quinta-feira, 20 de maio de 2010

O Benfica não brinca...

Esta madrugada (01H00), em Portugal, o Benfica jogou nos arredores de Boston (19H00), Estados Unidos, com o New England Revolution, jogo que ganhou por 4-0, com golos de Filipe Menezes, Sidnei e César Peixoto, na primeira parte, e de Alan Kardec, na segunda.
Dizem as crónicas que, e nota-se pelo resultado, o Benfica jogou como se um jogo do campeonato português se tratasse.
Concordo que tem de ser sempre assim. Os jogos têm de ser SEMPRE sérios porque o Benfica é uma equipa séria e os seus jogadores sabem disso.
Fábio Faria entrou a jogar como titular ao lado de Sidnei.
Ver o Benfica jogar é sempre uma alegria para os emigrantes que assim “matam” saudades de Portugal através da equipa mais representativa e conhecida além fronteiras: Sport Lisboa e Benfica.
Foi pena não estarem mais espectadores presentes. Cerca de 12.700, num estádio com capacidade para cerca de 60.000. Crise dos actuais tempos.

Benfica: Júlio César; Luís Filipe, Sidnei, Fábio Faria, César Peixoto; Airton, Ruben Amorim, Éder Luis, Felipe Menezes; Saviola e Kardec.
Suplentes: Moreira, David Luiz, Javi Garcia, David Simão, Leandro Pimenta, Weldon e Nuno Gomes

Felipe Menezes fez o 1-0 aos 15 minutos.
Três minutos depois Sidnei assinou o 2-0 de cabeça após um cruzamento da esquerda de Peixoto.
César Peixoto marcou o 3-0 aos 33: na marcação de um livre da direita.
Kardec fez o 4-0 aos 54, de livre directo
Ao intervalo, saiu Saviola e entrou Weldon.
Aos 58, entraram Javi Garcia e David Luiz para os lugares de Airton e Fábio Faria.
Jogaram ainda os "miúdos"Leandro Pimenta e David Simão.

VIVA O BENFICA

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...