terça-feira, 26 de outubro de 2010

Viagem do Benfica a Angola

""" Anúncio da viagem a Angola """

""" Clicar nas imagens ""
.
O Universo benfiquista transporta ao pensamento e ao coração, sentimentos em doses inesgotáveis.
Por amor o defendemos, aplaudimos, criticamos, sofremos por ele.
Quantas vezes no “calor” do momento, dizemos palavras fúteis, quiçá inúteis, não sentidas pelo coração, mas que a nossa ânsia de vitória, sentindo-se “ferida”, dá certo arbítrio às nossas cordas vocais e daí sair ... disparate, dos quais, que não raras vezes, acabamos por nos arrepender, e até auto criticar pelo feito e efeito.
Vou escrever um pouco, sabendo de antemão que vou ficar sujeito às “balas”, razão pelo qual, já vesti o meu fato à prova de “tiro”, sobre a anunciada e programada visita do Benfica a Angola, agendada para o próximo dia 10 de Novembro, entre as 10ª e 11ª jornadas do Campeonato Nacional, em que defrontamos o Porto, no Porto, e a Naval na Catedral, respectivamente.
Já li diversos conceitos e eu aceito todos, pois todos temos o direito à opinião, no que concerne ao concordar ou não, sobre essa viagem, da equipa principal do Benfica, como já foi anunciado e confirmado por Luis Filipe Vieira, insigne presidente do Clube.
Comemora-se o 35º aniversário da Independência de Angola. É um País amigo, nossa antiga colônia, que nos diz muito, entre laços culturais, morais, inclusive familiares, e onde o Benfica tem uma grande concentração de adeptos, pois sabe-se que, o povo angolano é vibrantemente e na sua larga maioria, benfiquista.
Poder-se-á, e ao que parece daí a discordância repartida, de dizer que não será a melhor data para a deslocação do Benfica, estando em causa o cansaço dos atletas, podendo daí surgir um menor rendimento desses.
Não estou de acordo com este pensamento, embora o respeite.
O Benfica, como equipa profissional que é, deve estar preparada para jogar nas competições europeias, e em todas as frentes nacionais.
Ganhando no Porto, como se espera, a motivação será enorme e não haverá viagem a Angola, Naval, ou outro fato análogo, que nos trave o caminho que queremos livre e directo à conquista do BI.
Perdendo, sendo também uma possibilidade, tanto faz viajar até Angola, como fazê-lo a Vila Franca de Xira, a fim de comer um pratito de ameijoas, acompanhado de uma salada de frustração.
Por isso, tanto vale, como Naval(e), que a semana passa, e nem nos apercebemos que jogamos em Angola.
Sabendo-se do impacto que o Benfica tem em terras Angolanas, acho muito bem que os jogadores do Benfica, como Homens responsáveis que são, e habituados a jogar ao meio da semana, saibam interiorizar que é muito importante para todos os benfiquistas, nacionais e angolanos, um bom entendimento entre as partes.
A exigência tem de ser de nós todos para com a equipa, mas também, a equipa tem de saber - e sabe - o quanto nós sofremos por ela, e a importância para o clube, que pode ter a existência de boas relações entre clube/Angola, como com qualquer outro País, refira-se.
Com garra, determinação e vontade de vencer, não esquecendo a sempre necessária verdade desportiva, fato importantíssimo, ganharemos no Porto, fazemos a festa em Angola, e bebemos um "copo", de pura e cristalina confiança, contra a Naval, que vai ser o brilho maior da LUZ que iluminará o caminho em direcção ao sucesso.
Todos os prós e contras foram decerto estudados até à exaustão pelos responsáveis do Benfica.
Saibamos confiar neles
.
VIVA O BENFICA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...