qual está contabilizado. E o Passivo só diminui se efectivamente o valor da venda tiver resultado positivo. De resto está de acordo na valorização dos Activos e dos Passivos, ou não? Isto é, é certo que não vai realizar todos os seus activos - a menos que termine a actividade - mas ao contrário todo o passivo é para pagar...
      Peço desculpa humildemente pelo lapso...

      Eliminar
    3. Jose Albuquerque28/09/12, 22:43

      Companheiro Jose Andrade,

      Nao, nao estou de acordo contigo, ainda que nao tenha ideia de vender a Catedral, ahahah.
      Sao muitas as rubricas do Activo que estao subavaliadas (se pesquisares n'OBELOVOAR, has-de encontrar 2 textos meus sobre este tema), especialmente a relativa aos 'Intangiveis' (Passes de Atletas e Marca Benfica).

      O facto de nao se quererem vender Activos nao quer dizer que eles nao devam ser corretamente avaliados e quanto ao teu argumento sobre a "cobertura" a prova de que nao tens razao nenhuma esta no facto de muitos dos Nossos Activos estarem envolvidos como 'colateral' nos diversos contratos de financiamento.

      Viva o Benfica!

      P.S.: afinal, sempre sabes algo de contabilidade, so que 'sofres' do mesmo problema de outros Companheiros: permites que o teu antivieirismo te tolde os raciocinios; olha, eu sugiro-te que voltes a olhar para o R&C da SAD e o analizes como se ele fosse de ... um clube italiano, por exemplo.

      Eliminar
    4. Obrigado por me relevar o atestado de ignorante. Confesso que sofro da doença denominada "antivieirismo" que tem crescido na mesma medida em que assisto à instalação no poder do aparelho vieirista conjuntamente com a mentira mil vezes repetida "o clube é dos sócios!",e de que, a alteração de alguns artigos dos Estatutos é o melhor exemplo. Não me considero menos benfiquista que ninguém e certamente mais que alguns membros da Direcção e não me repugna nada que o clube seja comprado como o foram o Man City ou o PSG, na medida em que isso signifique ganhar Campeonatos ao fcp. O que me preocupa bastante é a mensagem passada aqui e noutros lugares: Vieira ou o caos.

      Eliminar
    5. Jose Albuquerque29/09/12, 13:38

      Companheiro Jose Andrade,

      Quanto mais escrevemos, mais ... discordamos, ahahah.
      Quanto a essa "instalacao" a que dizes vir a assistir, eu, em desacordo integral, considero que te esqueces do que significa a Democracia (a 'representativa', nao a dita 'popular').
      Quanto a essa tua nao repugnancia, digo-te que ... NUNCA!
      Enquanto eu for vivo, todas as minhas faculdades serao utilisadas para impedir que o Glorioso deixe de ser o Nosso Clube, seja qual for o pretexto.
      Finalmente, quanto a "mensagem" que tu ves a ser passada n'OBELOVOAR, uma mensagem que seria absolutamente anti Benfiquista, eu nao so discordo de ti, como considero que, uma vez mais, esse teu erro so pode erradicar num antivieirismo tao primario que te cega para a realidade.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    6. Como bem dizes: Viva o Benfica!

      Quanto à repugnância sobre "um" investidor tomar conta do clube, na minha humilde opinião é o que se passa agora e todos apoiam. O clube já pertence ao LFV, ou acreditas na democracia existente? De que valeu o chumbo (completamente imbecil, na minha opinião) das contas? Uma Direcção cujas contas não são aprovadas não põe a Direcção em causa? Não, porque os estatutos foram alterados "à la Chavez"...

      O antiveirismo não me cega, permite-me ver a realidade do clube para além de ter ganho ontem e já estar tudo bem! E pelo que li, sabes ler R&C e portanto saber que a situação financeira é grave por mais que se fale em Activos!... e não falemos do planeamento da equipe de futebol desta época para não ser obrigado a desconsiderar ou duvidar da competência de algumas pessoas que trabalham no Futebol Profissional. Porque para cima chega-me o Rui Gomes da Silva, que eu não empregaria sequer para paquete da minha empresa...

      Eliminar
    7. Jose Albuquerque29/09/12, 20:07

      Jose Andrade,

      Ficas a saber que, entrando por esse caminho de ofensas, de mentiras e da mais grosseira demagogia, nao so deixas de me merecer respostas, como passo a desconsiderar-te.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    8. Ofensa é o que o senhor que citei acima faz todos os dias ao nosso Benfica e à inteligência dos Benfiquistas com as suas declarações e piadas (e farta demagogia, no que é profissional) na TV e aos jornais.
      Haja paciência, que estamos em regime onde não se pode dizer o que se pensa: apelidar RGS de incompetente não me parece ofensivo! Ofensivo é esse senhor, que nunca fez nada de útil na vida empresarial, ser Administrador de uma sociedade como o BENFICA!

      Eliminar
  38. Estou perplexo.

    O companheiro Navegador continua a dizer que existem muitos activos subavaliados, aliás muito subavaliados. Vamos então admitir que é verdade, que existe um grande diferencial entre os valores existentes e os reais, tão grande que em vez de capitais próprios negativos, a sociedade tem capitais próprios superiores a 57,5 milhões de euros.

    Então porque não se reavaliam esses activos, qual a intenção de ter a SAD permanentemente próxima de capitais próprios negativos senão mesmo negativos, como a 30 de Julho de 2012 ?
    É para degradar a notação da SAD ?
    É para evitar que se candidatem outras pessoas com medo que os bancos rescindam os contratos de crédito, dado que os capiais próprios são negativos, ou pelo menos menos de metado do capital social ?
    Porquê esse comportamento claramente lesivo dos interesses do Benfica ?

    Quanto ao facto de os activos serem registados pelos valores de aquisição, nomeadamente os passes dos jogadores, sempre que há negócios com o BSF ou outro qualquer fundo, porque optam por ir transferindo a mais valia ao longo dos meses do contrato, em vez de actualizarem o valor base pelo qual o passe está registado ?

    É que se o fizessem os resultados iriam claramente subir, os activos estariam avaliados mais correctamente, sendo a contabilidade um espelho mais real do estado de coisas do Benfica e não estaríamos tão próximos dos capitais próprios negativos. Então porque não é feito isso companheiro Navegador ?

    É por má vontade, por prudência, ou será que há receio que com o crescer das amortizações dos passes deixe de haver uma reserva para a sociedade ter capacidade de equilibrar as contas com as vendas dos jogadores ?

    Eu penso que ninguém gosta de ver a situação financeira tal como está. Todos gostamos de ver o clube crescer em termos de cash-flows, mas o problema é que os crescentes custos com o financiamento dos capittais alheios vai "roubando" cada vez mais o que se gera na actividade operacional.

    Pior que isso, os custos operacionais, nomeadamente com os salários continuam a crescer desmesuradamente. E sim, eu vou fazer a previsão que estes custos ultrapassem os 50% dos proveitos operacionais excluindo a transacção de atletas, num ano em que as receitas de prémios de competições europeias tiveram um valor histórico.

    Enquanto estas duas componentes não forem atacadas devidamente a Benfica SAD dificilmente deixará de estar constantemente nesta situação periclitante de capitais próprios negativos e de resultados líquidos negativos constantes.

    Se o argumento é que vai existir um novo contrato de direitos de transmissão que muito brevemente, mas só no exercício 2013/14 e não neste que vamos entrar, pode ajudar a corrigir esta situação, acho que é o mesma perspectiva que tem gerido Portugal, sempre à espera de riquezas adicionais para continuar a manter uma gestão deficiente em vez de tentar corrigir estruturalmente o que de errado tem a organização.

    Os próximos anos têm oportunidades e ameaças muito significativas, ou fazemos o trabalho de casa e corrigimos os nossos equilíbrios estruturais ou arriscamo-nos a pôr em causa o futuro. não, não estou a falar de Portugal, embora isto se aplique a 100% a Portugal, estou a falar do nosso Benfica.

    Explique companheiro Navegador, porque se continua a apostar em Nunos Coelhos, Michels, Hugo Vieiras, etc, etc, etc, digo estes mas podia dizer muitos mais, quando isso mais não representa que um delapidar de recursos em activos que não dão retorno nem desportivo nem financeiro ?

    ResponderEliminar
  39. É necessário fazer um corte epistemológico com esta gestão de gastar sem critério só porque se aumenta a capacidade de gerar receitas. Têm esse mérito, o Benfica hoje consegue gerar mais receitas do que alguma vez o fez e se calhar sonhou. Mas esse mérito é anulado por uma gestão de recursos humanos anacrónica, por uma gestão desportiva deficiente.

    Quando vamos acordar para a realidade ?

    O primeiro trimestre conta com as vendas de Javi e Witsel e o prémio da participação na Liga dos campeões, o que alterará significativamente a situação líquida. Mas companheiro Navegador, não foi isso que sucedeu no exercício que terminou em a 30 de Junho ? Não contámos com a transferência de Fábio Coentrão, os prémios e receitas de 2 pré-eliminatórias da Liga dos Campeões e consequente apuramento para essa mesma competição ? E mesmo assim chegámos ao fim do exercício com um resultado negativo superior a 10 milhões de euros, num exercício onde tivémos um recorde de prémios de competições europeias.

    Já sei, o argumento é que os resultados com as transferências de Javi e Witsel são muito superiores ao resultado com a transferência do Fábio Coentrão. Se esse fôr o argumento utilizado, pois eu tenho a contrapôr que não é sustentável fazer uma gestão a contar com vendas de perto de 70 milhões de euros todos os anos. Nem negócios excepcionais como o Witsel aparecem todos os anos.

    Aquilo que eu pretendo é uma gestão mais rigorosa, foi sempre esse o meu ponto, que uma gestão mais rigorosa nos consulados de Vieira, sem Leos Kanus e outros que tais, teria permitido que hoje em dia estivéssemos com muito maior solidez financeira e consequentemente tivéssemos mais capacidade para ter uma equipa desportivamente mais forte. e isso não é ser profeta da desgraça, é ser exigente para com quem nos tem a missão de gerir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jose Albuquerque29/09/12, 20:20

      Companheiro BCool,

      Decidiste regressar e eu renovo-te as boas vindas (apesar de nao ser o anfitriao, ahahah), mas lamento que insistas nessa especie de nervosismo.

      Permite-me que te pergunte se ja foste ler (e comentar, ja agora) os textos que te recomendei?
      Quando os leres ... falamos.

      Por favor, nao ofendas a inteligencia dos Companheiros que sejam nossos Colegas com essa tua pergunta sobre 'reavaliacao de Activos', a menos que sejas assessor do Vitor Gaspar: achas, sinceramente, que seria um bom acto de Gestao promover uma antecipacao em sede de IRC?
      Achas que o 'rating' da SAD seria diferente, ou que os analistas desconhecem as enormes (mais de 200ME) mais valias potenciais da rubrica de "Intangiveis"?

      Se discordas dos mais de 200ME, eu insisto: vai ler aqueles meus textos e, depois, conversamos.

      Em alternativa, continua a seguir OBELOVOAR, porque eu estou a pensar regressar a estes assuntos e (ahahah), naturalmente, recorrer a citacoes sobre alguns dos erros mais crassos que por aqui escreveste.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  40. Companheiro Navegador,
    Por obséquio então agradecia que me indicasses os links, ou pelo menos as datas, visto não coneguir achar tais textos, ou então alguém do blog que os indique pois gosto de debater oss pontos de vista mais informado.
    Quanto à questão do IRC, sendo a sociedade rentável não acho nada mal em que pague os impostos. Aliás avilta-me até que se possa andar com activos sub-avalliados para fugir aos impostos.
    Essa não é a natureza do Benfica por muito que seja financeiramente favorável.
    Seja como fôr, agradecia o link, pois não acrdito nesse número que avançaste, mas gostaria de ver os raciocínios para ver quais os pressupostos e raciocínios que seguiste para chegar a esses valores.
    Quem sabe, pode ser que me convenças ...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  41. Quanto ao rating da SAD deixa-me recordar-te que a cada 6 meses a SAD tem visto os seus diferentes instrumentos agravados em 0,5% de spread e os empréstimos obrigacionistas também têm oferecido maiores taxas de juro, isto apesar da Euribor estar a níveis excepcionalmente baixos. Se isto nãao representa o degradar da notação da SAD, então porque pagamos cada vez mais pelos capitais alheios ? E quanto à dominuição do passivo bancário, é de notar que em parte foi substituído por empréstimos obrigacionistas que não sendo passivo bancário é ainda assim passivo oneroso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jose Albuquerque29/09/12, 21:54

      Companheiro BCool,

      Mesmo considerando que o nao mereces, vou fazer melhor que isso: vou fazer um 'copy/paste' do menor desses textos aqui mais abaixo.

      Assim fica mais facil inserires os teus eventuais comentarios.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  42. Jose Albuquerque29/09/12, 21:55

    Avaliar o Activo da Benfica SAD (parte 1)

    Dos comentários ao meu texto anterior (“Milagre Financeiro”?), comentários que não tenho palavras suficientes para agradecer, um dos aspetos que mais “chocou” os que entenderam manifestar o seu desacordo comigo, foi o relativo aos números pelos quais eu “avaliei” dois grupos da rubrica “Activos Intangíveis” do balanço da Nossa SAD.

    Concretamente, alguns Companheiros tiveram dificuldade para encontrar os melhores adjetivos quer para qualificar-me quando eu afirmei que o Contrato de Exploração da Marca (que estava, em 31.12.2011, contabilizado em balanço por 11,6ME) vale, pelo menos, 150ME, quer para contestar-me quando eu atribui aos passes detidos sobre todos os Atletas sob contrato um valor de cerca de 250ME (e que estão, em 31.12.2011, contabilizados por 94,9ME).
    Ora como foi sobre o argumento da “subavaliação” dos Activos da SAD que eu desmontei a alegacão da insuficiência dos Capitais Próprios, torna-se imperioso dar a este tema a atenção necessária para que os Benfiquistas possam formular uma opinião que os satisfaça.

    Vamos a isso?

    Para começar, avancemos dois pontos prévios:
    . se queremos que todos os leitores sigam os raciocínios, temos de evitar ao máximo o recurso ao “economês” e, por isso, este texto não pode ter um carácter técnico avançado; e
    . a contabilidade pode ser considerada só como um conjunto de técnicas, ou como uma ciência, mas eu considero que, a partir de certos níveis, a contabilidade é uma arte.

    ResponderEliminar
  43. Jose Albuquerque29/09/12, 21:57

    Avaliar o Activo da Benfica SAD (parte 2)

    Felizmente, a maioria dos ativos é muito simples de “avaliar” (no sentido de os contabilizar com rigor e aderência a realidade), como sejam os casos da maioria dos móveis e imóveis “corpóreos” (“Tangíveis”), especialmente os que são adquiridos em “estado acabado”.
    São os exemplos de casas, carros, máquinas, mobiliário, etc. que são adquiridos normalmente e que são contabilizados pelo preço de custo.
    Posteriormente, mesmo este tipo de ativos, vão ser amortizados segundo regras internacionalmente aceites e que apenas pretendem distribuir o custo que eles representam para quem os adquiriu ao longo de todo o tempo em que eles vão ser utilizados. Ora acontece que, regra geral, no final do período de amortização (3, 5, 6, 8, 10, 20 ou mais anos, conforme os casos), esse ativo (mesmo “velho” ou “usado”) acaba por chegar a ficar com um valor contabilístico nulo (= zero), quando ainda pode continuar a ser utilizado ou vendido por algum valor (que constituiria uma “mais valia”).
    Nestes casos, a boa técnica contabilística recomendaria uma “reavaliação do ativo”, por forma a que a informação fosse o mais aderente possível com a realidade e o mesmo deveria acontecer nos casos em que o bem em causa seja adquirido, logo á partida, por um valor muito diferente do seu “preço normal de mercado”.
    Imaginem que adquirem um imóvel (numa hasta pública, por exemplo) pela metade do seu valor “normal”. Nesse caso o que vai suceder será que o vosso balanço não vai refletir com o rigor desejável a realidade do vosso património.
    O mesmo aconteceria, agora pelo inverso, em qualquer caso em que seja feito um “negócio ruinoso”, ou seja, por um preço muito acima do que seria “normal”.

    Mesmo com este tipo de bens, a “coisa” já se complica quando se trata de uma “construção própria” (como um pavilhão, ou uma piscina, construídos sobre um terreno que já estava no Activo).
    Nestes casos o que é “normal” fazer é adicionar ao valor atribuído ao terreno, os custos da construção e, assim, “avaliar contabilisticamente” o ativo (pavilhão, piscina, etc.) em causa e a “complicação” resulta do facto frequente de que um imóvel já construído valer, em regra, bastante mais do que a soma daquelas partes.
    E como é que se poderia “corrigir” um caso destes e encontrar o valor correto para contabilizar no balanço?

    ResponderEliminar
  44. Jose Albuquerque29/09/12, 21:59

    Avaliar o Activo da Benfica SAD (parte 3)

    Não seria fácil encontrar uma solução, mas a “ciência” sugere que se utilizem varias técnicas (e que, no final, se escolha um valor cautelosamente intermédio), como sejam; (1) o custo de substituição (ou seja, o que custaria comprar um ativo semelhante), (2) uma “arbitragem” (ou seja, o valor atribuído por um painel de especialistas), ou, caso o ativo garanta um fluxo de receitas (e Proveitos), (3) o valor atual dos cash flow futuros (ou seja, a soma das receitas/proveitos futuros desse ativo, descontados pela “inflação”).
    Obviamente, este pode tornar-se um exercício (uma verdadeira arte) dificílimo quando se queiram, por exemplo e também, considerar variáveis como … “benefícios desportivos”.

    Ora bem, considerando que todo o Activo Corpóreo da Nossa SAD estava, em 31.12.2011, contabilizado por menos de 160ME (Catedral, pavilhões, piscinas, Seixal, viaturas, máquinas, etc. etc.), se a memória me não atraiçoa eu não tenho a menor dúvida em afirmar que estamos perante mais um caso em que a contabilidade não reflete corretamente a realidade (o Activo está claramente subavaliado), embora não me considere avalizado para avançar o que poderia ser um valor que se aproximasse mais (sempre por valores cautelosamente inferiores) da realidade atual.

    250ME? 350ME? 450ME?
    Enfim, não sou capaz de sugerir, mesmo com toda a humildade e reservas, um valor. Mas posso garantir que não seria difícil encontrar comprador (ao longo de um ano, por exemplo) por bem mais que aqueles 160ME!

    ResponderEliminar
  45. Jose Albuquerque29/09/12, 22:01

    Avaliar o Activo da Benfica SAD (parte 4)

    Entretanto, este tipo de desafios que enfrentam os contabilistas ainda mais se complicam quando começamos a olhar para os chamados Activos Incorpóreos (e/ou Intangíveis), tais como um contrato de exploração de uma marca, passes de Atletas, um Alvará, uma Patente, uma concessão de exploração de uma infraestrutura (uma autoestrada, um porto, uma rede de distribuição de energia, por exemplo).

    No exemplo dos “passes” de Atletas, a coisa não parece transcendental quando pensamos em casos de idades suficientemente avançadas para podermos presumir que o fim do contrato coincidirá, mais ou menos, com o final da respetiva carreira (como, oxalá, poderão vir a ser os exemplos dos Nossos Aimar, Saviola e “Super Maxi”): no final desses contratos teóricos, o valor contabilístico será “zero” e o “valor real” do passe já não poderia ser muito alto (quer dizer, se não pensarmos em casos como o do Eto’o, por exemplo).
    Já quando se avalia o passe de um Atleta de 19 anos (um Di, um Luiz, ou um Nelson), o problema fica muito mais complexo, dado que existe uma certa (altíssima, naqueles 3 casos) probabilidade de significativa valorização, resultante do simples “amadurecimento” das qualidades do Atleta.
    Pior ainda, quando comparamos com outros exemplos do tipo como os Alvarás, ou as Patentes, porque enquanto com estes é bem simples determinar o rendimento futuro (os tais cash flow) que podem permitir, caso fossem “alugados para exploração por terceiros”, no caso dos Atletas jovens todos reconhecem que os seus empréstimos (aluguer para exploração) não proporcionam grandes proveitos, concentrando-se as eventuais mais valias potenciais no momento de uma futura venda do respetivo passe.

    Com todas estas dificuldades, o que é certo é que há gente que vive (profissionalmente, quero dizer) exatamente deste trabalho: avaliar passes de jogadores de futebol (e basquete e futebol americano, ou basebol).

    Querem tentar avaliar os passes dos Atletas que temos no Plantel?
    Espero que tenham respondido afirmativamente, ou tenho estado a perder o meu tempo e o leitor tem estado a perder o seu.

    Em primeiro lugar, aqui lhes deixo os valores rigorosos extraídos do Balanço em 31.12.2011:
    - valor (liquido de amortizações) total do Activo Intangível  109,7ME (era de 100,2ME um ano antes)
    - do qual …. Contrato de Exploração da Marca Benfica  11,6ME
    - do qual …. Partes de “passes” de “outros atletas”  3,2ME (casos como o Reyes e o Sálvio)
    - do qual …. Partes dos “passes” dos Atletas do Plantel  94,9ME

    Ou seja e em números redondos, se avaliarmos o Nosso Plantel em mais de 95ME, então teremos de concluir que esta rubrica do Activo está subavaliada. Ao contrário, se chegarmos a um total inferior, teremos de concluir que a contabilidade da Nossa SAD nos está a esconder um tremendo prejuízo (uma imparidade).

    ResponderEliminar
  46. Jose Albuquerque29/09/12, 22:05

    Avaliar o Activo da Benfica SAD (parte 5)


    Para nos ajudar nesta demanda, comecemos por “pedir uma ajuda” ao Benfica Stars Fund (BSF), que sabemos ter uma equipa de especialistas a trabalhar neste assunto e que, pela experiência passada (casos do Di, do Luiz e do Fábio), sabemos que faz sempre, como deve ser, avaliações suficientemente seguras para poder garantir espectativas de mais valias futuras.

    Em 31.12.2011 o BSF detinha as seguintes parcelas de passes de (20) Atletas (seguido do cálculo do valor de 100% desse passe):
    D. Simão 25% 375mE 1,5ME
    L. Pimenta 25% 375mE 1,5ME
    Yartey 25% 375mE 1,5ME
    J. Garcia 20% 3,4ME 17ME
    M. Vítor 25% 0,5ME 2ME
    N. Oliveira 25% 2ME 8ME
    Roderick 25% 2ME 8ME
    R. Amorim 50% 1,5ME 3ME
    Shaffer 40% 1,4ME 3,5ME
    Urreta 20% 1,2ME 6ME
    Cardozo 20% 4ME 20ME
    F. Menezes 30% 1,5ME 5ME
    Maxi 30% 1,35ME 4,5ME
    Airton 40% 3ME 7,5ME
    Kardec 50% 3ME 6ME
    B. César 15% 1.035ME 6,9ME
    Garay 10% 1,175ME 11,75ME
    Jara 10% 0,6ME 6ME
    Nolito 20% 1,3ME 6,5ME
    Nico 15% 2,025ME 13,5ME

    TOTAIS 32,11ME 139,65ME

    Interessantes estes números, não?

    ResponderEliminar
  47. Jose Albuquerque29/09/12, 22:06

    Avaliar o Activo da Benfica SAD (parte 6)

    Se repararem e ao contrário de outros clubes que vendem partes de passes de atletas a parceiros financeiros e que, por regra, avaliam essas partes pelo mesmo valor que o compraram (ou menos, porque não incluem o valor das comissões pagas), a Nossa SAD consegue, sempre e em todos os casos, vender estas parcelas já com mais valias sobre o que por eles pagou!
    Outro aspeto interessante (e recordo um debate que, há uns 3 anos, aqui mantive com o Enorme BenficaEagle, do FORUMBENFICA, em que ele defendia que estas mais valias – as obtidas do BSF, deveriam ser imediatamente contabilizadas), é notar que estes “lucros” são apenas contabilizados pela Nossa SAD, mensalmente e ao prorrata de toda a vida do contrato que a liga ao Atleta, ou seja, numa perspetiva bem conservadora.
    Um terceiro ponto a realçar e que confirma a extrema cautela da SAD a valorizar os seus Activos, passa pelo valor atribuído em balanço aos 15% que detemos no BSF. Seria normal que, no mínimo, esses 15% estivessem “avaliados” por 15% daqueles 32,11ME, certo? Uma tal avaliação corresponderia a dizer que “não temos nenhuma expectativa que estes Atletas possam valer mais do que o valor de avaliação inicial”, caso que teríamos de considerar muito pessimista. Mas não! Nem sequer por esse valor: os 15% detidos no BSF estão avaliados (subavaliados, digo eu) por 2,7ME, ou seja, considerando que todo o Fundo vale “apenas” 18ME.

    Então, Companheiros?
    Em quanto querem avaliar só este primeiro grupo de 20 Atletas?
    Façam as vossas contas, caramba!
    Eu sugiro que, para cada um deles, considerem um valor mínimo (abaixo do qual não aceitariam vender), um valor máximo (pelo qual aceitariam vender de imediato) e um valor intermédio, que pode resultar da média aritmética acrescida de uma eventual correção por eventual expectativa de valorização ou desvalorização.

    Já está?
    A que valor redondo chegaram?
    Eu, com o pessimismo bastante, chego a 200ME, pelo que (para facilitar as contas e aumentar o pessimismo), admitindo que a SAD detém 75% deste conjunto de passes, chego a um subtotal de 150ME!

    Podemos começar a somar mais alguns Atletas? Estão preparados?
    Então vamos a mais um grupo de 10: Witsel, Rodrigo, Artur, Luizão, Matic, Oblak, Melgarejo, Jardel, Wass e Eder Luís (todos eles detidos em 100%, creio eu).
    Quanto valerá esta parcela?
    30+25+10+10+10+10+10+5+5+5=120ME?
    Para termos um valor redondo e cauteloso, que tal 62,5% daquele total?
    Fiquemos pelos 75ME e, com os 150ME da anterior parcela, já vou em 225ME, com apenas 30 Atletas!

    ResponderEliminar
  48. Jose Albuquerque29/09/12, 22:09

    Avaliar o Activo da Benfica SAD (parte 7)

    Enzo, F. Bastos, Carole, Sidnei, J. Cesar, C. Martins e Y. Djaló. Quanto podem valer estes 7 Atletas?
    Eu creio que não se compravam por 30ME, mas concedo: avaliemos em 15ME

    Vamos em 37 Atletas (faltarão 31 para os tais 68) e a soma já vai em 240ME

    Estes últimos dois nomes fizeram-me lembrar que os amestrados da mérdia não se cansam de repetir que o Glorioso quase não tem Atletas portugueses (ou formados em Portugal).
    Então aqui vai uma lista com essa dedicatória especial:
    Mika, Varela e Costa (guarda redes)
    F. Faria, A. Almeida, L. Martins, Cancelo, J. Nunes e F. Cardoso (defesas)
    R. Pinto, N. Coelho, M. Rosa, N. Semedo, J. Amorim, Guzzo, J. Teixeira, A. Gomes e Cafu (centrocampistas)
    Sancidino, M. Liz, H. Vaz, H. Costa, I. Cavaleiro e Herlein (avançados)
    Um total de 24 Atletas, quase todos produtos da Nossa “Fábrica” e todos eles internacionais nos escalões jovens; quanto valem?

    Não sei como estão as vossas contas, mas eu, pelas minhas, já parei nos 250ME há bastantes nomes atrás!

    Ainda me faltam 7 Atletas para completar o tal numero indicado no “R&C” (os tais 68), mas estou certo que os leitores (usem a caixa de comentários, por favor) vão completá-la Emerson, Capdevila …).

    Convido-vos a deixarem na caixa de comentários as vossas contas, ou, pelo menos, a vossa avaliação final a todas estas parcelas do Plantel.
    Eu, pelo meu lado, dou como “demonstrado” o valor a que tinha chegado num texto escrito há cerca de um ano e que, cautelosamente, totaliza os tais 250ME.

    Podemos passar ao tema da avaliação da Marca Benfica?
    Não esqueçam que, pelo balanço, o Contrato pelo qual a exploração da Marca foi cedida á Nossa SAD (creio que por 75 anos), tem um valor liquido (em 31.12.2011) de 11,6ME.

    NOTA: o prazo do contrato e de 40 anos (e nao os 75 acima referidos)

    ResponderEliminar
  49. Jose Albuquerque29/09/12, 22:11

    Avaliar o Activo da Benfica SAD (parte 8)

    Difícil, não é?
    Creio que são do domínio publico os resultados de alguns estudos feitos nesta área por algumas entidades de reconhecida credibilidade, mas também não ajudam muito, uma vez que os valores que foram divulgados (certamente por assentarem em pressupostos diferentes) foram muito diferentes: 200ME e 80ME, nos casos que eu conheço.

    Uma vez que este texto já vai longo, passo, imediatamente, a explicar como é que eu cheguei aos 150ME que já referi ser a minha avaliação (cautelosa) deste item do Activo da Nossa SAD;
    1) Selecionei a parte dos Proveitos de Exploração da SAD (anos de 2008, 2009 e 2010) que eu considero imputáveis á Marca (parte das quotas, dos patrocínios e de outros Proveitos);
    2) Apurei a parte dos Custos de Exploração que eu considero que foram necessários para a obtenção daqueles Proveitos;
    3) Subtraindo a segunda série da primeira, obtive uma série de 3 valores anuais para “Resultados de Exploração da Marca”;
    4) Considerei a média aritmética desta ultima série (que era crescente) como o valor de base aplicável ao ano de 2011 (uma hipótese pessimista);
    5) Projetei esse valor base por 25 anos admitindo um crescimento anual de 3% (uma hipótese muito pessimista), obtendo, assim, uma série de valores teóricos dos cash flow futuros;
    6) Descontei essa série (para calcular o valor actuarial de cada um desses valores anuais) com uma “taxa de desconto anual” de 10%, acrescida de um “prémio de risco” (politico, social, económico, financeiro e de gestão) que não posso revelar porque constitui um know-how especifico da minha Empresa; e, finalmente,
    7) Somei essas 25 parcelas anuais.

    Sabem quanto me deu o resultado?
    Quase 190ME!
    Ora como eu não quero ser acusado de poder estar a sobreavaliar o resultado, toca a cortar-lhe por conta daquilo a que eu costumo chamar a “margem de cagaço”.
    Resultado final?
    150ME!

    Atenção, Companheiros anti Vieira: não me venham dizer que eu parti de uma base muito alta, porque isso implica que estarão a avaliar a gestão recente da Nossa SAD como excecionalmente boa. Correto?
    Também não me digam que não foram bem cautelosos os meus critérios de cálculo e atualização (actuarial) dos cash flow, uma vez que a taxa real de crescimento dos Resultados imputáveis á Marca tem sido muito superior aos tais 3%, mesmo com os direitos televisivos pagos “a preços pré históricos”.

    Mas, se são sérios e tecnicamente competentes, façam vocês as contas e apurem um valor que vos convença.
    Pelo meu lado, a conclusão ficou indesmentível: há vários items do Activo da Nossa SAD que estão (muito) subavaliados.

    Nos tribunais, usa-se a expressão “I rest my case”.
    Entre matemáticos preferimos escrever: Q.E.D. (quod eramus demonstrandum) .

    Viva o Benfica!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jose Albuquerque29/09/12, 23:03

      Companheiro BCool,

      Se me permites (e tens de o permitir, depois de eu ter estado a dar-me a este trabalho, ahahah), vou colocar-te uma questao teorica ...

      Profissionalmente, um Cliente que quer comprar a Benfica SAD pergunta-te qual deve ser o valor que ele deve oferecer aos Accionistas: na pratica, ele pede-te que avalies a SAD.

      Que parecer lhe vais dar?

      Escolhe uma destas alternativas:
      1 Compre se os accionistas lhe pagarem a soma dos prejuizos acumulados;
      2 Compre por ZERO (ou um qualquer valor simbolico), porque a SAD esta em "falencia tecnica';
      3 Compre por X (e calcula tu este valor), porque essa e a diferenca entre o 'real valor' dos Activos e o valor contabilistico do Passivo.

      Pela ultima vez, volto a pedir-te que esquecas quem e o atual Presidente eleito do Clube e olhes para estes assuntos com olhos profissionais.

      Viva o Benfica!

      Eliminar
    2. Obrigado Companheiro Navegador, embora não perceba esse teu comentário que eu não mereço, pelo esforço feito em fazer o copy paste dos teus comentários.
      Começando pela resposta à tua pergunta, aquilo que eu diria a um cliente seria que tinha que avaliar correctamente activos e passivos para saber a situação líquida actual e somar os cash-flows futuros actualizados, pois essa seria a forma mais correcta de o fazer, tomando como base a situação actual, as oportunidades e as ameaças que aí se colocam.

      Quanto à tua avaliação da marca, sem conhecer os pressupostos ustilizados nos pontos 1 e 2 e compreendo que não os divulgues publicamente não posso contestar ou aceitar o valor a que chegaste.

      Quanto ao valor do plantel obviamente que foste excessivamente optimista e não pessimista como quiseste fazer passar. Por um lado a BSF tem reconhecido imparidades em atletas, Shaffer por exemplo, e mais irá reconhecer quando admitirem que os investimentos na brasucada foram completamente errados. Depois há 3 ou 4 atletas que tens claramente sobre-avaliados, 2 por não ser credível qualquer proposta nesses valores - Artur (é muito bom mas ninguém paga 10 milhões por um guarda-redes trintão) e Luisão (as últimas ofertas rondaram os 5 milhões). Cardozo é um bico de obra, pois nem uma proposta aparece ao valor vendido ao fuundo, as últimas propostas terão rondado os 15 milhões e a partir daí será sempre a descer. Yartey, Wass e Éder Luis foram claramente transaccionados bem abaixo dos 5 milhões indicados e Witsel que foi transaccionado por 40 milhões, veremos no relatório de Dezembro qual foi o valor líquido que o Benfica receberá. Mas mais, visto que parte só será recebida em Junho de 2013, essa parcela deveria ser actualizada para o momento presente para se calcular o valor de venda.

      Outra questão pertinente é que por mais que se avaliem todos os membros do plantel, não é crível que todos eles impliquem encaixes futuros, ou porque deixam de interessar ao treinador e desvalorizam - Sidnei, Jara, Kardec, Airton, etc. ou porque chegam ao fim do contrato sem ser possível gerar qualquer valor com a transacção do seu passe - César Peixoto, Yebda, etc. ou mesmo porque a SAD considera que a sua saída e o que deixa de pagar de salários compensa a saída a custo zero - Capdevilla e Saviola são exemplos disso, ou ainda saiem por valores abaixo daquilo que teoricamente seria o seu valor - Makukula, Eder Luis, Filipe Bastos, Wass, Yartey, etc.

      Eliminar
    3. Independentemente das diferenças de apreciação, concedo que os teus arguentos são sólidos e a SAD do Benfica embora teoricamente esteja em falência técnica, na realidade não estará. Tu tens razão na tua afirmação.

      Porém, esta permanente situação de resultados líquidos negativos, com capitais próprios negativos, está a degradar significativamente a notação da SAD, como é visível pelo aumento de spreads e das taxas de juro dos empréstimos obrigacionistas.

      Mais, qualquer credor com menos ética pode pedir a insolvência da nossa SAD com base nos resultados contabilísticos a 30/06/2012, o que implicará vexames desnecessários.

      Como se viu no caso dos lagartos, a venda apressada obrigatória por necessidades de tesouraria, implica vendas muito abaixo do valor de mercado ou mesmo vendas a fundos quase ao valor de compra.

      Aliás no nosso caso temos o Bruno César que custou 6 milhões, sem contar as comissões pagas e foi vendido ao BSF com uma avaliação de 6,9 Milhões, ou o Jara que custou 5,5 Milhões, sem contar com as comissões e foi vendido ao Fundo avaliado em 6 Milhões.

      Ou seja, mesmo vendendo a uma entidade "amiga" em momentos de necessidade de tesouraria, pouco mais podemos esperar que o valor de custo.

      Eliminar
    4. Acho que essa prática de incorporar prorata as mais-valias dos passes transaccionados com o BSF é uma prática pouco transparente, pois se por um lado permite poupanças fiscais, por outro induz à sub-avaliação dos activos e como tal contribui para este crescente estado aparente falta de solidez financeira que degrada a avaliação da SAD.

      Quanto aos activos fixos, volto a dizer aquilo que já afirmei, não há compradores para Estádios, Centros de Estágios, Pavilhões, Piscinas e mesmo para a superfície comercial no estádio da Luz, visto que a menos que outro clube pretendesse fazer a exploração desses recintos, só vejo a CML como potencial compradora, o que é virtualmente impossível. Assim sendo, esses activos devem ser valorizados pelo preço m2 sem construção, depende esse valor das autorizações que estiverem nos PDMs para exploração dessas áreas, deduzido dos custos de demolição associados. Sem saber esses valores m2 nas diferentes áreas e o tipo que está aprovado em PDM, ou os custos de demolição, não consigo dizer se a avaliação de 160 Milhões é ou não correcta.

      Eliminar
    5. Jose Albuquerque30/09/12, 04:51

      Enorme BCool, Companheiro,

      Bem podes agradecer-me (deverias faze-lo 2 vezes em cada paragrafo, ahahah), para compensares a falta de merecimento que eu referi.
      Nao compreendes a razao?

      Conheces a 'Alegoria da Caverna' (de Platao)?

      Tu es um exemplo 'pesado' dos 'ignorantes' que Platao glozou. Pior ainda, essa 'inercia' que te impede de aprender e muito menos fruto do erro ignorante e muito mais do erro preconceituoso (por antivieirismo, no teu caso).

      E por isso que nao mereces o 'trabalho' que me tens dado: porque 'resistes' a aprendizagem!

      Pelo meu lado, fico contente (nao satisfeito) por ler a tua confissao sobre a 'falencia tecnica', ainda que me entristecas ao persistir em muitos dos erros crassos que sempre caracterizaram o teu raciocinio.

      Quais sao os mais graves erros em que persistes?

      Bem ...
      Vou dar-te mais um incentivo para colocares essa tua materia cinzenta a funcionar, ahahah.

      Pensa, BCool. Para de 'evitar' o que ja se te tornou evidente, mas tanto te custa a aceitar.
      Deixa de escrever "nao sei" e comeca a escrever "vou tentar saber e calcular".

      Tal como te dizia antes, eu vou regressar a estes temas, aqui n'OBELOVOAR, e muito em breve.

      Retomaremos este debate nessa ocasiao, combinados?

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  50. A tua arrogância Navegador, é deveras impressionante. O problema é dessa soberba, cometes erros que a realidade se encarrega de demonstrar.

    Continuas agarrado a preconceitos que não fazem sentido, avaliaste jogadores segundo o teu livre arbítrio, calculaste o valor da marca com pressupostos que só tu sabes de modo a que não possam contestar os valores, valorizas os activos corpóreos como se alguém os fosse comprar.

    Quanto ao valor dos jogadores fica com o teu número à vontade, mas estranho que não tenhas referido que o remanescente do passe do Nelson Oliveira não pertence todo à Benfica SAD, que ao contrário do que escreveste o passe do Matic não pertença todo à Benfica SAD, além de muitas avaliações a jogadores que estão completamente desfasadas da realidade. Por isso estranho a tua atitude, mas enfim, elas ficam com quem as toma.

    Estranho ainda que faças a apologia da metodologia que é seguida quando a consequência é o agravar das provisões feitas no SLB por perda de valor da participação financeira na SAD e não sei sequer porque isso parece não te incomodar. A mim incomoda-me, porque com SAD ou sem ela, eu sou é do Sport Lisboa e Benfica e não gosto de ver o clube a acumular dívidas e consequentemente a ter abdicar de todos os seus activos em favor da SAD.

    Mais ainda, se a Marca vale 160 milhões como invocas, há 11 anos não valia 15, pois fazendo uma actualização desse valor estaríamos a falar de cerca de 50 e tal milhões. Mesmo admitindo que esta SAD fez crescer o valor da Marca em em 60% do seu valor, nunca estaríamos a falar de menos 30 milhões. Estaremos então perante um negócio altamente ruinoso para o Sport Lisboa e Benfica e altamente vantajoso para a SAD, não é verdade ?

    Curioso que todo o teu discurso se centra na questão ou não da falência técnica, em nada se referindo à gestão desportiva e de recursos humanos, os pontos que eu pretendi sempre demonstrar que eram os calcanhares de aquiles desta gestão, muito menos à estratégia de desenvolvimento, aliás, no teu etender a solução passa por assinar um novo contrato de transmissão de direitos e vender o nome do Estádio, não é verdade ?

    Espero sinceramente que ao nível da SAD sejam mais realistas, aliás sei que o são, porque ao contrário do que aqui previste, tiveram que vender jogadores, e não foi só 1 mas 2 e ao contrário do que avançaste também o exercício teve um resultado relativamente negativo.

    O problema, é que quando não ouvimos os outros e usamos óculos optimistas, acabamos por dar com os burros na água, como tem feito o actual governo. A prudência é boa conselheira, mas não chega, senão pensarmos estrategicamente ficaremos para trás, pois o mundo não pára, as mudanças são constantes e ou as antecipamos, ou somos ultrapassados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Jose Albuquerque30/09/12, 11:18

      Companheiro BCool,

      A supina 'lata' com que me acusas de errar a previsao de resultados (erro confessado de moto proprio e detalhadamente explicado), quando tu te 'esbardalhaste' com triplo mortal, quintuplo parafuso, todo enroscado e saida de maca na tua estimativa dos proveitos por direitos de TV ... ahahahah

      Desengana-te, Companheiro, que eu estou-me nas tintas para o (muito) que ja aprendeste e para o (muito pouco) que reconheces ter aprendido. O meu proposito mantem-se o mesmissimo que motivou a minha critica ao teu escrito de ha uns meses (o teu e os de outros): desmascarar-te!

      Se quiseres fazer prova de caracter, ja tens materia suficiente para escrever um texto em que te retrates pelas mentiras com que tentaste, usando os conhecimentos que tens, ludribiar os Benfiquistas que visitam o ONTEMVITE.

      Para a 'estoria' fica que (destaco o mais importante) tu reconheceste ter mentido em relacao a um aspeto de 'pormenor': a dita "falencia tecnica".
      Para os meus registos (tecnicos e Benfiquistas) fica que (sublinho a cavalidade) tu avaliaste a Catedral "no valor dos terrenos que ocupa, deduzidos os custos de demolicao".

      Viva o Benfica!

      Eliminar
  51. Ralmente não dá para falar com quer comparar, um erro devido à má gestão da Olivedesportos, mas isso é problema deles, seja como fôr, o meu erro era de 7,5 milhões de euros e 50% de valor, o teu erro foi de mais de 13 milhões e muito mais de 100% de desvio, as conclusões ficrão com quem nos lê.
    Quanto ao desmascarares-me ou mentiras, não sei do que falas. Em termos formais e legais a situação da SAD estava em falência técnica a 30 de Junho de 2012, mesmo que exista uma reserva de valor dos activos.
    Quanto a cavalidades, nem mereces resposta, por respeito ao Ricardo/Águia Livre que pediu que mantivéssemos o nível, mas isso parece que é algo que não sabes o que é, ou já te esqueceste, é que a idade tem dessas coisas ...

    ResponderEliminar
  52. Olá;
    Eu me apresentar é Janel Pelatan a maioria daqueles que dizem credores são vigaristas que eu estou olhando para emprestar é cinco meses eu fui enganado por genres.Mais agora eu visitei um empréstimo site de anúncios entre particular, sério em todo o mundo e eu ter conhecido um grande cavalheiro, chamado Sr. PEDRO cidadão italiano que ajuda a quem vive no Brasil Espanhol e Português, Martinica, Guadalupe, Reunião, Nova Caledônia , Honolulu, Polinésia e outros em empréstimos e me concedeu um empréstimo de € 60.000 que eu tenho que pagar mais de 20 anos com um baixo interesse de sua parte ou de 3% ao longo de toda a duração do meu empréstimo e, em seguida, no dia seguinte manhã, recebi dinheiro sem crédito pessoal protocole.Besoin, o seu banco não vai lhe dar um empréstimo, você verões CDI e outro está falando com ele e você apertar satisfeito, mas tome cuidado para que você não gosta de reembolso empréstimos. Eu rapidamente decidiu publicar são e-mail para entrar em contato com a agência o credor o direito que o meu sauvé.Voici seu e-mail: pedro.duarte88@yahoo.fr

    ResponderEliminar

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...