quinta-feira, 21 de abril de 2011

Benfica:- Desculpa a minha fraqueza

Como ser humano me penitencio. O Benfica faz parte de mim. Respeito este clube de alma e coração.

Hoje sinto o coração ferido e, confesso, não fui forte o suficiente para saber entender as emoções, separar o desespero, controlar o desfalecimento. Qual o benfiquista não gostaria de ganhar o jogo de ontem? Todos e nestes todos incluo os jogadores do Benfica. Como alguns deles - Carlos Martins, Fábio Coentrão, entre outros - terminado o jogo, deixei escorrer dos meus olhos, lágrimas de desespero, senti-me desfalecer nas minhas convicções, deixei que a mágoa se sobrepusesse à razão, não sendo capaz de parar a fim de entender que o Benfica tem de estar acima de tudo aquilo que seja o meu pensamento menos positivo.

Não vou esmiuçar esta ou aquela razão. Não irei culpar ninguém pelo insucesso. Todos queriam ganhar e, estou certo, pelo menos muitos dos jogadores, e porque não admiti-lo, dirigentes do Benfica, como eu não dormiram, tantos eram os pensamentos contraditórios que nos esmagaram o coração. Quando ganhamos, a vitória é de todos. Quando perdemos temos de saber que a derrota também é de todos. Nessa unificação de valores, está a nossa força e a nossa diferença.

Coração ferido, sim. Alma benfiquista NUNCA, JAMAIS.

Por isso, por ter sido menos forte, deixando que a fraqueza emocional me invadisse, te peço desculpa, Sport Lisboa e Benfica.

Sábado na Final da taça da Liga, estarei, como todos os benfiquistas, no APOIO, no sofrimento se caso for necessário, convicto de que conquistaremos o troféu. Nas imagens em epígrafe, fica o meu sentimento de culpa.

VIVA O BENFICA SEMPRE EM QUALQUER CIRCUNSTÂNCIA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...