segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

BENFICA - O MEU SOFRIMENTO E ALEGRIA DE ALMA


Amigos e amigas benfiquistas

Eu perante vós me confesso. Sofro e de que maneira com as não vitórias do Benfica, inclusive quando empata, ainda que, menos neste caso, e até por vezes fico contente, como foi o caso de Manchester.
Tal "doença" já me trouxe graves dissabores, inclusive, com uma enorme contribuição para a minha saúde que quase me levou desta para melhor ( dizem que é mas eu não acredito ...) quando tive que ser operado de urgência à "máquina".
Tento-me controlar mas por vezes não consigo. Entra em mim uma profunda tristeza, inexplicável desgosto, quiçá "ferida", que demora a sarar. Não posso (estou proibido pelos entendidos...) ir ao Estádio da Luz ver jogos, por isso mesmo.
Infelizmente os nervos, que nessa especifica matéria, não consigo controlar nos termos necessários a fim de que, o coração não sofra maiores consequências.
Sou exigente em tudo o que faço ou que por inerência de profissão, determino que façam. Sim, porque isto de andar pelas ruas a "arrumar" veículos, tem muito que se lhe diga. Exige consideração, deferência pelo condutor, simplicidade, educação e, essencialmente, respeito por si próprio, no acto que está a ser praticado.
Sou para os outros uma pessoa de fácil trato, quando o Benfica não ganha. Não o sou, para mim próprio, nessas circunstâncias. Fico abalado, abatido, de mau humor para comigo mesmo, difícil de disfarçar para com os outros, que disso não têm culpa.
Sei que tenho que ser tolerante e saber discernir a separação das águas". Não posso nem devo entrar nessa da discussão fácil, não pensada, que será certamente intolerante para aqueles que me merecem tolerância.
O Benfica faz parte, mas não pode nem deve ser, o ponto fulcral da minha vida. Mas por vezes, quando joga, acreditem que o é...
O que sofro, é igual à minha alegria. Incontrolável.
Se um dia deixar de ser assim, acreditem, estarei vagueando pelo reino dos céus.

Por isso compreendo muitos benfiquistas que como eu sofrem e muito. Não são mais nem menos que eu. São simplesmente pessoas que amam um clube, e que em certos momentos não conseguem controlar os seus sentimentos.
Qual o homem ou mulher um dia não fez algo para com um filho, que no momento imediato, se arrepende? Se calhar todos aqueles que são pais.
O Benfica é como um filho para mim. Respeito-o, admiro-o, faz parte do meu ser.

Abençoados aqueles, que como eu, nasceram com a alma e a chama imensa inundando-lhe o coração.

VIVAM OS BENFIQUISTAS

VIVA O BENFICA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...