quarta-feira, 7 de março de 2012

Pedro Proença -- A falsidade humana

*********
Ontem ganhámos brilhantemente ao Zenit, para a champions league, por 2-0, eliminando essa, no conjunto das duas mãos, por 4-3, e entrando nós na elite dos clubes europeus, onde só estão as oito melhores equipas, dando dessa forma, uma grande lição de humildade, força, carácter, benfiquismo.
Mostrámos que estamos vivos. O Benfica está nas luta e podem contar connosco.

Sabemos que temos que esquecer águas passadas, principalmente aquelas que nos destroem a alma e ferem o coração.
Mas por vezes tal não é possível e os factos martelam-nos no cérebro como agulhas espetadas.

Somos benfiquistas, achamos que nos devemos pautar, em tudo na vida, e principalmente a nível desportivo que é daquilo que falamos,  pela ética, honra e dignidade, o que considero louvável, mas o certo é que dos bons e humildes, está o "inferno" cheio.

Está neste caso, o nosso amigo Mikos. Sente na alma e no peito as facadas da traição, de um homem, árbitro de futebol, que se diz ser sócio do Benfica. Pedro Proença, de seu nome.

Decerto que tanto o Mikos, como eu, como os benfiquistas em geral. não queríamos que ele nos favorecesse. Só queríamos, como seria de bom timbre, que não nos prejudicasse.

O jogo com o clube assumidamente corrupto, já lá vai. É passado. Os dias passam, mas a mágoa por sensação de ROUBO descarado, está bem vivo dentro de nós. São facadas difíceis de sarar.
********
Imagem e texto anexo enviados pelo nosso amigo... Mikos

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...