sábado, 23 de outubro de 2010

Bazofia ou treinador a prazo?

Pintinho Costinha abriu o peito e como já havia feito quando com olhos rasos de fingidas lágrimas e voz trémula, prometeu, não cumprindo, o anterior campeonato ao falecido José M. Pedroto, voltou a vociferar uma verdadeira obra de arte:
“”Foi o 14º jogo oficial do FC Porto, treinado por Villas-Boas, o tal que dizem que contratei à pressa, e foi a 13ª vitória. Espero que esta exibição, com dez e nove jogadores, e com uma arbitragem inacreditável, cale de vez os Bin Laden do futebol português””

Nada de anormal se não fosse mais uma "tirada" do “inteligente”. Diz que não foi à pressa que contratou o Vilinhas Boas. Que se calem os Bin Ladens do futebol português, falando certamente dos "soldados", pois decerto que tem espelhos em casa que lhe mostram as "barbas" e a sua sinistra figura, quando neles se olha.
Quanto à forma de contratação do treinador, poderá não ter sido à pressa mas foi inequivocamente a ... prazo.
No inicio da época tudo apontava para que fosse Domingos Paciência, treinador do Braga, a ir treinar o Porto. Acontece que esse treinador tinha mais um ano de contrato com o clube Submisso B.
Daí se viesse teria que existir uma indemnização ao clube, porque a não existência dessa, seria o mesmo que dar razão aqueles que pensam existir ou ter existido a ápoca passada um pacto de não agressão e combinada classificação, o que só não aconteceu, em virtude do Benfica ter aparecido em grande.
Agora e com o decorrer da época as coisas vão-se clariando e deixando transparecer que existem cobras por lagartos.
Por declarações que pode ler ... AQUI... o Vilinhas Boas diz que, ou vence o campeonato ou sai no final da época. Então mas não assinou por duas épocas?
Elucidativo de que vai sair mesmo quer ganhe ou não a fim de entrar o "outro" provavelmente já contratado.
Ou então, se assim não for, e interpretando aquilo que disse o prometedor de promessas a falecidos, existe aqui uma mensagem clara: vamos ganhar custe o que custar e as provas estão em evidência, bastando olhar com olhos de ver para aquilo que tem acontecido nos jogos do Porto e nos do Benfica.
Penaltys não marcados e foras de jogo inexistentes, têm sido mais que muitos no que concerne ao Benfica. No Porto, pelo contrário, não se marcam penaltys contra o clube, como se viu claramente contra a Naval e ... Guimarães.

Pelo exposto pode-se aquilatar que muito dificilmente o Benfica vai fazer algo de maior relevância nesta época. Os dados foram lançados por quem comanda as hostes, Bin Laden.

Alguém duvida?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...