sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Ánalises de merda

Intro

Hoje (26-Nov) faço anos. O Benfica perdeu e foi eliminado da Liga dos Campeões a dois dias (24-Nov). Eu poderia estar calado ou ter modificado a direcção deste texto.
Mas não, a única coisa que alterei foi este ínicio de texto, e umas coisinhas mais para a frente. Ouvi/li esta frase num sitio qualquer e identifiquei-me com ela, por isso, hoje, sou mais Benfiquista que ontem.

Esta introdução vai servir para duas coisas. Explicar o titulo do meu post e um pedido de desculpas. Ambas relacionadas. O título nasce num comentario que fiz a dias aqui no blog. Eu disse na altura, enquanto as regras não forem iguais para os dois lados qualquer ánalise é uma merda.
Passo a explicar melhor, o autor do post criticava bastante os ultimos minutos do jogo em casa contra o Lyon, mas no fim do seu post admite que dois dos três golos foram irregulares. A meu ver, se o arbitro não tivesse errado e o jogo acabado 4-1 provavelmente as criticas tivessem sido totalmente diferentes, embora tivessem sido feitas as mesmas substituições. Mas por muito que eu pudesse não concordar com a ánalise feita, deveria-me ter contido nas palavras. E por isso, peço desculpa.
Acima de tudo somos todos Benfiquistas, nenhum mais que outros, e eu não tinha o direito de ter tido esta liguagem.
Mas volto a dizer, aquilo que disse não era contra o teu post, tal como disse na altura, era uma generalização, a qual este mesmo post vai estar afectado, a ánalise que aqui vou deixar, também é ele, uma merda, porque ainda não são iguais as regras para todos.

Transferência

Comecemos então esta ánalise. E vou começar se calhar no ponto mais dificil. Transferencias. Considero este o ponto mais dificil não por termos errado ou por termos acertado, mas sim porque qualquer ánalise só dá para verificar daqui a três ou quatro anos. Dou o exemplo do Di Maria, nos dois primeiros anos cheguei a ouvir para o venderem por 10M€, se calhar os mesmos que agora dizem que o negócio foi mau.

Di Maria
Tal como já disse, primeiro podiamos vender por 10M€ e isso era bom porque ele não valia nada, mas depois já é mau vender por 30M€ podendo chegar aos 36M€. Não há muito a dizer sobre esta transferencia. Ele era bom, demorou a adaptar, quando se adaptou vieram logo os chamados tubarões. Muitos falam que o LFV disse que só saiam pela clausula de rescisão. Eu interpretei isto como uma negociação. Tal como cheguei a ler na altura, provavelmente se ele não dissesse isto seria por menos. Mas temos de ver varias coisas, o mercado “não estava para ai virado”. A contratação mais elevada foi David Villa por 40M€. E se formos a ver todas as contratações verificam que a de Di Maria foi a segunda mais alta, empatada com Yaya Touré (30M€), sendo que ainda pode vir a ser a segunda sozinha, consoante a época do Real Madrid, e pelo que estão a jogar de certeza que vão ganhar pelo menos uma das competições (espero eu).
Depois se querem falar do clube corrupto e fazer comparações com “os grandes negocios” que eles fazem, então temos de comparar com situações identicas.
O corrupto mor disse que só vendia o carêsma pela clausula de rescisão (salvo erro também era de 40M€) mas foi vendido por 27,6M€ ficando em quinto lugar nesse ano, já agora nesse ano a maior transferencia fez-se por 43M€ (quase 10% a cima da deste ano).
Depois podemos também comparar com as transferencias de dois dos seus melhores jogadores de todos os tempos, na época passada (num ano em que a maior transferencia foi de 94M€ e ainda houve duas por 65M€) venderam Lisandro por 24M€ e Lucho por 19M€ (O QUÊ?). Já agora a melhor “qualificação” dos jogadores corruptos na tabela de vendas foi o terceiro lugar (Anderson, contratado por Man. United, o mesmo clube que deu este ano 10M€ por um puto desconhecido; e Ricardo Carvalho, um dos melhores centrais do mundo). Mas como já vou longo num assunto onde não havia muito para dizer, fico-me por aqui e em suma, se calhar não foi tão mau quanto isso este negocio (e não estão contabilizados a bilheteira e o cache que vamos ganhar no proximo ano no jogo frente ao Real Madrid).

Ramires
Mesma coisa, não a muito a dizer. E aqui não me vou alongar mesmo muito. Prefiri ter este grande jogador durante um ano, a não o ter.

Roberto
Aqui talvez haja mais coisas a serem ditas. Neste momento o Roberto já conseguiu calar muitos dos criticos, embora ainda leia aqui e ali a dizer que não é Guarda-Redes para o Benfica. Mas não gosto de fazer ánalises “a posteriori” (lol).
Quando foi contratado, os jornais começaram logo em cima dele. Ele era o top de transferencias do Benfica, ele era o top de transferencias de Guarda-Redes, ele era o terceiro Guarda-Redes do Atletico, ele tinha sido emprestado porque não prestava para o Atletico, ele era isto e aquilo e mais qualquer coisa.
Então vamos lá ánalisar como é que estava a situação quando ele chegou. É engraçado falar do top de transferências do Benfica, porque nele estão jogadores como Cardozo, Ramires, Javi Garcia, Pablo Aimar, Di Maria e Saviola.
Significa todos estes jogadores foram caros, mas renderam/rendem quer em termos monetarios quer em termos desportivos. Então porque raio os Benfiquistas foram na conversa dos jornais? Não foram as mesmas pessoas que contrataram estes, que contrataram o Roberto? Mesmo não sabendo da valia deste jogador, as pessoas que o contrataram não teriam naquela altura saldo de confiança para esta contratação?
De salientar que Saviola, Ramires e Javi Garcia tinham sido contratados por este mesmo trio (LFV, RC e JJ). Depois era um dos mais caros Guarda-Redes de todos os tempos. Eu reparei logo num pormenor, ele tinha custado o mesmo e tinha a mesma idade (na altura da contratação) que Petr Cech. Então e eu pergunto, será que este jogador não poderia ser tão bom quanto este? Não era brutal o Benfica ter no seu plantel um Guarda-Redes de topo mundial? E isso poderia ou não ser possivel? O Benfica não teve nos seus quadros um Michel Preud´Homme ou um Robert Enke? Então qual era o problema de o Benfica voltar a ter um Guarda-Redes de topo mundial? Depois era a qualidade dele que estava em causa, porque não servia para o Atletico porque servia para o Benfica?
Pois bem, ele era o Guarda-Redes titular do Atletico, até ter tido uma lesão, depois quando recuperou, foi recuperar a forma para outro clube. Onde foi considerado o melhor Guarda-Redes da segunda volta, onde foi considerado o homem da manutenção do Zaragoza, onde se viu defesas atras de defesas. Então e isto tudo não era razão suficiente para acreditar nele? Significa os Benfiquistas deveriam ter confiado nele por tudo o que ele já tinha feito e por tudo o que os nossos dirigentes e tecnicos tinham feito até então, mas parece que que foi tudo abaixo por causa de uns frangos, numa equipa em pré-época desfalcada de muitos elementos da defesa por causa do mundial. Mas frangos, todos têm.
Ainda na quarta jornada desta Liga dos Campeões, no jogo Milan – Real o Casillas teve um frango, que deu o empate a equipa da casa, isto faz dele um mau Guarda-Redes, claro que não. Para acabar, deixo uma pergunta, se os adeptos tivessem realmente apoiado o Roberto no inicio do campeonato, sem por em causa o que quer que fosse, será que ele teria sofrido o único frango que já sofreu em provas oficiais (jogo contra o nacional da madeira)?

Gaitan e Jara
Estas duas transferencias são, a meu ver, muito boas. Têm qualidade e raça, foram feitas antecipadamente (Janeiro e Fevereiro sendo integrados no plantel na nova época). E no caso do Gaitan, foi feita a pensar na provavel venda de Di Maria. Aqui não me vou alongar, tal como já disse, só daqui a uns anos é que se vai ver quem tem razão. Mas visto que Gaitan veio para substituir Di Maria, vou fazer uma pequena comparação, mas vou fazer com 3 jogadores diferentes: Di Maria quando chegou ao Benfica, visto que Gaitan acabou de chegar; Di Maria do ano passado, pois é este jogador que ele tem de substituir; Di Maria do Real, porque eles tem a mesma idade. (Infelizmente não sei um site onde possa ver informações mais detalhadas como assistencias, distancia percorridas e por ai, por isso será uma ánalise só aos golos) Di Maria no sei primeiro ano marcou apenas um golo pelo Benfica, Gaitan já vai com dois. O Di Maria da época passada marcou nove golos, sendo o seu primeiro bis no jogo contra o AEK na Liga Europa a meio de Dezembro, um mês antes já o Gaitan tem o seu bis, e no campeonato marcou na 21º jornada (um hat-trick). O Di Maria do Real, já vai com 4 golos numa equipa com um poderio atacante enorme. Significa que o Gaitan parece melhor que Di Maria que cá chegou (o que dá boas prespectivas), poderá atingir facilmente os valores de Di Maria da época passada (basicamente o que se pede dele) e quem sabe se não se vai aproximar do Di Maria do Real (isto iria mostrar que teria sido uma grande contratação, mas isso só daqui a algum tempo se poderá ánalisar).

Éder Luís, Airton e Alan Kardec
Umas contratações identicas as de Gaitan e Jara, visto terem sido contratados na época passada na reabertura de mercado, mas claramente a serem jogadores que foram contratados não para essa época, pelo menos do ponto de vista da titularidade, mas mais para esta época, para equilibrar a equipa. Se Éder Luís foi um falhanço (será que parte da culpa não foi dos nossos queridos adeptos que ao primeiro erro lhe cairam em cima?). Já de Airton e Alan Kardec não se pode dizer o mesmo. Tanto um como o outro tiveram logo na primeira (meia) época de substituir os seus colegas, e acabaram por não cometer erros. Lembro-me da eliminatoria dos oitavos de final da Liga Europa (Alan Kardec) e do ultimo jogo do campeonato (Airton). É verdade que este ano se calhar de esperaria mais, mas isso é porque estamos sempre a pensar em alta (e ainda bem), mas mesmo assim os números não são tão maus como se pensa (se calhar muitos nem olham para os números). Airton dos 7 jogos em que participou, quer a titular como a suplente utilizado, perdeu um, é verdade que perdeu um dos mais importantes (super taça) e que só participou em dois como titular (incluindo o da super taça, mas neste lembro-me que muitos Benfiquistas diziam que deveria ser ele a jogar invés do Javi). Já o Alan Kardec tem três golos em nove jogos (num total de 678minutos, o que dá sete jogos e meio), dando assim uma média de um golo a cada três jogos (em termos de minutos sera 226minutos, dois jogos e meio).

Fabio Faria
Muita gente parece que não reparou nele. Mas a meu ver foi mais uma boa contratação. E foi uma boa contratação pois, a meu ver veio para substituir uma possivel venda. Devido a grande época que fizemos, não era só Di Maria que estava a ser acediado. Também David Luiz e Fabio Coentrão. E este puto faz exactamente estas duas posições. E foi boa não só neste aspecto, mas também pela antecipação com que foi feita, ele ainda veio a tempo de fazer a pós-época com o Benfica.

Salvio e Urreta
Siceramente, esta foi a unica situação que não percebi. O emprestimo de Urreta foi para mim um erro (eu não sou Vieirista, eu sou Benfiquista, acho que se deve criticar o que está mal, só acho que uma pessoa não deve abrir a boca e começar a falar sem primeiro perceber/verificar alguma coisa do assunto). Segundo o que me foi dito por José Albuquerque (grande Benfiquista, e participador assiduo neste mesmo espaço), o Benfica teve uma boa proposta por este jogador, e provavelmente teve esta atitude para tentar dar a volta a alguma situação que tivesse vindo daqui (nomeadamente a vontade do jogador de ir embora, visto não ter sido até então uma opção dos treinadores). Acho que foi um erro (e aqui parece ser consensual) pois seria o jogador que naturalmente substituiria o Di Maria, dando assim tempo para Gaitan se adaptar, mas se calhar tendo em conta a especulação que estou a fazer (vontade do jogador de ir embora, algo que também poderia referir no caso do Di Maria, e que muita gente neste inicio de ano refila com David Luiz por exemplo [alguns até já o vendem por menos que a clausula]), nem foi assim tão mau. E para o lugar deste veio Salvio, também por emprestimo, sendo que esta é talvez a unica contratação de todas que foge a normalidade. Todas as outras foram pautadas pela antecipação, mesmo a contratação de Roberto (a única feita, digamos, nesta época) foi resolvida até ao inicio dos estagios/jogos), e esta demorou dois mês a ser resolvida (Urreta é emprestado no meio de junho e Salvio chega a meio de Agosto). Isto demostra duas coisas, uma possitiva, esta contratação foi pensada, não foi algo, vamos ao mercado buscar este e já está, e uma negativa, não estava pensada, o que aponta para a especulação que já referi antes.

Rodrigo, Oblak e companhia
Estas contratações voltam a ser pautadas pela antecipação, claramente elas não foram feitas para agora. Mas sim para o futuro, mas mesmo assim existem muitas criticas, não percebo. Benfiquistas as vezes temos de dar tempo, e temos um grande exemplo, Di Maria. Estamos sempre a pedir que a direcção e os tecnicos aprendam com os erros, mas nós também temos de demostrar que sabemos aprender com os erros, só no futuro se saberá se foram boas ou não estas contratações, vamos esperar.

Emprestimos, pequenas vendas e o arrumar da casa
Este ano emprestamos muitos putos para irem rodando (não comecem já a pedir para os putos começarem a jogar pelo Benfica, lembrei-se de duas coisas, Coentrão quando chegou [teve de ir rodar lá para fora] e Rui Costa [também ele foi rodar, salvo erro dois anos, antes de integrar a équipa sénior do Benfica, a semelhança de Ruben Amorim]). Vendemos alguns jogadores que não conseguiram vingar (mais uma vez, talvez por culpa nossa) como por exemplo Makukula, assim se poupa salarios e sempre se abate os custos da compra (pagamos 3,5M€ e vendemos por 2M€, sendo que já tinhamos feito um emprestimo no valor de 800m€). Claro que houve casos menos “bonitos” como a situação de Quim, aqui claramente também nós adeptos tivemos culpa, poderia não ser o melhor Guarda-Redes do mundo, mas era o melhor Portugues, e se calhar com ele no nosso plantel poderiamos ter gerido a situação do Roberto de maneira diferente.

Os que ficaram
Por ultimo gostaria de destacar o dificil trabalho que a direcção teve em manter jogadores como Fabio Coentrão e David Luiz. E se é consensual que Coentrão continua em grande, discordo das muitas criticas de David Luiz sofre. Ele sempre foi um jogador de tentar fazer o que não deve, umas vezes consegue outras vezes erra, quer neste ano quer no ano passado, é por isso que tem a cotação que tem no mercado, não podemos prender por ter cão e por não ter. Quantos vezes este ano e no ano passado foi ele o primeiro a despoletar um ataque Benfiquista? Não é culpa dele que depois não se marque. E se perder a bola? O Benfica não é uma equipa? Alguem tem de estar a cobrir para salvaguardar. E claro que alguns vem dizer que faz muita falta o Ramires, que ajudava o Javi. Estão lá outros e todos têm culpas, e todos têm meritos. Quando ganhamos, ganhamos todos. Quando perdemos? Temos de ser nós os adeptos a dizer, perdemos todos.

Em suma
Para finalizar esta parte das transferencias, não me parece que a direcção e os tecnicos tenham cometido assim tantos erros. De todos os pontos só encontrei um erro real, que foi a seu tempo resolvido. Em relação as saidas que nos fazem falta: Di Maria foi substituido, a meu ver, bem. Quer Gaitan (na mesma ala que Di) quer Salvio (na ala oposta) são bons substitutos. No caso Ramires, volto a dizer prefiro ter tido este jogador um ano do que não o ter. Em relação ao substituto temos varias situações, Airton ao ser substituto de Javi liberta Ruben para esta função; com a chegada de Salvio para fazer de Di do lado direito podemos ter Peixoto mais defensivo no lado esquerdo; podemos fazer descair Martins ou Aimar para o lado direito (numa situação em que Ruben tenha de ir para defesa); caso só tenhemos um destes jogadores (Martins ou Aimar) ainda podemos recuar Saviola (para o lugar de Aimar) e meter Jara ao lado do ponta de lança. Opções não nos faltam e muitas vêm das contratações feitas para este ano.

Pré-época

Outra das grande criticas é a pré-época. Mal planeada, os resultados, os golos sofridos e por ai fora. Algumas destas coisas não são verdade como se poderá verificar.

Jogos
O Benfica na pré-época passada fez dez jogos, tendo sete vitórias (70%) dois empates (20%) e uma derrota (10%), o que daria 23 pontos (2,3 pontos por jogo).
Marcamos 21 golos (2,1 golos por jogo) e sofremos 9 (0,9 golos por jogo), tendo assim uma diferença de 12 golos (1,2 golos por jogo).
Nesta pré-época fizemos dez jogos tendo sete vitórias (70%) um empate (10%) e duas derrotas (20%), o que daria 22 pontos (2,2 pontos por jogo).
Marcamos 33 golos (3,3 golos por jogo) e sofremos 15 (1,5 golos por jogo), tendo assim uma diferença de 18 golos (1,8 golos por jogo).
Tivemos o mesmo número de vitórias. Tivemos melhor media de golos marcados, mas pioramos nos golos sofridos, mas mesmo assim melhoramos na diferença de golos.
Um dos empates da pré-época passada passou para derrota nesta pré-época.
Em suma uma pré-época identica, pelo menos é o que os números dizem. De relaçar que a maior parte da nossa defesa estava no mundial (três jogadores) e ainda tivemos uma entrada, também na zona defensiva (Roberto).
Significa, dos cinco jogadores da defesa, só um esteve desde inicio. Por curiosidade ou não, esta época començou mais cedo do que as ultimas dez temporadas (este assunto já foi falado num Defesa do Benfica na BenficaTV), tendo em conta o campeonato de selecções realizada.

Calendario
Começamos dois dias antes que na época anterior, acabando 5 dias antes. “Ganhamos” 3 dias. Tivemos de encortar a pré-época devido ao “antecipar” do inicio da época. No ano anterior tivemos, salvo erro, sete dias entre o ultimo jogo da pré-época e o primeiro jogo de competição. Este ano tivemos quatro dias (mais do que suficiente para recuperar a fadiga). De Salientar que só os três primeiros jogos desta pré-época foram fora do país, o que significa menos cansaço, em relação ao ano passado fizemos fizemos os dois primeiros jogos fora depois três em Portugal e voltamos a sair para mais dois jogos fora, fazendo por fim mais três jogos em “casa”.

Em suma
Resultados em tudo identico, com melhoria, na globalidade, nos golos. Sendo possivel explicar um aumento de golos sofridos com os jogadores da defesa ausentes no campeonato do mundo. Calendario em tudo identico ao da época anterior, tendo tido em conta o inicio de campeonato mais cedo. A serio, não percebo tantas criticas. Claro que nem tudo foi perfeito, mas pelas criticas que se houvem parece que pioramos olhos vistos. Podem vir falar que em termos de jogo jogado não estavamos tão bem, mas mais uma vez, e os números até demostram isso, o nosso grande problema era a parte mais recuada da equipa, que como já disse e volto a dizer, estava desfalcada devido ao campeonato do mundo.

Campeonato

Aproveitei para fazer uma analise a este inicio do campeonato, e embora seja consensual que tem sido uma roubalheira, ao Benfica já foram roubados nove pontos e aos corruptos já foram oferecidos seis pontos, o que nos colocaria em primeiro lugar com cinco pontos de avanço. E embora muitos digam isto, a verdade é que muita gente critica os jogadores, tecnicos e direcção porque isto é sempre a mesma coisa, somos sempre roubados e temos é de ser superiores a isto tudo.
Ponto um, não temos de ser superior, o Benfica, tal como outra equipa qualquer, tem de ser superior a outra equipa que está em campo (se não voltamos a situação do titulo, regras iguais para todos).
Ponto dois, eu tenho RedPass, tal como o ano passado e tinha reparado que as arbitragens este ano estavam pior, pelo menos era o que me parecia, e é isso que vou tentar demostrar agora. Infelizmente faltam-me alguns números, gostaria de encontrar um site que me desse informações de distancias percorridas, faltas e afins, tal como já tinha falado na parte do Gaitan e Jara, por isso se alguem souber de um site que diga este tipo de dados desta época e da anterior para cada jogo ou jogador agradecia, e faria uma adenda a este post.

Cartões, ou como quem diz, uma forma de condicionar o jogo
No ano passado em 30 jogos o Benfica viu 79 cartões, entre amarelos, vermelhos por acumulação ou directos, o que dá uma média de 2,6 cartões por jogo (nas primeiras 11 jornadas o Benfica viu 26 cartões tendo assim uma média de 2,4 cartões por jogo).
Ao contrario desta época, o Benfica nestes primeiros 11 jogos já viu 41 cartões (mais 57,7% do que no ano passado no mesmo número de jogos) tendo assim uma média de 3,6 cartões por jogo. Já estão a ver onde isto vai parar?
Continuando. Numa situação oposta os nossos adversarios (alguns parecem inimigos) viram o ano passado 107 cartões, média de 3,5 cartões por jogo, sendo que nos primeiros 11 jogos viram 48 cartões ficando com uma média de 4,4 cartões por jogo.
Comparando com este ano temos os espantosos números de: apenas 39 cartões (menos 19% que o ano passado) com uma média de 3,45 cartões por jogo. Significa que tanto o Benfica aumento (bastante) o número de cartões (passou de 2,6 [2,4 em relação as primeiras jornadas] para 3,6)como os adversarios diminuiram (“pouco”) o número de cartões (passou de 3,5 para 3,45, embora se contarmos só com as primeiras 11 jornadas temos a espantosa diminuição de 4,4 para 3,45).
Mas não é só aqui que temos um pormenor engraçado. Eu fiz a média em que nós e os nossos adversarios recebem os cartões, e no ano passado o Benfica recebia os seus cartões ao minuto 55 (em média) já os adversarios era no minuto 49,5 (49 minutos e 30 segundos), sendo que este ano passou (já estão a imaginar?) para 57 minutos para o Benfica (mais 2 que no ano passado) e para 59,5 para os adversarios (mais 10 minutos...).
Mais, no ano passado o Benfica não recebeu cartões em dois jogos, recebeu o mesmo número de cartões que o adversario em cinco jogos, e teve mais cartões que os adversarios em seis jogos. Este ano já vamos com dois jogos sem cartões amarelos (é lá, o que em 11 jogos é uma grande média, principalmente comparado com o ano passado, afinal as arbitragens não foram assim tal mal...), em três jogos tivemos o mesmo número de amarelos que os adversarios (extrapolando para uma temporada completa daria perto de 9 jogos, mais uma vez, bem melhor que o ano passado, afinal parece que estava errado em relação as arbitragens...) e quatro jogos em que tivemos mais que os adversarios (voltando a extrapolar seriam doze jogos, ah assim está melhor).
Isto significa e extrapolando os valores “teremos” seis jogos sem receber cartões (o triplo que o ano passado), nove jogos a receber o mesmo número de cartões que o adversario (pouco menos que o dobro do ano passado) e doze jogos com mais cartões que o adversario (o dobro do ano passado) isto significa que só “teremos” nove jogos com menos cartões que o adversario ao passo que o ano passado tivemos 19 jogos nestas condições.
Claro que estou a extrapolar, e o mais provavel é estes números diminuirem e até sermos beneficiados, pois neste momento os corruptos já vão com vantagem.

Pontos, a vantagem dos corruptos
E esta vantagem, tal como já disse provem em muito dos arbitros. Ao Benfica no ano passado foi nos roubadados quatro pontos, dois pontos foi na primeira jornada, faltou um penalti por marcar contra o Maritimo, e os outros dois foram contra o setubal num jogo em que foram feitos quatro penaltis e jorge sousa assinalou um, o qual foi falhado.
Este ano já vamos em nove pontos, na primeira jornada o primeiro golo veio de uma falta não existente, o segundo veio de um penalti não assinalado a nosso favor e ficaram cinco penaltis por assinalar (e este ponto é muito importante e esclarecedor daquilo que digo, este ano ficaram num jogo cinco penaltis por assinalar, no ano passado jorge sousa [eu volto a dizer o nome dele, e acho que todos os Benfiquistas percebem porquê] marcou um penalti, que nos daria a vitória caso fosse marcado, num jogo que houve quatro), na segunda jornada ficou mais dois penaltis por marcar e o primeiro golo veio de uma falta inexistente (novamente), e no jogo de Guimarães já toda a gente sabe o que se passou, dois penaltis por assinalar e dois foras de jogo, um dos quais daria golo.
Tal como já disse também, já foram oferecidos seis pontos, mas estes não me vou debruçar. Mas claro que esta ánalise dos pontos é feita no caso de serem marcados os respectivos penaltis que ficaram por marcar (tanto a nós como contra os corruptos).
Mas mesmo que não fossem marcados nenhum dos já mencionados nove penaltis o Benfica teriam mais cinco pontos (na primeira jornada ficaria 1-0, na segunda acabaria 1-1 e contra o Guimarães estariamos a falar de 2-2), já os corruptos teriam menos dois pontos (na primeira jornada ficaria 0-0).
Isto significa que numa situação normal estariamos com mais cinco pontos que os corruptos, numa situação estranha estariamos a três pontos do primeiro lugar.

Culpados

Adeptos
Em primeiro lugar, acho que tenho que refilar comigo proprio e ao mesmo tempo com a maior parte dos Benfiquistas. Como raio é que o Benfica está com uma média de assistencias a baixo dos corruptos, é pouco mas é a baixo?
Depois de tudo o que apresentei aqui, e que foram acontecendo ao longo dos dias, porque raio é que nós não nos unimos ao lado da equipa e a puxamos para cima? Como raio é que nós sabendo o que a casa gasta preferimos refilar com “A” e com “B” e não fazemos nada realmente em prol do Benfica? E tantas perguntas que podiam

Direcção
Tal como já disse, não sou Vieirista. Mas também não me esqueço que fez muita coisa pelo Benfica. Mas que errou, errou. Também sou daqueles que não percebe o apoio ao actual presidente da liga. Não percebo a amizade que tem com o gajo da sporcotv. Não percebo o apoio a queiroz, ainda por cima quando o outro apoiante era o corrupto mor. Mas tal como disse não me esqueço. Não me esqueço que ajudou as financas do Benfica.
Não me esqueço que temos um novo e renovado estadio. Não me esqueço do grande centro de estagio. Não me esqueço dos 230000 sócios. Não me esqueço disto e tudo mais. Mas acho que tem de chegar o fim desta boa (na globalidade considero boa) Presidencia de LFV.
Infelizmente não tenho idade nem tempo de sócio para poder ser candidato a Presidente (ainda sou um puto :p), mas gostava de ver uma mudança se possivel mantendo parte da estrutura. Na parte das modalidades acho que o trabalho tem sido espectacular.
Na situação em relação aos sócios/adeptos estamos muito mais fortes (já aqui referi os 230000 sócios, mas também posso referir todo o trabalho que é feito ao pé das casas do Benfica).
Na comunicação social (a nossa claro) também estamos bem, temos jornal, temos revista e temos televisão.

Comunicação Social
Por falar em comunicação social, este é um dos grandes culpados. Todos sabemos as ligações aos corruptos. E é aqui que mais culpo também os adeptos. Porque raio continuamos a comprar esta escumalha? Eu já não compro um único jornal desportivo talvez a ano e meio. Já não visito os sites dos jornais desportivos a talvez uns três meses. E tu? Parte dos problemas que aqui desfiz foram provocados por eles. Por isso temos de dizer basta. Este ponto, este tentáculo esta nas nossas mãos.

Treinador
Claro que não gostei de determinados resultados. E claro que em certos aspectos acho que o culpado foi do treinador. Mas tal como aconteceu com a direcção, eu não me esqueço o que ele já conseguiu. Não digo mais sobre este assunto.

Jogadores
As vezes parecem que não dão tudo, mas as vezes vejo-os a jogar lesionados (dou o exemplo de um dos que tem sido bastante criticado, Alan Kardec, lesionou-se no jogo contra a Naval, logo na primeira parte, mas mesmo assim continuou em campo a tentar). Também não vou mandar mais axas para a fogueira. Confiança é a ultima palavra.

Corruptos e arbitros
Mas um dos grandes problemas é o poder que estes palhaços tem. E este poder vem dos resultados que tem sido oferecidos pelos arbitros. Se não fosse os arbitros, tal como disse anteriormente, metade das criticas se calhar não estariam aqui. Vamos lutar contra estes gajos. Todos juntos somos mais fortes. No ano passado lia no blog Anti-tripa (http://oantitripa.blogspot.com/) que havia pessoas a telefonar para os arbitro a ameaçar caso eles errassem contra o Benfica. Porque raio é que este ano isso acabou? Porque não vamos pedir justiça com as nossas mãos? Ou só apoiamos a equipa quando ela ganha?

Conclusão

Uma vez comentei isto num blog da nossa Gloriosoesfera. A uns tempos eles diziam que nós nunca mais ganhamos, depois começaram a dizer que só ganhamos de dez em dez anos, hoje dizem que ganhamos de cinco em cinco. E se daqui a dois anos eles disserem que só ganhos de três em três? E se daqui a cinco eles disserem que ganhamos de dois em dois? E se daqui a sete for de ano em ano? E daqui a dez estarmos a festejar o tri? O futuro é risonho. A muito para fazer, mas já muito foi feito. E tal como pedimos a direcção, tecnicos e jogadores para não repetirem erros do passado, porque raio é que nós proprios não aprendemos com o passado? Avante Benfica. Força Benfica. Benfica sempre.

PS1: desculpem o texto, saiu grande, a paixão é tão grande.
PS2: nos ultimos dias li uns quantos post que achei bastante bons, deixo aqui os links:
http://tertuliabenfiquista.blogs.sapo.pt/1103608.html
.
Fantástico trabalho escrito por: BT26

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...