quinta-feira, 19 de maio de 2011

A MINHA DESILUSÃO:- ONDE ANDA O INFERNO DA LUZ?

Estive algum tempo junto às teclas para escrever algo. Qualquer coisa que me desse algum alento.
Não foi fácil começar pois, confesso, que estou terrivelmente desiludido com a época que o Benfica acabou de fazer.
A época passada foi muito boa acabando por nos tornarmos campeões nacionais.
De uma equipa tipo rolo compressor que arrasava, goleava os adversários, passámos para a nova época, com uma equipa amorfa, sem nunca encontrar o seu rumo, mostrando o quanto foi frágil ao perder a Supertaça que a maioria dos benfiquistas, onde me incluo, pensava ganhar.
Aquelas três (3) derrotas nos primeiros quatro (4) jogos, acabaram com as nossas aspirações.
Foi para mim um rude golpe.
Na minha opinião a equipa do Benfica nunca se recuperou da "mutilação" de que foi alvo com as saídas de DI Maria e Ramires. Para piorar essa "ferida profunda" vimos sair a meio da época (Janeiro) aquele que nos dava uma segurança quase muro de Betão na nossa defesa, David Luiz. Luisão, nunca se entendeu, nem com Sidnei, nem com Jardel. Roberto esteve longe de convencer.
O que constatamos é que acabámos o campeonato com um desejo interior de que o mesmo terminasse, e não foi para festejarmos em Glória. Estar cerca de vinte (20) jogos seguidos a sofrer golos é mau de mais para o meu coração benfiquista.
Vimos os nossos jogadores partir para férias. Na maioria deles apresentando um sorriso aberto como que cientes do dever cumprido. Não concordo que seja assim. Simplesmente porque não cumpriram.
Vemos outras equipas que acabaram o campeonato, e continuam a jogar parecendo que nunca se cansam de ganhar.
Equipas que não rodaram por completo os jogadores, quando nós com resultados catastróficos o fizemos. Vê-se neles uma vontade indomável de vencer. Nos nossos jogadores, na sua maioria, apenas pensam na conta bancária. O respeito que o publico benfiquista lhes merece, não faz parte do seu dicionário
Perder a Supertaça; perder 5-0 no Porto, e o pior, para mim, foi ser eliminado da Taça de Portugal. Doeu-me muito e ainda não estou restabelecido desse facto.
Nem a eliminação pelo Braga da final da Liga Europa, que me doeu muito, me feriu tanto, como esse jogo da Taça de Portugal.
Estar a ganhar por 2-0 que conseguimos com classe e competência no Porto, ao intervalo na Luz, estarmos 0-0, e acabarmos por ser eliminados, foi como ter sofrido uma facada no coração.
Eu, como todos os benfiquistas não merecíamos isso. Os nossos jogadores, na sua maioria, não sentem o clube, na forma que é esse que servem e que lhes paga o ordenado e onde podem ter projecção.
Alguns até dão a impressão de estarem a fazer um simples treino de adaptação à passadeira vermelha, e nada mais que isso, não vão sair cansados e não conseguir conduzir o seu Audi, Mercedes, ou outro carrito, topo de gama..
Não colocam em campo todo o seu labor, na questão de esforço e dedicação na procura da vitória. Não sentem a disciplina, quiçá Mística, do nosso clube. Não têm aquele bairrismo que deveriam ter.
Nesta época foram uma desilusão e alguém no Benfica tem de tomar medidas drásticas, pois se assim não for, e com a embalagem que vemos, porque não somos "cegos" nem estúpidos, noutros clubes, entraremos em mais um campo desértico, no que concerne a vitórias, de onde dificilmente voltaremos a sair tão cedo. Não tenhamos ilusões.
Não fomos capazes de evitar que o Porto se sagrasse campeão no nosso Estádio. Era um jogo em que tínhamos que comer a relva, e NUNCA poderia acontecer a vitória do Porto. NUNCA. A acontecer, tinha de ser por cima do nosso "cadáver".
Houve jogadores do nosso clube que saíram desse jogo, a pensar mais em ir a qualquer caixa multibanco ver o extracto da conta, do que pensar no desgosto que existia em cada coração benfiquista.
Reparem o que aconteceu na época passada em que poderíamos ser campeões no Estádio deles? Claro que não o conseguimos ser. Perdemos. Conseguiu-se criar em redor do jogo um clima que não nos deixou ganhar. Era impossível fazê-lo.
E nesta época o que foi feito pelos benfiquistas? Nada, simplesmente... nada.
Fomos uns santinhos, mas ficámos bem na foto, como sendo um POVO (que somos...) sério e educado, e eles rindo de nós.
Não houve de todas as partes incentivo, força interior, capacidade de reagir, para que se criasse o chamado INFERNO DA LUZ.
Nos tempos em que esse INFERNO existia, JAMAIS o Porto nos eliminava na Catedral, ou fazia nessa, a festa de campeão.
É isso que eu peço a todos os benfiquistas, incluindo os próximos jogadores que fizerem parte do plantel na próxima época, à nossa direcção, e afins.
Tem de voltar ao Benfica o bairrismo, a vontade de vencer, e não nos acomodarmos, sujeitos que ficamos a que nos ultrapassem na Mística vencedora

O INFERNO DA LUZ tem de voltar à CATEDRAL, já na próxima época

Só assim o Benfica voltará aos dias e noites de glória

SEMPRE COM O BENFICA NA ALMA E NO CORAÇÃO

VIVA O GLORIOSO

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...