segunda-feira, 19 de maio de 2008

Raul Meireles e a voz do "dono"


Ontem, no Estádio do Jamor, disputou-se a final da Taça de Portugal, em que os lagartos ganharam – e bem – aos andrades por 2-0.
Clubistamente falando, era um jogo que nada me dizia em termos emocionais. São equipas que, para mim, a única questão premente, é que gostava que perdessem as duas.
Já em termos desportivos não é bem assim. Sou um desportista por voluntária natureza, por isso vi e segui com toda a atenção as incidências do jogo.
Assim, é minha opinião que, os lagartos entraram melhor no jogo que os andrades, tiveram várias oportunidades de golo, não concretizadas, enquanto os dragoneses remataram à baliza leonina só perto dos 20 minutos de jogo.
Mas não é por isso que me atrevi a escrever esta crónica. Faço-a na defesa daquilo que penso, daquilo que a minha consciência me diz e, principalmente, pelas declarações de um jogador que não se coibiu de, nas suas declarações desvirtuar, no seu contexto, por completo a verdade de um jogo.

Refiro-me a Raul Meireles.
Cito:
- Sentimo-nos muito tristes e, muito sinceramente, este jogo foi uma vergonha. Fala-se do Apito Dourado, que só o FC Porto é beneficiado, mas acho que este jogo disse tudo
- O Lisandro sofreu uma grande penalidade, o árbitro não marcou e logo a seguir foi golo. O Paulo Assunção viu um amarelo logo na primeira falta e o Grimi fez três faltas seguidas e não viu nada. O Pedro Emanuel quase partiu o nariz e também nada aconteceu. É só isto que tenho a dizer.

No penalty que diz ter existido sobre o Lizandro, cometido pelo Polga, até lhe dou o benefício da dúvida. O lance é faltoso, mas parece-me sobre a linha da grande área.
Livre na circunstância e não (livre) penalty.
Mas deixa dúvidas sem dúvida, passe o pleonasmo.
É verdade que no lance a seguir os lagartos marcam. Dou-lhe razão nesse sentido e não noutro. Era livre, não grande penalidade.

Passo às (minhas) considerações:

- Grimi teve três entradas seguidas, muito duras, no qual ficou o amarelo por mostrar – Correcto
- Bruno Alves, dá uma cotovelada em Djaló e amarelo nicles ----------------------------- - Incorrecto
- Quaresma, deliberadamente dá uma chapada/cotovelada – com o braço esquerdo – na cara do João Moutinho, que merecia vermelho directo, o qual, ficou no bolso de Olegário Benquerença……………………………… - Incorrecto
- Paulo Assunção, viu um amarelo por distribuir fruta.
- João Paulo, viu um vermelho directo, muito bem mostrado, visto que, entrou a pés juntos de uma forma ríspida e excessivamente perigosa que, se tem acertado nas pernas do jogador do Sportém, esse, a esta hora estaria a ser operado em qualquer mesa de operações de qualquer hospital de Lisboa. - Correcto
- Derlei num lance fortuito, quando pretendia atirar à baliza do Nuno, acertou com a perna na cara do Pedro Emanuel. Lance que penso não ser maldoso, puro e simplesmente casual. Não houve amarelo, podendo-se dizer que ……………………………………….. Correcto.
- Na confusão que se gerou entre os jogadores aquando da expulsão do Paulo Assunção, Lizandro deu um murro na cara do João Moutinho. Cartão vermelho directo que também ficou por mostrar……………………….Incorrecto
- Romagnoli marca um golo, que duvido que alguém, ainda agora consiga dizer, em consciência, que é em fora de jogo. Respeito a opinião de quem o faça, mas na minha, o golo é legal……………… Incorrecto

Ou seja. Raul Meireles, qual voz do “dono”, Pinto “O Suspenso”, não soube ser profissional ao ponto de aceitar uma derrota que mereceram.
Assim, arroga-se no direito de vir dizer baboseiras para andrade ouvir, mostrando uma arrogância e mau perder sem limites. Nada que os dragoneses já não nos tenham habituado.

Efectivamente Raul Meireles até pode dizer que foi uma vergonha. Não foi é no sentido que o próprio lhe dá.
Foi uma vergonha mas sim no conjunto e noutras situações que agora não me recordo que mais uma vez favoreceram os andrades – exemplo as não expulsões - . Pelo que vi ontem, a próxima época vai ser mais do mesmo. O campo sempre inclinado a favor dos andrades.

A vergonha, foi o Quaresma e o Lizandro terem terminado o jogo, quando agrediram na forma mais reles e cobarde, colegas seus de profissão e nada lhes aconteceu.
Lizandro até é argentino. Agora Quaresma é colega de João Moutinho na selecção portuguesa.

Mais palavras para quê.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários Anónimos - ou outros - menos respeitosos para com este blogue benfiquista e/ou para com outros comentadores, serão eliminados, sem prévio aviso. Obrigado.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...