segunda-feira, 4 de outubro de 2010

O estilo de uns e a "gravidez" de outros.

O Benfica foi o campeão da época 2009/2010. Todos nós nos lembramos da célebre frase:
""O nosso adversário é o Braga, não o Benfica"", proferida pelo gestor da máfia de Contumil.
Embalados numa alegria ilimitada não conseguiram muitos benfiquistas, parar no tempo certo e justo, a fim de acolher sobre a sua própria visão, alguns atletas que chegaram ao Benfica.
O caso mais visível trata-se de Roberto.
Por descuido ou crédito não pensamos que nesta época tudo iriam fazer para destruir a “muralha” que o Benfica havia construído na época anterior.
Começaram pelo Roberto, na mais infame desestabilização de que não há memória em Portugal.
Chegado de um País diferente, a um clube diferente, quiçá mais exigente do que aquele onde jogava, passou Roberto as “passas do Algarve” como soi dizer-se.
Os pasquins diários trataram de encetar um verdadeiro assassínio desportivo ao atleta, desacreditando-o, enervando-o, conseguindo incutir em muito benfiquista, a desconfiança ou melhor a falta de confiança no jogador.
Ninguém consegue por muito que o tente, passar impune à “chuva” caso não tenha tempo de se resguardar dela.
Apanhado no meio do “temporal” bravio e destrutivo, causou em Roberto alguns tremores próprios de quem está sob pressão, inclusive desses tais benfiquistas.
Sabemos por experiência própria que o Benfica era um alvo a abater. Muitos de nós não soubemos preparar-nos para isso.
Nesse compasso e por distração nossa aconteceram os maus resultados que sabemos. Culpamos Roberto, a direção do Benfica, tudo e todos, menos a fonte causadora do descrédito.
Pouco a pouco Roberto, cujo estilo aparece na imagem, tem calado as bocas daqueles que nele não acreditaram.
Nem falo dos benfiquistas. Falo mais daqueles que se puseram ao caminho numa clara intenção de destruir a máquina de jogar futebol que fomos na época passada.
Passada a tormenta e mais confiantes conseguimos realizar bons jogos, ganhamos partidas muito difíceis, não pelo adversário pois o Sporting e o Braga são clubes de menor dimensão, mas sim por aqueles que “subiram” esses clubes e tentaram “baixar” o Benfica
Ontem ganhámos com um golo do homem “grávido. Coisas que acontecem aos melhores.
Bem posicionado não olhou à barriguinha que mostra na imagem, e com um pontapé desferido pelo pé esquerdo, fez um golo de antologia.
Levantou-se o Estádio, quais molas de glória, calaram-se muitas vozes que já tinham o discurso preparado.
O Benfica está aí com todo o seu esplendor.
A garra e vontade de vencer está entre os nossos jogadores e tem de estar entre todos nós, inclusive naqueles menos atentos, que se deixaram embalar na canção do “bandido” mas que estão muito a tempo de os mandar ver vídeos de golos como o de ontem.

Força Benfica
Força Benfiquistas

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...