sábado, 26 de novembro de 2011

Benfica-Sporting: 11.ª Jornada - Liga Zon Sagres.

Benfica 1 * 0 Sporting

Data: 26-11-2011
Hora: 20:15
Local: Estádio da Luz - Lisboa
Árbitro: João Capela - Lisboa
Árbitros Assistentes: Ricardo Santos, e Tiago Rocha

Transmissão: Sporttv1

Equipas:

Benfica: Artur; Maxi Pereira, Jardel, Garay, Emerson; Witsel, Javi Garcia; Gaitán, Aimar, Bruno César; Cardozo.

Suplentes: Eduardo, Rúben Amorim, Nolito, Rodrigo, Matic, Miguel Vítor, Saviola.

Maecou: Javi Garcia, 42m

Sporting: Rui Patrício; João Pereira, Onyewu, Polga, Insúa; Carriço, Elias, Schaars; Matias, Capel; V. Wolfswinkel.

Suplentes: Boeck, Evaldo, Bojinov, Carillo, Arias, André Santos, Rubio.

Sabendo-se que Luisão estava lesionado, especulava-se quem iria jogar no seu lugar. Estão desfeitas as dúvidas. Joga Jardel quando se pensava que ia jogar Miguel Vitor. Para mim uma grande surpresa.
Uma 1.ª parte jogada com muitos nervos, muito pontapé para a frente, muita luta a meio-campo.
O Sporting entrou a "matar". Entradas duríssimas que só não arrumaram o Garay e o Aimar por milagre.
Gaitán num pontapé fantástico, por solicitação de um pontapé de canto, marcado pelo Aimar, atirou fortíssimo, indo a bola, caprichosamente, embater no poste direito da baliza do Rui Patricio, não entrando na baliza. Grande sorte do Sporting, azar do Benfica.
Quando Javi Garcia marcou o golo, já o Benfica o merecia.
Inacreditável e inconcebível o cartão amarelo mostrado ao Aimar. Um lance casual que o árbitro não entendeu assim.
Momentos antes, Aimar foi abalroado dentro da área do Sporting. Ficam-me dúvidas se não seria penalty.

Que heróica 2.ª parte do Benfica. Jogo dividido até aos 62 minutos, altura em que Oscar Cardozo é expulso, com 2.º cartão amarelo.
A partir daí, a jogar com menos um jogador, e sabemos o quanto isso é importante, o Benfica foi gigante. Todos os jogadores foram brilhantes, com realce para Artur, Garay, e em especial Javi Garcia e Witsel.
Fabulosos no meio campo, segurando a bola, sustendo os ataques do Sporting. Foram GIGANTES.
Garay é um defesa de categoria mundial. Comandou a defesa de forma ímpar, onde o suor querer, força e "lágrimas", e algum sofrimento, fizeram com que, o Benfica alcançasse uma vitória brilhante e totalmente justa.
Aimar fez um jogão. Fortemente castigado com faltas duríssimas, teve de sair a fim de entrar outro jogador mais fresco, quando a equipa ficou reduzida a dez jogadores. Fabuloso de técnica e capacidade de comandar a equipa na transição meio-campo - ataque.
Uma palavra para os sócios e simpatizantes do Benfica que encheram o Estádio. Foram não o 12º jogador, mas sim, todos os jogadores, na força, no incentivo, no puxar incessantemente pelo grupo.
Fantásticos, pelo que, estão de parabéns.

Estiveram na Catedral ... 63 mil espectadores

VIVA O BENFICA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...