segunda-feira, 7 de março de 2011

Vemos, ouvimos e lemos ...

Os mais novos, que, felizmente, não viveram a realidade ditatorial a que o Poeta se referia com estas palavras, têm, agora, uma boa oportunidade para interpretar os versos, bastando que olhem para o que se continua a passar no futebol em Portugal.

Vemos, ouvimos e lemos, todos, como os BOIS continuam a deturpar a Verdade Desportiva a seu bel-prazer, quando e como convém a quem continua a desmandar no xistrema. Não podemos ignorar!
Vemos, ouvimos e lemos, todos, as desculpas estapafúrdias que se inventam para justificar a ilegalidade na FPF, quando ninguém ignora que o que pretendem aqueles 29% de votos é, tão só, manter o mafioso controle da apintagem e desta espécie de disciplina que vigora no nosso futebol e com um só objectivo: o de poderem continuar os seus desmandos e canalhices.

Vimos, todos Nós, como a Nossa Equipa conseguiu 18 vitórias sucessivas, mesmo no estádio do ladrão e em alvalixo, mesmo agredida e roubada, numa demonstração de como a “Raça, Querer e Ambição” se superiorizou à vergonhosa, violenta e imoral prática do POLVO, tal como testemunhámos a demagogia mais provinciana, a falta de carácter mais desavergonhada e a mais descarada desonestidade intelectual dos imbecis e amestrados que, na mérdia, tentam justificar o injustificável, branquear toda esta nojeira e escamotear as responsabilidades, como se tudo isto fossem “acidentes”. Também não podemos ignorar!

Tal como, todos, assistimos ao modo como o POLVO seleccionou o apintador e os seus auxiliares para o desafio de ontem, a forma como o pedreiro xalbador tentou deitar uma nuvem de tinta negra sobre o caso, a violência gratuita que desabou, ainda antes do início do “espectáculo”, sobre todos os Benfiquistas que lá foram, como a Equipa, mesmo sem três titulares e no limite de um calendário limitativo, ia conseguindo impor-se às malfeitorias da BOIADA e ficar a vencer o desafio. Ninguém o pode ignorar!

E, depois, vimos o “espectáculo” do falseamento radical da Verdade Desportiva, numa catadupa de “cenas” determinadas e com “actores” tão diversos quanto bem “ensaiados”. Tal como, hoje e nos próximos dias, assistiremos a mais contorcionismos de todos os imbecis e amestrados da mérdia a esconder as provas evidentes e, sobretudo, a explicar o inexplicável como se de mais um “acidente” se tivesse tratado.

Vimos, ouvimos e lemos como este campeonato dos penalties é para ser ganho “à porco”, assistimos à luta da Equipa contra esse “destino mafioso”, uma luta “à Benfica”, Orgulhamo-nos disso e … não podemos ignorar!

Não podemos nem ignorar, nem permitir que Nos roubem a Festa do convívio com a Equipa, quer por Paixão, quer racional e friamente.

E porque temos memória, no próximo post recordaremos que esta imundície começou há já mais de trinta anos.

Viva o Benfica!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...