terça-feira, 22 de dezembro de 2009

RAMIRES - O GLADIADOR

Passada a ressaca da brilhante vitória do Benfica sobre aquele clubezeco com sede no Porto é altura de falar de um jogador, embora não devesse individualizar mas, porque penso que o merece, vou fazê-lo.
RAMIRES lesionou-se em Olhão no jogo com a Olhanense.
Pensou-se o pior olhando à forma como o Ramires caiu e pelo esgar de dor que apresentava no rosto.
Não treinou durante toda a semana que antecedeu o jogo contra o tal clubezeco. O seu representante já havia dito que Ramires, homem de fibra e rija tempera, queria jogar o clássico.
Eu não quis acreditar e, admito, até pensei na existência de algum bluff por parte desse.
Acontece que, olhando aos castigos e lesionados, o Benfica apresentava-se um pouco desfalcado. Não porque os benfiquistas não confiem em todos os jogadores. Mas... e existe sempre um mas.
Ramires quis jogar e que bem que o fez. Exibição poderosa de força, classe e magia. Praticamente intransponível
Jogou cerca de 70 minutos até que não aguentou mais, sendo substituído. Saiu esgotado (e lesionado com mais uma cacetada que levou de um biltre) mas, acredito, com uma ENORME felicidade no coração.
Dirão alguns que o seu esforço pode prejudicá-lo, agravando a lesão. Até pode, reconheço. Mas, a vontade humana, consegue ir buscar forças onde ninguém o consegue imaginar.
Ramires foi o exemplo de um profissionalismo ímpar próprio dos homens que estão na vida e no desporto, neste caso no Benfica, com alma e coração

Para RAMIRES o meu APLAUSO e ADMIRAÇÂO sem limites

O HOMEM, o ATLETA, o GLADIADOR , uma ÁGUIA da nossa CATEDRAL

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...