terça-feira, 16 de março de 2010

O Benfica … “económico e financeiro”.

Quis a ocasião e a confiança de um nosso Companheiro, que eu tivesse um privilégio único: espreitar, em antestreia, o que vão ser as “contas” da nossa SAD reportadas ao último dia de 2009.

É óbvio que não posso revelar nada do que vi (e, até, “já esqueci”), mas, isso sim, posso afirmar que compreendo o apetite dos operadores pela compra das acções: eles podem saber pouco de futebol, mas sabem fazer contas e estão tão optimistas quanto eu!

Optimismo? Mas pode haver lugar a isso quando se sucedem as emissões obrigacionistas, alertam alguns Benfiquistas, preocupados com esse sinal e incapazes de iluminar a escuridão em que insistem avençados e amestrados.

E eu respondo que sim … pode! E, ainda, digo mais: deve, … “só pode” e aos que estranham que o Glorioso, mesmo após a criação do Stars Fund (que já originou mais de 20 milhões €), ainda necessite de financiamentos eu quero recordar quanto o Benfica investiu nesta última década (em betão, em serviços, em organização, em Atletas, etc.), quanto não desinvestiu (o Simão, o Tiago e pouco mais) e pergunto se preferem que a SAD seja “obrigada” a fazer muitas vendas no final desta época?

Há 10 anos, sobrevivemos (mal e porcamente) à conta da conta do Companheiro JVA, que as nossas contas bancárias sofreram o que foi perdoado ao POLVO, foram mais de 10M€ que ficaram por pagar, o “parque desportivo” insuficiente e a cair, a “Fábrica” desmontada, o plantel … (nem hoje me permito desvalorizar Atletas nossos, por isso … adiante) e, talvez pior que tudo isso junto, a auto-estima Benfiquista como todos nos lembramos.

Como podem, alguns, surpreender-se com a situação que ainda hoje vivemos?
Outros, mesmo tendo recebido mais do quádruplo das ajudas “oficiais” (num total que ultrapassa largamente os 200M€) e desinvestindo 300M€ em atletas, mesmo gozando (antidesportivamente) dum “cativo” na Champions, não investiram nem a metade que o Benfica e estão bem pior (as cotações das acções assim o provam).
Outros, mesmo beneficiando, antidesportiva e imoralmente, das migalhas da ímpia aliança com o POLVO, quase sem investir (não há pilim) e fazendo todos os desinvestimentos possíveis, não conseguem nem limpar as pedras de alcoshit, ou manter uma relva decente (as acções desses, nem valem a tinta que gastaria para delas falar) .

Muito, muitíssimo, já o Glorioso conseguiu!
Tem de ser imensa a gratidão aos Bravos que, há uma década, se levantaram em nome da Nossa História Ímpar e dos nossos Valores, tal como é de justiça que nos solidarizemos com tudo que de menos bem possam ter realizado!
E PLURIBUS UNUM, podemos ter sido poucos a erguermo-nos, há 10 anos, mas, aos milhões, já cá estamos TODOS, EM UM! São Nossas as Vitórias, como são Nossas as eventuais coisas a melhorar.

Um Benfiquista que, não podendo pagar as suas próprias quotas, se sacrifica para pagar as do Filho, sublima a palavra Pai e exerce a mesma Fé dos que, sendo de longe, sacrificaram as próprias mãos a construir a Catedral antiga. Esta Fé é incompatível com pessimismos. E se, por acaso, tremermos, fá-lo-emos Juntos … como UM!

Acreditámos antes mesmo de nos pormos a caminho, há 10 anos: como poderia, hoje, faltar-nos a confiança? É um sacrilégio duvidar do Futuro!
Hoje, tendo mais do que sonhámos, participando nesta onda e sendo átomos desta mola, só podemos confiar e cantar

E PLURIBUS UNUM!

Viva o Benfica!
.
Escrito por: José Albuquerque

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...